Garotas de ouro!

Não poderiamos ficar sem parabenizar as garotas do time feminino de handebol do Instituto Estadual Riachu, de Tramandaí, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Escolares 2011, etapa 12 a 14 anos. Na decisão contra o Colégio Adolfo Soares de Moraes (PA), as gaúchas fizeram o dobro de gols da equipe adversária, venceram por 18 a 9 e conquistaram o título da 1ª divisão da competição.

Parabéns Gurias continuem representando o esporte no sul do País.

As meninas que representarão o Brasil em Guadalajara

Na tarde de ontem o técnico da seleção brasileira feminina de handebol, Morten Soubak, convocou as 15 atletas que farão parte da seleção brasileira no Panamericano de Guadalajara em outubro.

Apenas duas meninas atuam no Brasil a ponteira Jéssica, do Blumenal, Moniki, da Metodista. As demais atuam na Europa, sendo que oito delas jogam no Hypo, time da Áustria e que a seleção mantém parceria para o aperfeiçoamento do time.

Sobre os jogos treinos que ocorreram nos últimos dias Soubak destacou “foram testes fundamentais para definir o time que vai ao Pan. Um dos objetivos foi montar um elenco com um perfil que alia experiência à juventude”.

Veja abaixo a lista das convocadas:

Goleiras

Chana (Randers, da Dinamarca) e Babi (Hypo, da Áustria);

Pontas-direita

Alexandra (Hypo) e Jéssica (Blumenau);
Pontas-esquerda

Fernanda (Hypo) e Samira (Hypo);
Centrais

Mayara (Mios Bigamos, da França) e Ana Paula (Hypo);
Armadoras-direita

Francine (Hypo) e Deonise (Itxaco, da Espanha);
Armadoras-esquerda

Duda Amorim (Gyor, da Hungria), Sílvia Helena (Hypo) e Moniki (Metodista);
Pivôs

Dani Piedade (Hypo) e Dara (Bera-Bera, da Espanha).

Jogador morre após choque em jogo na Dinamarca

Durante uma partida pelo campeonato dinamarquês o jogador Lars Olsen, 23 anos,   se chocou com outro atleta em lance da partida, foi atendido, mas entrou em colapso e não resistiu.

As causas da morte ainda estão sendo investigadas e um exame com os prováveis motivos será divulgado na segunda-feira, 3 de outubro.

Matéria completa no site do Globo Esporte

 

Parabéns Treinador!

O que seria do esporte e de seus amantes se não fossem certas pessoas que perdem noites de sono, horas e horas com o único objetivo de deixar seus atletas melhores que ele próprio.

A dedicação exclusiva para com o seu grupo ou atleta muitas vezes o priva de uma convivência diária com a sua família. Por vezes ela o professor é duro, chato um legitímo mala, pois faz seus alunos correrem no sol ou na chuva, treinar por horas a fim, controla alimentação e ainda faz exercícios de alongamento que te deixa totalmente dolorido. Mas para quê?

Para que o aluno vire um atleta de destaque. Para que o atleta vença e supere-se.

O atleta fica com os louros da vitória e o técnico? O professor fica com o peito cheio de orgulho e os olhos marejados. E ainda, fala para todos “Fui eu quem o treionou”.

Parabéns treinadores do Brasil a fora, parabéns pelo esforço pela vontade. Parabéns em especial aqueles que fazem do handebol um esporte de ponta.