Morten Soubak é indicado a melhor do mundo

O técnico de origem dinamarquesa, Morten Soubak, concorre a melhor técnico do mundo pelo segundo ano. Foto: Divulgação CBHb

O técnico de origem dinamarquesa, Morten Soubak, concorre a melhor técnico do mundo pelo segundo ano. Foto: Divulgação CBHb

O técnico da seleção feminina do Brasil foi novamente indicado para concorrer a melhor técnico da categoria. Pelo segundo ano consecutivo na briga, o dinamarquês Morten Soubak, concorre com os técnicos de Montenegro,Dragan Adzic,  da Espanha, Jorge Dueñas, da França, Olivier Krumbholz e Thorir Hergeirsson, da Noruega, que venceu a última edição deixando o comandante de nossa seleção em terceiro.

Pelo masculino não temos representando do Brasil* somente europeus ficaram na disputa e são: Valero Lopez Rivera, da Espanha, Claude Onesta, da França, Ulrik Wilbek, da Dinamarca, Alfred Gislason, do THW Kiel, e Boris Denic, da Eslovênia. A escolha foi por meio de especialistas da área, incluindo técnicos, agora o voto cabe ao público e jornalistas de todo o mundo. Para participar basta acessar o site da Federação Internacional de Handebol e incluir seus dados (Nome, e-mail, país).

* Com informações da CBHb.

Partille Cup

A maior competição internacional das categorias juvenil e cadete começa neste 1º de julho na Suécia, o Partille Cup, visa além do aperfeiçoamento de clubes e atletas que até o dia seis de julho terão a oportunidade de se enfrentar, conviver e treinar próximo. Desde a década de 70 pelo torneio já passaram participantes de cerca de 90 países em seu 44º ano um recorde com 100 equipes e mais de 20 mil participantes de 41 países, dentre eles o Brasil.

O Esporte Clube Pinheiros será o representante brasileiro na Suécia. Foto: Facebook E.C. Pinheiros.

O Esporte Clube Pinheiros será o representante brasileiro na Suécia. Foto: Facebook E.C. Pinheiros.

O Esporte Clube Pinheiros embarcou no último dia 30 para Gotemburgo com as seleções feminina e masculina cadete além do infantil masculino para participar do torneio. Nossos meninos e meninas poderão incluir nosso país no ranking das mais bem sucedidas nações, os donos da casa ocupam a primeira posição seguidos por Noruega e Dinamarca.

Predominantemente com representantes europeus a competição ainda conta com dois programas de incentivo para as olimpíadas (Olympic Development),  para outro para contribuir com as equipes que mais necessitam (Handball AID) além do torneio que ocorre no Quênia para divulgação da modalidade e como projeto assistencial para jovens de 10 a 15 anos em situação de vulnerabilidade. A Partille Cup ainda conta com a modalidade para cadeirantes que além da equipe da Suécia conta com atletas da Noruega e Islândia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s