Em partida espetacular, Taubaté garante o bicampeonato do Pan de Clubes

Taubaté garantiu a vaga no Super Globe/ Foto: Cinara Piccolo - CBHB

Taubaté garantiu a vaga no Super Globe/ Foto: Cinara Piccolo – CBHB

Quando ontem, 31 de maio, ficou claro que os brasileiros Taubaté e Pinheiros brigariam hoje, 1 de junho, pelo título do Pan-Americano de Clubes tínhamos certeza que o jogo seria um espetáculo. E foi. Nesta tarde o duelo agitou o público que enchia o Ginásio do CEMTE. Horas porque o Pinheiros liderava, outrora porque quem estava na frente era o Taubaté. O jogo acabou empatado em 23 a 23, mas o título ficou com os donos da casa.

Logo no início o Pinheiros abriu o placar, e depois aumentou, gerando uma pequena vantagem. Já haviam se passado cinco minutos de jogo quando o Taubaté marcou o primeiro gol. Mas a diferença de três pontos não diminuiu,  já que o Pinheiros fez o quarto gol. Não deu tempo de respirar. O Taubaté marcou e a diferença diminuiu para apenas dois pontos de diferença.

Os jogadores do Taubaté se acalmaram e se encontraram em quadra. Foi um gol atrás do outro até que encostaram no placar e empataram em 4 a 4, mas por pouco tempo. O Pinheiros foi rápido e com o ataque perfeito marcou o quinto gol.

A partida fervia e se mantinha empatada! As defesas muito bem armadas não deixavam que os ataques rápidos fossem concluídos com perfeição. Somente aos 23 minutos de duelo que o placar se alterou, a favor do Taubaté: 8 a 7. Após o gol, o Pinheiros ficou tenso e errava passes, e se aproveitando destes erros os donos da casa marcavam e se distanciavam no placar. No fim da primeira etapa era Taubaté 14 x 9 Pinheiros.

No tempo complementar o embate não diminuiu a pressão. O Pinheiros entrou em quadra disposto a vencer, assim como o Taubaté que voltou de olho no bicampeonato. Se os jogadores do Taubaté mantinham a calma e o foco no título, o mesmo não dá para dizer dos jogadores do Pinheiros que demonstravam ansiedade, tanto que houve a expulsão de um jogador da equipe. Aos 12 minutos, o Taubaté já havia marcado 19 pontos, enquanto o Pinheiros apenas 15. A distância de cinco gols e um jogador a menos, no entanto, não eram as garantias de jogo ganho, pelo contrário.

Após os minutos iniciais de muito nervosismo, os atletas do Pinheiros encontraram a paciência ao chegarem com mais facilidade ao gol. Aos 18 minutos, do segundo tempo, eram 20 gols para o Taubaté e 17 para o Pinheiros. A partida seguiu intensa até os minutos finais. Aos 23 minutos o Pinheiros empatou e o placar ficou em 21 a 21. E foi depois deste empate que o Taubaté levou um susto. Faltando apenas cinco minutos para acabar a partida, o Pinheiros marcou e virou o jogo.

Como se sabe, no handebol até o último minuto tudo é possível. Após o sobressalto, o Taubaté se reencontrou em quadra e foi atrás. Com um forte bloqueio não deixou que a equipe rival fizesse mais um gol e no contra-ataque marcou e empatou novamente a partida. Nos dois minutos finais o placar não foi alterado, assim como o ritmo de jogo. As equipes lutaram até o final pelo título. Placar: Taubaté 23 x 23 Pinheiros.

Mesmo com o empate, o Taubaté se sagrou bicampeão do Pan-Americano de Clubes Masculino, pois tem o maior saldo de gols da competição. Com a vitória o Taubaté será o representante da América do Sul no Super Globe.

A prata do Pan ficou com o Pinheiros e o bronze ficou com os argentinos do Colégio Ward. Os argentinos garantiram a terceira colocação ao vencerem hoje o Villa Ballester (ARG) por 25 a 24.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s