Liga Nacional Masculina

A Liga Nacional masculina teve vitória da equipe paranaense do Unimed/UEM/Maringá que venceu fora de casa no Ginásio da FAEFID, em Juiz de Fora, o time ADJF/MRS Logística. Com placar de 33×26 a equipe do Paraná venceu desde o primeiro tempo, 17×15, mas os mineiros conquistaram  a artilharia com Naílson Amaral que marcou nove gols.

No mesmo dia a equipe do  Metodista/São Bernardo/Besni, que jogava em casa, venceu a ASH/Praxis/Associação Santamariense por 30 a 13. Em Taubaté, o TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté passou pelo Esporte Clube Pinheiros por 23 a 16, mesmo com um primeiro tempo apertado a equipe que representará o Brasil no Super Globe já vencia por 10×9.

A Liga Nacional Masculina teve início na última quinta-feira (28), com a vitória da equipe paulista do São José Handebol  superou a ASH/Praxis/Associação Santamariense do Rio Grande do Sul por 29 a 9. Já os duelos femininos começam em setembro.

Hoje tem mais Liga Nacional Masculina

Três confrontos movimentam a Liga Nacional Masculina hoje. Foto: Cinara Piccolo/Photo&Grafia/ CBHb

Três confrontos movimentam a Liga Nacional Masculina hoje. Foto: Cinara Piccolo/Photo&Grafia/ CBHb

Taubaté e Pinheiros são velhos conhecidos e neste sábado tem mais um confronto pela frente, agora pela Liga Nacional. Só neste ano este será o terceiro enfrentamento entre as equipes na qual o Pinheiros leva a melhor pelo retrospecto, mas o Taubaté joga com o fator local já que jogam no ginásio Emecal, às 16h.

O Super Globe, que começa no dia 7 de setembro, é uma motivação pra a equipe do Taubaté, além de valer a primeira vitória da temporada no campeonato. E a volta do central Diogo Hubner, após a cirurgia no joelho esquerdo, traz mais um reforço para equipe. Para a equipe da capital paulista o diferencial será a mescla de atletas experientes com os novos talentos.

Ainda hoje mais dois confrontos acontecem entre Metodista/São Bernardo/Besni e ASH/Praxis/Associação Santamariense, às 16h e ADJF/MRS Logística e Unimed/UEM/Maringá, às 21h.

Super Paulistão Feminino segue quente neste final de semana

15 de Piracicaba/ Foto: Adilson Zavarize

15 de Piracicaba/ Foto: Adilson Zavarize

O Super Paulistão Feminino segue quente neste final de semana. Amanhã, 30 de agosto, as meninas do 15 de Piracicaba recebem o Metodista/ São Bernardo, às 17h, no Ginásio de Esportes do Parque Prezotto (entrada franca). O 15 de Piracicaba está em 8º lugar na tabela de classificação, mas segue firme na busca pelas vagas na próxima fase. Apesar das limitações, o técnico José Batista ressalta a determinação das atletas do 15. Para ele estar perto da torcida vai ser o grande diferencial no jogo de sábado. “Vamos continuar lutando para melhorar nossa posição na classificação”, ressaltou.

Neste sábado também tem a partida entre São José e EC Pinheiros, às 14h, no Vale do Sol. A rodada se encerra às 18h30, com o embate ente a Liga Itapeviense e o Santo André, no Ginásio Itapevi

Centro Olímpico com peneira aberta para meninas

Centro Olímpico/ Foto: Divulgada pela equipe

Centro Olímpico/ Foto: Divulgada pela equipe

O Centro Olímpico está com peneira aberta com para meninas nascidas entre 1996 a 1999 para as categorias juvenis. As atletas podem participar das provas até o dia 5 de setembro, das 15h30 às 17h30, no Centro Olímpico, localizado na Av. Ibirapuera, 1515, São Paulo (SP). Para realizar os testes é necessário vestir roupa ideal para treino e portar documento de identidade.

“Essas peneiras são importantes, pois estamos selecionando jogadoras que farão parte do Centro Olímpico e elas terão a oportunidade de treinar com investimento da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, fortalecendo todas as categorias para os campeonatos estaduais e também para o Campeonato Brasileiro”, explicou o treinador Daniel Robert Suarez.

CBHB realiza cursos para preparar e desenvolver árbitros

O objetivo da CBHB que todas as regiões do País tenham árbitros preparados/ Foto: CBHB

O objetivo da CBHB que todas as regiões do País tenham árbitros preparados/ Foto: CBHB

A qualidade da arbitragem brasileira está cada dia melhor. Este é um dos pontos importantes para que o handebol se desenvolva no País. Afinal, um jogo mal apitado pode alterar o placar de forma injusta com as equipes. Para evitar que estes erros aconteçam a Confederação Brasileira de Handebol (CBHB) realiza desde a semana passada cursos de preparação e atualização dos árbitros.

As atividades estão sendo coordenadas pelo diretor de arbitragem da CBHB, Ésilo de Mello, que ministrou um dos cursos em Eusébio (CE), na semana passada, ao lado do árbitro internacional Paulo Sales de Carvalho, durante a realização da Copa Nordeste de Seleções Cadete Masculina e Feminina.

Nesta semana, estão sendo realizados mais dois cursos, um em Vitória (ES), paralelo ao Brasileiro Infantil Masculino, O árbitro internacional Rogério Pinto está dando as aulas. O outro curso é em São Sebastião do Paraíso (MG), durante o Brasileiro Cadete Feminino. As aulas são ministradas pelo árbitro internacional Nilson Menezes.

Os cursos durante as competições ocorrem para que os participantes possam atuar nos jogos e assim serem avaliados, explicou Ésilo. “Temos durante a semana aulas com conteúdo teórico, que envolve também a interpretação das regras e quatro provas, três de situação de jogo e um teste físico. Além disso, é feita uma avaliação da parte prática, pela participação dos árbitros no campeonato”, contou.

Os três cursos contam com a presença de 19 duplas de arbitragem convidadas pela CBHb e indicadas pelas federações estaduais. Na semana passada, estiveram oito duplas dos Estados do Ceará, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte e Sergipe. Em Vitória (ES) estão profissionais da Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo. Já São Sebastião do Paraíso (MG) recebe duplas de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e São Paulo.

“Nosso objetivo é atender a todas as regiões do País. Queremos ter pelo menos uma dupla de árbitros da categoria nacional em cada Estado”, finalizou o diretor.

*Com informações da CBHB