CBHb apresenta balanço do ano de 2014

Manoel Luiz Oliveira, presidente da CBHb. Foto: Divulgação/CBHb

Manoel Luiz Oliveira, presidente da CBHb. Foto: Divulgação/CBHb

O ano de 2014 chega ao fim neste 31 de dezembro e a Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) realizou o balanço do ano e contatou os avanços da modalidade. O site da CBHb publicou a retrospectiva do ano com as falas do Presidente da Confederação, Manoel Luiz de Oliveira, confira:
O ano de 2014 foi um período mais uma vez repleto de vitórias, não só nas categorias adultas, mas também que mostrou a força das futuras gerações para a modalidade. Para a Seleção Feminina, que este mês comemorou um ano do título mundial, foi um momento de manutenção, em que o foco nas próximas conquistas precisou ser trabalhado. Para a Masculina foi de atenção, pois o próximo Mundial já está marcado para meados de janeiro e as expectativas são enormes.
As atividades das duas Seleções Olímpicas não pararam durante todo o ano. Além de competições oficiais como a conquista das duas medalhas de ouro nos Jogos Sul-Americanos, no Chile, e a prata pela equipe masculina no Pan-Americano do Uruguai, foram vários torneios preparatórios para as competições que ainda estão por vir e todos com excelente desempenho.
No masculino, o Brasil foi o segundo colocado do Torneio Internacional Memorial Domingos Barcenas, com a participação da Espanha, Egito e Suécia. Mais tarde, disputou uma competição com tradicionais clubes europeus, na Espanha, e também se saiu muito bem. Em Joinville (SC), garantiu a vitória contra Estados Unidos e Uruguai. Em outubro, em São Bernardo do Campo (SP), o time masculino foi campeão do I Torneio Quatro Nações, com participação também do Egito, Argélia e Argentina.
A Seleção Feminina começou o ano com duas vitórias em amistosos contra a República Dominicana, em São Bernardo do Campo (SP). Já no meio do ano, também terminou na frente em amistosos contra os Estados Unidos e Tunísia, em Joinville (SC), e pouco depois, mais duas vitórias contra a Argentina, em Maceió (AL). Já em outubro, a Seleção integrou o seleto grupo que disputou a Golden League, na Dinamarca, ao lado das anfitriãs, Noruega e França e ficou com o quarto lugar. Já em novembro, foi a vez de garantir o título de mais um torneio na Espanha, com a equipe da casa, Polônia e Tunísia. Na sequência, o Brasil ainda disputou mais dois amistosos na Suécia.
Outro destaque foi a presença da ponta direita Alexandra Nascimento como embaixadora do handebol nos Jogos Olímpicos da Juventude. Um reconhecimento jamais alcançado pelo Brasil e que demonstra o grande prestígio do País no cenário internacional.
No handebol de areia, o domínio seguiu verde e amarelo. As duas Seleções começaram o ano com uma dobradinha no lugar mais alto do pódio do Pan-Americano, no Paraguai, e em julho, nas areias de Recife (PE), garantiram mais uma vez o ouro feminino e masculino do Campeonato Mundial, provando mais uma vez a hegemonia do País na modalidade.
Nas categorias de base, o Brasil foi campeão do Pan-Americano Juvenil Masculino, na Argentina, Juvenil Feminino, em Fortaleza (CE) e Júnior Feminino, também na Argentina. Nos Mundiais, a Seleção Júnior Feminina foi a 15ª colocada e a Juvenil Feminina, a sétima. Nos Jogos Olímpicos da Juventude, o Brasil foi quarto colocado no feminino e quinto no masculino.
Foi também mais um ano em que centenas de jovens atletas tiveram a oportunidade de ganhar conhecimento nos Acampamentos Nacionais de Desenvolvimento e Melhoria Técnica, promovidos pela Confederação em parceria com o Ministério do Esporte. De lá, já saíram e ainda irão sair muitos campeões. As atividades também qualificam técnicos, árbitros e contam com equipes multidisciplinares para cuidar do desenvolvimento do esporte.
A equipe do TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté (SP) conquistou o bicampeonato do Pan-Americano de Clubes e, consequentemente, a vaga para a disputa do super Globe, o Mundial de Clubes no Qatar, em que terminou em sexto. Mais tarde, a equipe garantiu também o título da Liga Nacional Masculina. Já no Feminino, a Metodista/São Bernardo (SP) assegurou o oitavo título da competição. A competição este ano ganhou ainda mais força e foi disputada do início ao fim. Contou confrangidas das fases semifinais e finais pelos canais SporTV e patrocínio dos Correios, Banco do Brasil e BB Consórcios.
Para completar, a equipe do CAIC Balduíno, do Piauí, fez bonito e faturou a medalha de prata no Mundial Escolar. Já a Seleção Feminina Universitária foi ouro e a Masculina Prata no Mundial disputado em Portugal.
Todas essas conquistas deixam  certeza de que o handebol brasileiro está no caminho certo e que muitas outras alegrias estão por vir. “Estamos muito felizes com todas as conquistas que estamos tendo. Passamos a ocupar um lugar maior na mídia e conquistamos parceiros importantes. Temos muitas coisas a comemorar”, disse o presidente da Confederação Brasileira de Handebol, Manoel Luiz Oliveira, lembrando que tudo tem sido possível graças a parceiros que acreditaram no esporte como os Correios e o Banco do Brasil, patrocinadores oficiais das Seleções, além do Comitê Olímpico Brasileiro e do Ministério do Esporte.
“Tivemos resultados muito expressivos em todas as categorias. Mais recentemente a conquista do torneio Quatro Nações pela nossa Seleção Masculina. As duas medalhas de ouro no Mundial de Handebol de Areia em casa. Um ouro e uma prata no Mundial Universitário, fomos vice-campeões femininos no Jogos Mundiais escolares. Tivemos um crescimento em todas as categorias nos dois naipes. Temos uma alegria muito grande e também uma preocupação, pois agora temos que nos superar”, relatou o dirigente.
Para ele, o próximo ano será de muito trabalho, mas que com certeza, irá valer a pena. “Temos expectativas extremamente positivas. No início do ano vamos disputar o Mundial Adulto Masculino e esperamos garantir o nosso melhor resultado. Além disso teremos o Pan-Americano Feminino, os Jogos Pan-Americanos e o Mundial feminino no fim do ano. Tenho certeza que vamos continuar mostrando a força do handebol brasileiro”, finalizou.

Retrospectiva Dois Minutos

O blog não podia ficar de fora do balanço deste ano e nossos parceiros da Rádio Estação Web farão a transmissão de um Especial Nada Além de Dois Minutos que será hoje às 19h na rádio. Nele você confere a retrospectiva do ano, a projeção de 2015 e ainda o crescimento do naipe feminino. Perdeu algum lance do ano? O handebol mundial, brasileiro e local passa no especial Nada Além de Dois Minutos direto no www.radioestacaoweb.com

Em fevereiro tem peneira em Campo Grande

Logo da UCDB

Logo da UCDB

No dia 7 de fevereiro terá seletivas para equipe de handebol masculino na Universidade Católica Dom Bosco, de Campo Grande (MS). As provas serão realizadas no Ginásio Poliesportivo da universidade a partir das 14h.

Os interessados em participar da peneira podem realizar as inscrições no setor de Esporte e Lazer da Universidade, localizado na sala C-110, bloco A, entre os dias 2 a 20 de fevereiro.

Mais informações adicionais podem ser obtidas pelo telefone: (67) 3312-3347.

Definida a Seleção Brasileira que irá para o Mundial do Qatar

Jordi Ribera disse que definir a Seleção não foi fácil/Foto: CBHb

Jordi Ribera disse que definir a Seleção não foi fácil/Foto: CBHb

Hoje, 30 de dezembro, a CBHb divulgou a lista com os 17 atletas que representarão o Brasil no Mundial do Qatar. Primeiramente Jordi Ribera havia convocado 20 atletas para duas fases de treinos e como nesta terça-feira acabava a segunda fase de treinamento, Jordi divulgou a lista dos convocados.

O Mundial Masculino será sediado no Qatar e o Brasil abrirá o campeonato em partida contra os donos da casa. Os 17 atletas chamados para compor a Seleção voltaram a se encontrar para amistosos no dia 4 de janeiro. Após três dias de treinos aqui no Brasil, a Seleção irá para o Egito participar de três amistosos contra a seleção egípcia, o Marrocos e a Arábia Saudita.

Jordi Ribera falou que definir quais os jogadores que irão para o Qatar não foi uma tarefa nada fácil. “Chegamos a um ponto em que os atletas têm um nível bem alto e que já entraram na filosofia de trabalho que adotamos para a Seleção. Então, é sempre difícil essa escolha, que acaba sendo definida por pequenos detalhes”, falou Jordi. O treinador, no entanto, lembrou que mesmo quem não foi convocado certamente será convocado em outros momentos, já que a qualidade de todos os atletas é ampla. “Essa escolha é de muita responsabilidade, mas a fizemos em benefício do que entendemos ser melhor para o coletivo e para as dinâmicas de jogo. Os que não ficaram sabem que podem voltar para outras competições. É um caminho grande, em que estamos sempre renovando”, salientou.

O objetivo do Brasil é superar o 13º lugar conquistado em 2013. A Seleção Brasileira está no grupo A do Mundial ao lado de Qatar, Espanha, Eslovênia, Bielorrússia e Chile.

Lista de convocados da Seleção Brasileira para Mundial Qatar 2015

Goleiros: César Augusto Oliveira de Almeida (Asociación Deportiva Ciudad de Guadalajara-Espanha) e Luís Ricardo Miles do Nascimento (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP).

Pivôs: Alexandro Pozzer (Asociación Deportiva Ciudad de Guadalajara-Espanha) e Vinícius Santos Teixeira (EC Pinheiros-SP).

Armadores: Arthur Malburg Patrianova (BM Villa de Aranda-Espanha), Fernando José Pacheco Filho (EC Pinheiros-SP), Guilherme Valadão Gama (BM Granollers-Espanha), Gustavo Nakamura Cardoso (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP), José Guilherme de Toledo (BM Granollers-Espanha) e Thiagus Petrus Gonçalves dos Santos (Nathurhouse La Rioja-Espanha).

Pontas: Cléber Antônio de Andrade (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP), Fábio Rocha Chiuffa (Asociación Deportiva Ciudad de Guadalajara-Espanha), Felipe Borges Dutra Ribeiro (Montpellier Agglomeratión-França) e Lucas Cândido (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP).

Centrais: Diogo Kent Hubner (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP), Henrique Selicani Teixeira (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP) e João Pedro Francisco da Silva (Real Ademar León-Espanha).

Seleção Brasileira inicia semana com treino para o #Qatar2015

Seleção para na terça-feira para a virada de ano. Foto: Wander Roberto/Inovafoto/Photo&Grafia

Seleção para na terça-feira para a virada de ano. Foto: Wander Roberto/Inovafoto/Photo&Grafia

Desde a última sexta-feira a seleção brasileira está na fase de treinos para o Mundial do Qatar onde vai disputar pelo grupo A onde encara o Qatar no dia 15 de janeiro. Antes disso a  seleção embarca no dia 7 para o Egito onde disputará um torneio amistoso preparatório para o Mundial.

O trabalho para amanhã e recomeça no domingo para que a equipe treina até o dia da viajem para o amistoso. Os 16 convocados pelo técnico Jordi Ribera treinam no ginásio Noêmia Assumpção em Camilópolis e na academia no ginásio do EDA, em São Caetano do Sul. Confira a programação:

Treinamentos*

Segunda-feira (29)
10h às 11h30 – Academia
17h às 19h – Quadra
Terça-feira (30)
10 às 12h – Quadra
Segunda-feira (5)
10h às 11h30 – Academia
17h às 19h – Quadra
Terça-feira (6)
10h às 12h – Quadra
Serviço
Treinamentos da Seleção Masculina de Handebol
Data: 26 a 30/12 e de 4 a 6/01
Locais – Quadra: ginásio Noêmia Assumpção (Camilópolis) – rua Custódio, 50 – Santo André (SP)
Academia: ginásio do EDA – rua Tibago, 10 – São Caetano do Sul (SP)
Seleção Brasileira Masculina
Goleiros – César Augusto Oliveira de Almeida (Asociación Deportiva Ciudad de Guadalajara-Espanha), Luís Ricardo Miles do Nascimento (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP) e Maik Ferreira dos Santos (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP).
Pivôs – Alexandro Pozzer (Asociación Deportiva Ciudad de Guadalajara-Espanha), Rogério Moraes Ferreira (Vila Olímpica Manoel Tubino/FAB-RJ) e Vinícius Santos Teixeira (EC Pinheiros-SP).
Armadores – Arthur Malburg Patrianova (BM Villa de Aranda-Espanha), Fernando José Pacheco Filho (EC Pinheiros-SP), Guilherme Valadão Gama (BM Granollers-Espanha), Gustavo Nakamura Cardoso (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP), José Guilherme de Toledo (BM Granollers-Espanha) e Thiagus Petrus Gonçalves dos Santos (Nathurhouse La Rioja-Espanha).
Pontas – Carlos Alberto Mirabal Castillo (Metodista/São Bernardo-SP), Cléber Antônio de Andrade (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP), Cleryston David Cordeiro Novais (Vila Olímpica Manoel Tubino/FAB-RJ), Fábio Rocha Chiuffa (Asociación Deportiva Ciudad de Guadalajara-Espanha) e Lucas Cândido (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP).
Centrais – Diogo Kent Hubner (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP), Henrique Selicani Teixeira (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP) e João Pedro Francisco da Silva (Real Ademar León-Espanha).
*Com informações da CBHb

Conferência discute medicina esportiva durante Qatar 2015

Aspetar/IHF

Aspetar/IHF

O mundial do Qatar começa em poucos dias e a Federação Internacional de Handebol (IHF) juntamente com o Comitê de Handebol do Qatar 2015 promoverão um congresso que tratará sobre o papel da medicina no esporte: Conference on New Sports Medicine Concepts in Handball.

A Conferência acontece nos dias 23 e 24 de janeiro a Aspetar, hospital especializado em medicina esportiva, junto com a Comissão Médica da IHF promoverão painéis, palestras, o curso permitirá um maior acesso para que os participantes possam aumentar o seu desenvolvimento profissional e implementar o mais recente tratamento clínico e abordagem, que também irá aumentar a compreensão do principal conceitos por trás lesões no handebol e como esses conceitos são relevantes para a profissão médica em todo o mundo.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do site da Aspetar, as vagas para o evento são limitadas, garanta sua participação.