Dani Piedade renovou o contrato com o Siofok por mais um ano

Dani Piedade em partida pelo Siofok/ Foto: Page oficial de Daniela Piedade

Dani Piedade em partida pelo Siofok/ Foto: Page oficial de Daniela Piedade

A pivô da Seleção Brasileira Feminina, Daniela Piedade, renovou o contrato com o Siofok, time da Hungria, por mais um ano. Em suas redes sociais ela comemorou o fato de poder atuar na equipe na temporada 2015/2016. Em entrevista ela ressaltou que atuar em uma das ligas mais fortes da Europa é uma ótima experiência.

Daniela está no Siofok desde o ano passado. Antes a atleta atuou no Hypo Nö, de 2003 a 2012; e no RK Krim, de 2012 a 2014.

Em entrevista para o site do clube húngaro a jogadora da Seleção Brasileira falou que atuar no Siofok neste último ano foi estimulante, já que era a experiência de atuar em um país diferente, em uma nova equipe, com novos companheiros, uma nova direção e uma nova liga. “Era primeira vez na minha vida que eu jogaria uma competição muito forte e equilibrada. Apesar do fato de eu ter jogado 12 anos na Liga dos Campeões, ter atuado no Campeonato Brasileiro, Austríaco e Esloveno, em geral não eram tão fortes e equilibrados quanto o Húngaro. Estou satisfeita com essas mudanças e estou cheia de experiências positivas”, ressaltou Dani.

Para a pivô o Campeonato Húngaro atualmente é um dos mais fortes da Europa, já que é bastante equilibrado. Ela explicou que as equipes são fortes e a grande maioria tem chances de chegar ao pódio, sendo que isso motiva ainda mais os atletas. “Não existem jogos fáceis na Liga Húngara e eles devem continuar a desempenhar um papel muito bom para mim, porque assim eu posso ter condição suficiente para ajudar a Seleção Brasileira conquistar títulos importantes”, destacou.

A entrevista pode ser vista aqui (em húngaro).

Dani Piedade retorna no dia 14 de maio para a Seleção, pois foi convocada para uma série de treinos preparatórios antes do Pan-Americano de Handebol Feminino.

Maquete facilita para deficientes visuais conhecer o Parque Olímpico

A maquete tátil foi projetada com escala de 1 para 750./ Foto: Renato Sette Camara - RMC

A maquete tátil foi projetada com escala de 1 para 750./ Foto: Renato Sette Camara – RMC

Olha que bacana! A Prefeitura do Rio de Janeiro lançou nesta semana uma maquete tátil do Parque Olímpico que receberá os Jogos Olimpícos #Rio2016. O lançamento da maquete ocorreu no Instituto Benjamin Constant (IBC), tradicional instituição de ensino para deficientes visuais.

A maquete do parque Olímpico da Barra da Tijuca tem aproximadamente 1,3 m² e é uma réplica em miniatura do local onde serão as competições de 16 modalidades olímpicas e nove paralímpicas. Estão representados na obra o terreno do Parque Olímpico, as nove arenas esportivas (Arenas Cariocas 1, 2 e 3, Arena do Futuro, Estádio Aquático, Centro de Tênis, Velódromo, Parque Aquático Maria Lenk e Arena Rio), o Centro Principal de Imprensa (MPC), o Centro Internacional de Transmissão (IBC), o hotel e o Live Site. Para ajudar na localização do terreno também foram representados elementos do entorno imediato, como a Lagoa de Jacarepaguá, a Avenida Embaixador Abelardo Bueno e estações de BRT.

O diferencial desta maquete é que ela foi construída com os mínimos detalhes para que os deficientes visuais tenham uma percepção espacial do Parque Olímpico e através do toque consigam gerar mentalmente uma imagem. ““Com a maquete, o público poderá conhecer o Parque Olímpico em uma versão fiel reduzida, real e não virtual. Maquete é lúdica, atinge criança, adulto, todo mundo. E no caso de uma maquete tátil, mais ainda, pois inclui os deficientes visuais, que conseguirão sentir o Parque pelo tato, perceber a Via Olímpica, as ruas, a lagoa, a vegetação, os volumes”, disse Joaquim Monteiro, presidente da Empresa Olímpica Municipal (EOM).

A ideia de criar a maquete tátil surgiu após uma visita ao Parque Olímpico por deficientes visuais. Nesta visita identificou-se que o grupo teve dificuldade do grupo entender como é o Parque. A maquete foi construída em parceria com a Concessionária Rio Mais, responsável por parte das obras do Parque Olímpico.

Além de ter mais detalhes a maquete tátil também é confeccionada com materiais mais residentes, fazendo assim com que ela não quebre ao ser tocada.

O jogador de futebol de cinco, campeão brasileiro e membro da equipe do Comitê Rio 2016, Marcos Lima, que é deficiente visual desde a infância, contribuiu na execução do projeto. “A nossa ideia é possibilitar que a pessoa com deficiência visual toque e sinta não apenas a posição de cada arena, mas também sua forma e construção. Eu, particularmente, amo maquete e miniaturas, tenho uma coleção em casa, pois é a forma como eu consigo ver o mundo. Esta maquete está mudando a minha forma de ver o Parque Olímpico e isso não é só pra mim, a gente espera que seja para todos os NPCs e NOCs (Comitês Paralímpicos e Olímpicos Nacionais) que vão visitar o Parque Olímpico durante sua construção e, principalmente, todos os cariocas, brasileiros e estrangeiros que vão estar no Parque Olímpico durante os Jogos”, comemorou Lima.

A maquete ficará exposta no Instituto Benjamin Constant, após será apresentada aos alunos das três unidades dos Ginásios Experimentais Olímpicos (GEOs): Felix Mielli Venerando, no Caju; Dr. Sócrates, em Pedra de Guaratiba; e Juan Antonio Samaranch, em Santa Teresa. Depois de ser exposta a maquete tátil ficará na sede da Empresa Olímpica Municipal e do Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Hoje é o último dia para comprar os ingressos para os Jogos 2016

PRORROGADO! Hoje era para ser o último dia para quem quer comprar os ingressos para as Olimpíadas 2016 durante a primeira fase. Mas as inscrições foram prorrogadas até 6 de maio. Nesta primeira etapa, a página de ingressos está aberta para receber os pedidos para o primeiro sorteio. Mas é preciso ficar atento a esta informação: serão cerca de 700 competições de 42 esportes olímpicos, porém os pedidos são limitados a 4 ou 6 ingressos para cada sessão esportiva ou cerimônia. A limitação no número de ingressos será de acordo com a procura pelo esporte. Uma única pessoa poderá solicitar ingressos para até 20 sessões diferentes.

Apenas os que participarem desta etapa (de compra) poderão escolher novos ingressos no 2º sorteio, em junho deste ano. Mais detalhes de como fazer a inscrição clique aqui. Nos preparamos um post explicando direitinho como proceder.

Se você já sabe como fazer a inscrição e esta com pressa, rsrsrsrs, só clicar aqui, pois irá direto para o site da Organização.

*atualizado às 20h10

Brasil Handball Cup encerra inscrições amanhã

Arte: Brasil Handball Cup

Arte: Brasil Handball Cup

De 3 a 7 de junho o 3º BRASIL HANDBALL CUP 2015  acontece  em São Caetano do Sul com oportunidade para as equipes das categorias Mirim, Infantil, Cadete e Juvenil nos naipes masculino e feminino. 19 equipes de São Paulo, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Minas Gerais, Espirito Santo, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro já estão confirmados na disputa.

O professor Sidinei Alves de Souza foi o idealizador do evento que iniciou o evento em 2013 quando quis promover a integração entre atletas e a sociabilização no esporte, dar uma oportunidade de aprimorar o desenvolvimento de atletas das categorias de base das instituições de ensino, clubes e prefeituras. Responsável pelas equipes do cadete, juvenil e júnior no E.C Pinheiros, Souza conseguiu reunir no primeiro evento mais de 500 atletas .

Para a edição 2015 as equipes pagam R$ 220 reais para a inscrição tendo opção de valor por atleta de sem alojamento e sem alimentação paganfo R$ 200,00 por pessoa, R$ 330,00 por pessoa com alojamento em escola e R$ 550,00 por pessoa em caso de optarem por hotel. Para maiores informações basta acessar brasilhandballcup.com.br, pelo e-mail: brasilhandballcup@hotmail.com ou nos números (11) 97040-1608 – Tim / (11) 99772-1080 – Vivo / (11) 96304-7772 – Claro /(11) 95712-7628 – Oi com Edson Alves (Baiano).

 

Brasil faz treino antes de viajar a Cuba

A seleção feminina encara mais uma etapa de treinos a partir do dia 14 de maio. Foto: Divulgação/CBHb

A seleção feminina encara mais uma etapa de treinos a partir do dia 14 de maio. Foto: Divulgação/CBHb

A disputa do Pan-Americano de handebol acontece em Cuba a partir do dia 21 de maio para nossa seleção feminina. A equipe do técnico Morten Soubak convocou 14 atletas para realizar treinos em São Caetano do Sul antes de viajar para o compromisso que antecede uma agenda cheia para a equipe que ainda inclui os jogos Pan-Americanos em Toronto e o mundial na Dinamarca.

Além de jogadoras que fizeram parte da conquista do mundial em 2013 ainda haverão novidades no grupo como a goleira Jacqueline Santana, que joga pelo Toulon, da França, e a armadora Adriana do Nascimento Lima, do  MKS Zaglebie Lubin, que atua na Polônia, que voltam a seleção. Confira a lista de convocadas:

Seleção Brasileira Feminina

Goleira – Jacqueline Oliveira Santana (Toulon-França) e Jéssica Silva de Oliveira (Handebol Concórdia-SC).
Armadoras – Adriana do Nascimento Lima (MKS Zaglebie Lubin-Polônia), Amanda Andrade (handebol Concórdia-SC), Jaqueline Anastácio (Ringkobing Handbold-Dinamarca) e Karoline Souza (Nikobing Handboldklub-Dinamarca).
Central – Francielle Gomes da Rocha (Hypo Nö-Áustria).
Pontas – Célia Janete Costa Coppi (Metodista/São Bernardo-SP), Jéssica Quintino (MKS Selgros Lubin- Polônia), Larissa Fais Munhoz Araújo (Apahand/UCS/Caxias do Sul-RS) e Samira Rocha (OGC Nice-França).
Pivôs – Daniela Piedade (Siofok KC-Hungria), Fabiana Diniz (Nantes Loire Atlantique-França) e Tamires Morena Lima de Araújo (Gyori Audi ETO-Hungria).

Conheça UFRGS, União e Amigos – participantes do #CMHPortoAlegre2015

Na terça-feira passada, 21 de abril, começamos uma pequena série sobre as equipes participantes do Campeonato Municipal de Porto Alegre. Hoje, 28 de abril, apresentamos mais três equipes. Confira um pouco da história de UFRGS, União e Amigos do Handebol

UFRGS meninos e meninas de olho no pódio

Logo UFRGS

Logo UFRGS

A UFRGS tem equipes masculina e feminina disputando o #CMHPortoAlegre2015. Os meninos são os atuais campeões do Campeonato e também no ano passado a principal conquista da Copa Mercosul 2014. As meninas ainda não chegaram ao pódio, mas estão treinando forte para se destacarem no handebol de porto-alegrense.

Os times da Universidade Federal surgiu com a contratação do técnico Guilherme Cortoni Caporal, em 2011.

Meta: “No feminino queremos chegar no pódio e no masculino entre os 2 primeiros”, ressaltou Guilherme.

Ficha Técnica
Equipe: UFRGS Handebol;
Cidade: Porto Alegre (RS);
Ano de fundação: 2011;
Treinador: Guilherme Cortoni Caporal;
Naipe: masculino e feminino.

União disputa o Municipal com o objetivo de se desenvolver no esporte

Logo União

Logo União

A União tem uma longa história, apesar do pouco tempo de existência, isso porque a equipe começou as suas atividades no Colégio Paula Soares. Contudo, com o passar do tempo as alunas foram saindo da escola e o time perdendo atletas. Foi então quando a atleta Andréia Ramires, junto com o prefessor Tito tiveram a ideia de formar um time que não levasse o nome do colégio e que pudesse ter jogadoras de outros lugares para integrar a equipe. Em 2014 nasceu a União Handebol.

Por ser uma equipe com pouco tempo de vida eles consideram que a maior vitória no momento foi ter conseguido montar uma equipe. Também ter organizado a 1ª Copa União de Handebol, no ano passado. Um dos objetivos da equipe é futuramente também contar com um time masculino.

Meta: “Nossa meta é a mesma de sempre, pelo amor ao handebol estarmos sempre disputando todas as competições possíveis e estarmos cada vez melhores”, disse Andréia.

Ficha Técnica
Equipe: União Handebol;
Cidade: Porto Alegre (RS);
Ano de fundação: 2014;
Treinador: Professor Tito;
Naipe: feminino.

Amigos Handebol quer ficar entre os finalistas

Logo Amigos

Logo Amigos

O time Amigos do Handebol é a união de amigos apaixonados por handebol e que jogam desde o começo da adolescência. O time jogou pela primeira vez por volta de 2008. O Amigos do Handbeol não conta com treinador, e além de praticarem o handebol indoor também jogam o handebol de areia.

A grande parte dos títulos vieram das areias praianas do sul. De acordo com o atleta Fernando Queiroz Gonçalves, o time já ganhou algumas etapas municipais de Porto Alegre de Handebol de Areia, a etapa de Tramandaí e foi vice do Campeonato Estadual de Handbeach.

Meta: “A nossa perspectiva é ficar entre os finalistas”, ressaltou Fernando

Ficha Técnica
Equipe: Amigos do Handebol;
Cidade: Porto Alegre (RS);
Ano de fundação: 2008;
Treinador: xxx
Naipe: masculino.

*Conheça mais equipes: