Seleção Brasileira Feminina não participará da Surdolimpíada. Entenda o motivo

Seleção Brasileira se preparará para o Mundial/ Foto: divulgação

A Seleção Brasileira Feminina não irá a Turquia disputar a Surdolimpíada em julho. O motivo foi o cancelamento da competição, apenas no naipe, por parte da decisão da ICSD (Internacional Confederação de Desportos de Surdos), organizadora do evento.

Segundo informações divulgadas, apenas três países confirmaram a participação de seleções nacionais de handebol feminino, porém a ICSD exige que para ter uma competição neste porte é necessário ter no mínimo cinco países interessados.

Em nota da CBDS (Confederação Brasileira de Desportos de Surdos), assinada por Anderson Santana Jr., diretor de esportes, e Mariana Hora, chefe da delegação surdolímpica, divulgou-se a informação que a entidade responsável pelos Jogos sugeriu que os países interessados participassem de uma Demonstration Sports (DEMO) durante o Deaflympics 2017, para incentivar a categoria a fim de que haja mais países interessados em participar no evento
seguinte. No entanto, os participantes não receberiam medalhas nem premiação, sendo que os jogos seriam amistosos, e não oficiais.

“Nesse caso, a equipe da CBDS não concorda em fazermos os nossas surdoatletas gastarem muito dinheiro e sacrificarem para ir à Turquia, com todas as nossas dificuldades para conseguir apoio e patrocínios, para participar de um jogo sem nenhum valor, apenas para demonstração às Entidades de desportos de surdos dos outros países, as quais, infelizmente, não se mobilizam em fomentar o handebol feminino”, ressaltaram os responsáveis brasileiros.

A nota ainda diz “O Brasil é um grande motivador dentro da modalidade e tem tudo para levar a equipe feminina para o Mundial também. A CBDS procurou fazer seu papel da melhor forma possível, infelizmente não depende apenas de nós. Lamentamos muito a posição do comitê organizador para o cancelamento do handebol feminino no Deaflympics 2017 e não desistimos, ainda estamos tentando argumentar e convencer os países a levarem as equipes de handebol feminino para que consigamos realizar a competição em caráter oficial, Mas, o tempo resolver isso está bastante curto.”

Anderson e Mariana alertam que a suspensão da equipe feminina brasileira poderá ser revertida, caso haja interesse de outros países em participar no handebol feminino e se inscrevam, no qual os jogos terão caráter oficial.

Anúncios

Um comentário sobre “Seleção Brasileira Feminina não participará da Surdolimpíada. Entenda o motivo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s