Seleção Brasileira Feminina foi convocada para Torneio Quadrangular na Noruega

A Seleção Brasileira retorna a quadra pra se prepara para o Mundial do Japão. Foto: CBHb

A Seleção Brasileira Feminina foi convocada para o Torneio Quadrangular na Noruega. A competição fará parte da fase de treinos das brasileiras que se prepara para o Mundial do Japão, em dezembro. A apresentação da equipe feminina será no dia 22 de setembro. O Torneio terá as disputas entre os dias 26 a 29 desse mês. Além do Brasil participarão do Quadrangular da Noruega, que será na cidade de Stavanger, as seleções norueguesa, japonesa e argentina.

Na convocação o técnico Jorge Dueñas preferiu manter a base do time que foi ouro no Pan-Americano Lima 2019 e, ainda, reintegrou as atletas Ana Cláudia, Gabriela Moreschi e Isaura Menin, que participaram da última fase de treinos visando o pan.

O supervisor Álvaro Casagrande explicou que está otimista para essa fase de treinos:

“A expectativa para a fase é muito boa pois estamos indo com a base que foi campeã dos jogos Pan-Americanos e acho que é mais um momento para dar ritmo para a equipe que está prestes a participar do mundial, trabalhar e ajustar detalhes. O torneio será importante para manter nosso trabalho de evolução visando o mundial. As seleções que serão nossas adversárias no torneio são de grande qualidade. Esperamos fazer três bons jogos, três jogos de nível”.

Confira abaixo as atletas convocadas por Dueñas:

Seleção Brasileira

Goleiras: Bárbara Arenhart (Vaci Noi Kezilabda), Gabriela Moreschi (Fleury Loiret) e Renata Arruda (Bera Bera);

Pontas: Adriana de Castro (Bera Bera), Ana Cláudia Bolzan (Esporte Clube Pinheiros), Larissa Araújo (CSU Cluj Napoca e Mariana Costa (CS Gloria Bistrit Nasaud);

Centrais: Ana Paula Belo (Rostov), Bruna de Paula (Fleury Loiret) e Patrícia Machado (MKS Zaglebie Lubin);

Armadoras: Deonise Fachinello (Bourg de Péage), Eduarda Amorim (Györ), Jaqueline Anastácio (Magura Cisnadie) e Samara Vieira (SCM Ramnicu Valcea);

Pivôs: Elaine Gomes (CSM Corona Brasov), Isaura Menin (Rincón Fertilidad Malaga) e Tamires Araújo (HC Dunãrea Brãila).

Comissão Técnica:

Técnico: Jorge Dueñas;
Auxiliares Técnicos: Juan Carlos Solar e Cristiano Rocha (Auxiliar Técnico);
Supervisor: Álvaro Casagrande;
Fisioterapeuta: Jéssica Rocha;
Médica: Pauline Bittencourt.

Anúncios

Lima 2019 tem recorde de público no Parapan-Americano!

Lima teve o maior público desde o início das competições em 1999. Foto: Lima 2019

Lima 2019 teve recorde de público no Parapan-Americano. De acordo com a organização dos Jogos mais de 170 mil espectadores assistiram as competições nos locais de disputas. A marca já havia sido declarada por Carlos Neuhaus, Presidente do Comitê Organizador Lima 2019 (COPAL), em discurso da Cerimônia de Encerramento dos Jogos, porém ainda faltava confirmar os números.

Conforme divulgado pela Área de venda de entradas, ao todo foram vendidos 170,341 mil ingressos.

Em nota da COPAL, os responsáveis disseram:

“Este grande número de vendas evidencia o grande interesse, que se despertou o público peruano, por conhecer mais sobre os paradesportos, a grande simpatia que geraram os paratletas do continente e suas admiráveis lutas para conquistarem seus sonhos.”

Com dança e música, Lima se despediu dos Jogos Pan e Parapan-Americanos 2019

As cores que ganharam o céu e coloriram a festa. Foto: Lima 2019

Uma linda festa fechou o Parapan-Americano Lima 2019 na noite desse domingo, 1º de setembro. Foram cerca de três horas de celebração do esporte, que teve discursos, shows e a apresentação da sede dos Jogos de 2023.

Primeiro a subir no palco foi a mascote Milko. Ele fez uma pequena apresentação para os atletas presentes no Estádio Nacional e espectadores, antes do festejo principal acontecer. Milko preparou o esquenta do evento que teria muita dança.

Fogos de artifício vermelhos deram início a Cerimônia. Kátia Condos, atriz e apresentadora, e Gonzales Torres, comediante, ator, radialista e apresentador, foram chamados para o palco principal. Eles foram os apresentadores da Cerimônia. Na fala inicial eles brincaram com o público, agradeceram os presentes e lembraram dos voluntários.

“Só foi possível fazer o Parapan graças ao amor dos voluntários”, lembraou Gonzales.

O Hino Nacional do Peru foi tocado. Na sequência, os apresentadores chamaram a primeira atração. Laguna Pai entrou no palco e comandou o espetáculo, tocando um animado reegae que animou os atletas. Vai con fé, em parceria com MC Bomgo, foi a segunda música a ser tocada, agitando ainda mais os presentes no estádio.

No fim da apresentação o vocalista declarou seu amor ao país: “Te quiero Peru, te amo Peru!” Assim fechou a parte da Cerimônia denominada Inspiração.

Logo após o show, no telão foi passado um vídeo sobre o trabalho dos voluntários. Ileana Rodríguez, atleta da natação dos Estados Unidos, representante dos paratletas, entregou aos representantes dos voluntários um boneco do Milko. Era a celebração do trabalho de voluntários que fizeram os Jogos.

O Duo Marinera levaram a tança latina para o palco do Estádio Nacional. Foto: Lima 2019

O Dueto de Marinera, dos dançarinos Desirré Núñes Del Prado e Javier Morales, assumiram o palco na sequência, dando um ponto a mais da cultura peruana. Essa apresentação deu o fim da fase da Cerimônia “Determinação”.

A banda de rock indie, We The Lion, fez seu pockshow na sequência. Eles, que lançaram o primeiro álbum “Violet” em 2016, representaram a parte do espetáculo chamado Coragem.

Com o fim do show, foram chamados para o palco os Sr. Carlos Nehaus, Presidente do Comitê organizador do Pan e Parapan Lima, e Sr. Julio César Ávila, Presidente do Comitê Paralímpico das Américas.

O primeiro a discursar foi Nehaus, lembrou que foram batidas nove marcas mundiais e 13 esportes garantiram vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Direcionado aos peruanos ele ressaltou: “Vocês são os maiores anfitriões do mundo!”

Ávila discursou na sequência. O presidente destacou que o público peruano lotou os estádios, ginásios e locais de competições do Parpan-Americano, tornando essa edição com o maior número de pessoas assistindo as disputas. O Presidente Parapan-Americano ainda ressaltou que com o Pan e o Parapan Lima contará com espaços para os peruanos praticarem esportes e também para o País poder desenvolver os desportos.

“Obrigado por esse dia tão sonhado (…). Espero recordar desse Parapan para sempre, mas infelizmente eu tenho que dizer que os Jogos Parapan Lima estão encerrados, mas levaremos na lembrança esses momentos incríveis”. Fechou assim o discurso.

Enquanto tocou o Hino Pan-Americano, a bandeira Parapan-Americana foi retirada do mastro e entregue a Ávila. Ele, por sua vez, a entregou para Andres Otelo Klein, Sub-secretário de esportes do Chile.

Era o momento de apresentar o Chile, país-sede dos Jogos Pan e Parapan-Americanos 2023. A capital Santiago receberá as disputas. Isidora Guzmán, uma jovem de 14 anos, cantou o Hino Nacional do Chile.

Los Jaivas se apresentaram. A banda representou o Chile na festa de Lima.

Katia e Gonzales voltaram a apresentar a Cerimônia, após falarem a animarem o público, chamaram a cantora Eva Ayllón. Eva, acompanhada de bailarinhos e dos meninos que participaram do teatro da festa de abertura, cantou “Una canción por todos”. Uma chama do fogo parapan-americano foi pego em uma tocha e passado para Ávila. Ao fim da música fogos de tom champanhe ganharam os céus e a Pira Parapan-Americana foi apagada.

A música tema do Pan e do Parapan Lima 2019, Jugamos Todos, foi interpretada, enquanto os voluntários dançavam. Era o último momento da Cerimônia.

Os apresentadores chamaram Hermanos Yaipém, a orquestra de cumbia peruana. Começou o Baile dos Aletas. Muitos dançaram, outros aproveitaram para por a conversa em dia, enquanto parte da delegação brasileira resolveu puxar um trenzinho em meio as cadeiras, onde estavam sentados os atletas.

Com dança, música e muita diversão, Lima se despediu dos Jogos Pan e Parapan-Americanos 2019.

https://platform.twitter.com/widgets.js

Seleções Brasileiras conhecem seus adversários do ANOC Jogos Olímpicos de Praia

Seleções Brasileiras levantaram as taças do Sul-Americano. Foto: CBHb

As Seleções Brasileiras de Handebol de Areia conheceram seus adversários do ANOC Jogos Olímpicos de Praia. Ao todo 24 seleções disputarão a competição, sendo 12 equipes no feminino e 12 no masculino. As seleções estão, em ambos os naipes, divididas em dois grupos, de seis cada. O Brasil, tanto entre as mulheres tanto entre os homens, está nos Grupos A. Os Jogos Olímpicos de Praia, que será disputado pela primeira vez, será entre 12 a 16 de outubro, em Doha (QAT).

No Feminino, a Seleção Brasileira está, como já dito no Grupo A, ao lado de Dinamarca, Hungria, Argentina, Estados Unidos e Tunísia.

Na Chave B estão Grécia, Espanha, Polônia, China, Austrália e Vietnã.

No Masculino, a Seleção Brasileira também está no Grupo A, junto a Suécia, Dinamarca, Omã, Estados Unidos e Austrália.

Na Chave B estão Croácia, Hungria, Espanha, Qatar, Uruguai e Tunísia.

Brasil é bicampeão e tricampeão no Goalball Lima 2019!

Ouro de dobradinha. Fotos: CBDV

Ouro de dobradinha para as Seleções Brasileiras de Goalball no Parapan-Americano Lima 2019! As finais foram no começo desta noite de sábado, sendo que no feminino e no masculino, o Brasil encarou os Estados Unidos. A conquista dos lugares mais altos do pódio levaram o país a conquista de títulos, no feminino, as brasileiras se tornaram bicampeãs, no masculino, os brasileiros se tornaram tricampeões.

Estados Unidos x Brasil – Feminino

Estados Unidos e Brasil fizeram uma partida com quatro tempos! Sim, assim como nas semifinais, as defesas foram os grandes destaques. No primeiro tempo, as estadunidenses abriram uma pequena vantagem (2-1). Mas no segundo tempo, as brasileiras reagiram e pressionaram, conseguiram marcar e empatar o jogo. Placar: EUA 3 x 3 BRA.

A disputa pelas medalhas precisava de uma seleção campeão. O problema, ambas equipes não estavam dispostas a levar gol e fecharam as redes. O jogo permaneceu sem balançar as redes (3-3). Foi necessário um quarto tempo, novamente boas defesas das norte-americanas e das guerreiras brasileiras. Faltando apenas 14 segundos para o apito final, Jéssica Vitorino faz o seu único gol do jogo e dá a medalha de ouro para a Seleção Brasileira. Placar Final: EUA 3 x 4 BRA.

A artilheira da partida final foi Ana Carolina Custódio, do Brasil, com 2 gols marcados.

Brasil x Estados Unidos – Masculino

Brasil e Estados Unidos também se enfrentarão pelo masculino, mas essa partida foi bem mais calma, se dá para falar assim, já que as defesas tiveram trabalho para defender as redes. No entanto, os brasileiros conseguiram dominar o primeiro, abriram vantagem e foram para o intervalo com tranquilidade de estar cinco gols a frente. Placar Parcial: BRA 8 x 3 EUA.

No segundo tempo, os brasileiros seguiram a frente, comandando o ritmo do confronto. Por quase todo o confronto, a Seleção Brasileira conseguiu manter os cinco gols de vantagem, mas já no final, Estados Unidos reagiu e deu trabalho para os nossos guerreiros. O jogo faltava segundos para acabar e teve dois tempos técnicos. A partida aqueceu, mas se os estadunidenses marcaram, os brasileiros também. Assim, o Brasil garantiu o ouro. Placar Final: BRA 12 x 9 EUA.

Leomon Moreno, do Brasil, foi o artilheiro da final, com 5 gols marcados.

Bronzes ficaram com Canadá

Os bronzes, no feminino e no masculino, foram conquistados pelo Canadá.

Primeiro, entre as mulheres, a seleção canadense goleou o México, por 0 a 10.

Depois, entre os homens, o Canadá derrotou a Venezuela, por um placar apertadinho de 11 a 13.

Seleção Brasileira está na final do goalball no Parapan-Americano Lima 2019!

As brasileiras fizeram uma partida decidida no detalhe. Foto: Daniel Zappe/CPB

A Seleção Brasileira está na final do goalball no Parapan-Americano Lima 2019! A equipe brasileira se classificou nessa sexta-feira, 30 de agosto, ao vencer o Canadá em um jogo muito disputado que precisou de quatro tempos para termos a definição da finalista. Nesse sábado, 31, as brasileiras e os brasileiros entrarão em quadra para buscar o ouro.

Brasil e Canadá fizeram uma partida bastante equilibrada, disputada em todos os minutos. As defesas foram os grandes destaques, para ambas seleções. As duas fizeram boas defesas e ao longo de todo primeiro tempo as redes foram balançadas apenas duas vezes para cada lado (2-2). Se o primeiro tempo foi retrancado, o segundo foi ainda mais, os ataques tiveram trabalho para conseguirem chegar perto do gol. Mais uma vez o empate esteve no marcador. Placar BRA 3 x 3 CAN.

Como a partida era uma semifinal tinha que ter uma seleção com a vitória, logo, teve um terceiro set. Brasil e Canadá seguiram defendendo tudo e diferente das outras etapas, dessa vez, a bola não entrou. O 3 a 3 se manteve. Brasileiras e canadenses estavam dispostas a fazer o impossível para irem a final do Parapa. Com o empate houve o quarto set, mais uma vez as duas equipes defendendo tudo, até que nos últimos segundos Ana Carolina colocou a bola dentro da rede e marcou o gol da vitória para o Brasil. Placar Final: BRA 4 x 3 CAN.

Na primeira semifinal do dia, Estados Unidos superou o México, por 10 a 1.

As finais do goalball serão nesse sábado

Nesse sábado, dia 31, acontecerá as finais do goalball no Parapan Lima 2019.

A disputa pelo bronze feminino entre Canadá e México será, às 16h.

Na sequência será o confronto pelo terceiro lugar do masculino entre Venezuela e Canadá, às 17h15.

O duelo pelo Ouro Feminino entre Brasil e Estados Unidos será, às 18h30.

O embate pelo Ouro Masculino entre Brasil e Estados Unidos começará, às 19h45.

Brasil classificado para as semifinais do feminino do goalball Lima 2019!

A Seleção Brasileira garante mais uma vitória em busca do ouro. Foto: Washington Alves/EXEMPLUS/CPB

A Seleção Brasileira está classificado para as semifinais do goalball feminino do Parapan-Americano Lima 2019! As brasileiras garantiram a vaga para a próxima fase ao vencer o México, por 11 a 2. As semifinais serão nessa sexta-feira, dia 30. As outras semifinalistas serão Estados Unidos, Canadá e México.

As brasileiras e as mexicanas fizeram uma partida bastante equilibrada na primeira etapa, com boas defesas e bons arremessos de ataque, mas o Brasil conseguiu acertar a pontaria e abriu uma pequena vantagem (5-2). Porém no segundo tempo, as brasileiras conseguiram dominar o ritmo aumentaram o número de gols e bloquearam os avanços do México. Assim, a Seleção Brasileira conseguiu a vantagem e a vitória de goleada. Placar Final: BRA 11 x 2 MEX.

Nas demais partidas pelo feminino, o Peru venceu a Costa Rica, por 7 a 0. Estados Unidos venceu o Canadá, por 4 a 3.

Semifinais femininas

São semifinalistas femininas as seleções de Brasil, México, Estados Unidos e Canadá. As partidas serão nessa sexta-feira.

Estados Unidos encarará o México, às 17h.

Brasil duelará com o Canadá, às 18h15.

Final masculina

O Brasil garantiu a classificação na final do masculino ao vencer nessa quinta-feira a Venezuela, por 11 a 1 (ler mais aqui). Os brasileiros enfrentarão pelo ouro o Estados Unidos.

Os estadunidenses venceram no final da tarde dessa quinta a seleção do Canadá, por 6 a 4.

As finais do goalball, em ambos naipes, serão no sábado, dia 31.

Brasil goleia é vai disputar o ouro do goalball do Parapan Lima 2019!

Os brasileiros estão na busca do ouro. Foto: Washington Alves/ Comitê Paralímpico Brasileiro

A Seleção Brasileira goleou a Venezuela na tarde dessa quinta-feira, 29 de agosto, por 11 a 1, e vai disputar o ouro no masculino do goalball do Parapan-Americano Lima 2019. O adversário será conhecido daqui a pouco, às 17h (pelo Horário de Brasilía), quando Estados Unidos enfrentará o Canadá.

Os brasileiros dominaram o confronto da semifinal do início ao fim, não dando espaços para os ataques venezuelanos. No primeiro tempo o Brasil abriu 10 gols e foi nessa etapa que saiu o único gol da Venezuela (10-1). No segundo tempo, a Seleção Brasileira apenas manteve a vantagem e marcou mais um gol, finalizando a vitória por uma dezena de vantagem. Placar Final: BRA 11 x 1 VEN.

A final masculina será disputada no sábado, 31 de agosto, às 19h45.