0

Fisioterapia e estética: as outras paixões da Mayara

Mayara Fier/ Foto: CBHb

A rotina da atleta da Seleção Brasileira, Mayara Fier de Moura, central, é bem intensa. Quando não está dedicada aos treinos ou aos jogos, Mayara investe o tempo no curso técnico de Estética e Cosmética, já que futuramente pretende trabalhar na área.

Mayara sempre se interessou pelos cuidados com o corpo. Durante fases de treinamento e competições com o Brasil, é ela quem costuma cuidar das unhas das jogadoras e fazer penteados. Em 2005, quando ainda jogava em Blumenau (SC), começou a cursar Fisioterapia, sua primeira paixão, e viu em uma matéria de Dermatologia muito do que gostava. Trancou a faculdade dois anos e meio depois para ir jogar na Europa. E lá, também estudou.

“Sempre gostei muito dessa área. Na Fisioterapia, tinha uma matéria que era Dermatologia. Sempre pesquisei procedimentos de estética e fui me identificando. Fui jogar na Espanha e consegui conciliar os treinos com um curso de massagem de um ano. Tinha pouca teoria em anatomia, e o resto era prática, terapias alternativas, pontos de acupuntura, reflexologia podal. Foi bem legal.”

Em dezembro de 2014, Mayara voltou ao Brasil para se recuperar de uma lesão no joelho. Depois de seis meses fora das quadras, se tratando, foi jogar no EC Pinheiros (SP), clube que defende atualmente. E aí, a vontade de voltar a estudar bateu de novo.

“Sou apaixonada por fisioterapia. Mas já estou com 30 anos e pensava: vou começar tudo de novo? Vi que a estética era um curso mais curto e como sempre gostei de Fisioterapia esportiva ou Fisioterapia relacionada à estética, decidi começar este ano. Estou adorando porque é um curso bem direto. E tem nutrição, primeiros socorros, biossegurança… tudo sempre dentro da estética.”

As companheiras dela no Pinheiros têm a ‘difícil’ missão de contribuir. “Moro com quatro meninas e comecei a pegá-las de cobaia para ir treinando massagem e spa de pés (risos).”

Na Seleção, Mayara já tem ‘seguidoras’. “Fico sempre perto da Marina (Calister, fisioterapeuta), pedindo dicas para aprender. Aí a Jéssica (Quintino, ponta) veio me perguntar sobre o curso de estética e disse que também gostaria de fazer alguma coisa ligada a isso.”

A central já tem planos para a carreira do futuro: ter parceiros e amigos com quem ela possa abrir um negócio na área. “Penso em um spa, um centro de recuperação multidisciplinar que ajude as pessoas a cuidarem da saúde física e mental, com nutrição, fisio, estética, psicologia, tudo. Ainda é um sonho. Mas quem sabe logo não aparece uma oportunidade?”

Por enquanto, Mayara ajuda a Seleção Brasileira na busca do título do Pan-Americano de Buenos Aires. O campeonato continental termina no domingo, 25 de junho.

*CBHb

1

Final de semana de decisões no Pan-Americano

Sarina Canata está com a artilharia do Pan/ Foto: Santiago Russo – Confederação Argentina de Handebol

O final de semana, 24 e 25 de junho, será de decisões no Pan-Americano Buenos Aires 2017. No sábado acontecerão jogos por posições, além das semifinais. Já no domingo as partidas são pelo pódio.

No sábado teremos as semifinais. Brasil e Uruguai jogarão, às 16h, Argentina e Paraguai, às 18h. (Veja como foi a quinta e última rodada da fase de grupos aqui).

Além destas duas partidas haverá os jogos por colocações no quadro geral. Pelas colocações de 5º a 8º lugares serão os seguintes jogos:

Porto Rico e República Dominicaa, às 12h. Já Chile e Estados Unidos se enfrentarão, às 14h. Os vencedores destes dois jogos entrarão em quadra no domingo, às 11h30, para decidir quem ficará com a quinta e sexta colocação. Os perdedores dos jogos de sábado, jogarão, também no domingo, às 9h30, para decidir a sétima e oitava posição.

Ainda no sábado, Colômbia e Guatemala farão o confronto pelo nono lugar, às 10h.

No domingo, acontecerá a grande final e a disputa pelo terceira colocação. A disputa pelo bronze será, às 14h. O embate pelo ouro Pan-Americano será a partir, das 16h15.

Artilharia do Campeonato

A artilharia do Pan-Americano Buenos Aires 2014 está apertada. Sabrina Canata, jogadora do Paraguai, é a artilheira, com 27 gols. O segundo lugar está empatado com três atletas, sendo duas da mesma seleção. Militza Lavarreda, da Guatemala, Jéssica Quintino e Mariana Costa, ambas do Brasil, marcaram até o momento 22 gols cada.

Ciris García López, do Porto Rico, está em terceiro, pois balançou as redes 21 vezes.

0

Herkules embarca rumo a Europa para competições

Os atletas do Herkules no Paulista Mirim/ Foto: divulgação da equipe

No dia 30 de junho as equipes do Herkules Handebol embarcarão para a Europa , rumo a dois torneios internacionais. Ao todo irão ao Velho Continente 19 atletas, divididos em duas categorias: Infantil e Mirim.

Os times participarão de duas competições importantes para a categoria. A Partillhe Cup 2017, que acontecerá na Suécia, e Dronninglund Cup 2017, que será disputado na Dinamarca.

O Herkules Handebol será representante do Brasil nos dois torneios, sendo que na Partille Cup fará parte do desfile de abertura, uma linda festa do esporte, com a expectativa de público de 8 mil pessoas.

Em nota, a comissão do Projeto Herkules ressaltou: “Os nossos pequenos grandes atletas entrarão uniformizados carregando a bandeira de nosso País e a bandeira da nossa cidade, Guarulhos. Com certeza será um dia histórico e de muita emoção para aqueles que estão envolvidos com o esporte”.

Na mesma emissão a comissão pede: “Contamos com a torcida e o pensamento positivo de todos, mesmo à distância; pois através do esporte e mais precisamente, através do handebol, estaremos representando com orgulho e respeito, a nossa cidade e o nosso Brasil.”

0

Seleção Brasileira enfrentará o Uruguai nas semifinais

Argentina e Uruguai fecharam o dia de jogos/ Foto: Santiago Russo – Confederação Argentina de Handebol

A Seleção Brasileira já sabe quem enfrentará nas semifinais do Pan-Americano Buenos Aires 2017. A equipe irá encarar o Uruguai, que se classificou em segundo na Chave B, na noite desta quinta-feira, 22 de junho. A outra semifinal será entre Argentina e Paraguai.

Brasil e Uruguai jogarão, às 16h, do sábado, 24. Já Argentina e Paraguai entrarão em quadra, às 18h, também do sábado. A final será no domingo, com horário ainda não divulgado.

A última rodada aconteceu nesta quinta-feira. Na sexta-feira todas as seleções terão um dia de folga. Confira os resultados das partidas disputadas hoje:

Paraguai e Estados Unidos

O Paraguai encarou Estados Unidos em um jogo bastante disputado. O primeiro tempo foi importante, pois mesmo com o ágil ataque norte-americano, a defesa paraguaia teve trabalho, mas ajudou o seu ataque a abrir uma pequena vantagem (15-11), que manteve na segunda etapa, tão disputada quanto primeiro, placar de 29 a 25, a favor do Paraguai. Essa partida foi válida pela Chave A.

Com o fim do jogo, a seleção do Paraguai se manteve na segunda colocação do grupo. Já Estados Unidos ficou com o quatro lugar.

Chile e Guatemala

Pelo Grupo B, Chile e Guatemala se enfrentaram na sequência. O jogo teve bons lances e boas defesas, mas quem impôs ritmo em quadra foi a seleção chilena, que conseguiu encontrar espaços na defesa da Guatemala, abrindo a vantagem (18-14). Essa diferença não apenas foi mantida como também aumentou na etapa complementar. Vitória do Chile pelo placar de 31 a 25.

Com o resultado, o Chile somou 4 pontos e ficou com a terceira colocação. A Guatemala não venceu nenhum jogo, não pontuou e encerrou a participação na primeira fase em último da chave.

Brasil e Porto Rico

O Brasil goleou Porto Rico no começo da noite desta quinta, por 40 a 15. A Seleção Brasileira teve nos contra-ataques as principais jogadas e na defesa que bloqueou a equipe nacional porto-riquenha, desde o começo do confronto (17-5).

O Brasil confirmou o favoritismo e encerrou a etapa como líder do Grupo A. Já Porto Rico, mesmo com a derrota, se manteve em terceiro no grupo.

Saiba como foi o jogo aqui: handebolminuto.wordpress.com/2017/06/22/brasil-e-superior-e-goleia-porto-rico/

Argentina e Uruguai

Invictas até se enfrentarem, Argentina e Uruguai fizeram a partida pela liderança do Grupo B. Foi um jogo de fortes emoções, com ataques ágeis das uruguaias e defesas rápidas e efetivas das argentinas, que também tinha nos contra-ataques um auxiliar no ataque. Mesmo com o Uruguai pressionando, a Argentina conseguiu abrir vantagem na primeira etapa (11-7), mantendo-a até o final do segundo tempo, placar final de 29 a 17.

Argentina fecha a primeira fase na liderança do Grupo B. O Uruguai ficou na vice-liderança.

2

Brasil é superior e goleia Porto Rico

Brasil e Porto Rico/ Foto: Santiago Russo – Confederação Argentina de Handebol

A Seleção Brasileira foi superior na quarta partida do Pan-Americano Buenos Aires 2017 e goleou o Porto Rico, por 40 a 15. O confronto aconteceu no começo desta noite de quinta-feira, 22 de junho, sendo que foi válido pela última rodada da fase de grupos.

O Brasil começou a partida com a bola, mas não por muito tempo, já que o Porto Rico conseguiu rouba-la e contra-atacar, sem sucesso. O placar levou cerca de 1min20seg para ser alterado, gol da Seleção Brasileira de contra-ataque. O segundo aconteceu também de contra-ataque, ambos de Mariana Costa, vinte segundos depois. A partir dali só seu as brasileiras em quadra, que impuseram ritmo de jogo.

As porto-riquenhas atacavam bem, mas não tinham sucesso nos arremessos, que quase sempre eram sufocados pelo bloqueio brasileiro. Já as brasileiras tinham a seu favor os contra-ataques, que conseguiam ser mais efetivos que os ataques, que eram quase sempre bloqueados pela forte defesa do Porto Rico. Mesmo com as disputas e jogadas muito rápidas de ambos os lados, a vitória parcial foi verde e amarela. Placar Parcial: BRA 17 x 5 PUR.

O segundo tempo começou com defesas da goleira porto-riquenha e da arqueira brasileira. A bola estava disputada, as duas seleções trabalhavam passes, contra-atacavam, mas foi Ana Paula que marcou para o Brasil e voltou a agitar o marcador. Bastou esse gol para colocar a Seleção Brasileira novamente no ritmo, e, a partir daí não deu mais para a seleção porto-riquenha. Era um gol, quase atrás do outro, por parte do Brasil, ampliando ainda mais a vantagem. Porto Rico tentava se defender e atacar. Correu atrás, mesmo sendo enredado nos lances brasileiros, principalmente durante os 20 minutos da etapa complementar.

As porto-riquenhas tentaram tanto que conseguiram não apenas fazer gol, mas marcar com facilidade. Perceberam uma bobeada na defesa brasileira e aproveitaram. Claro que as atletas sabiam que naquela etapa seria difícil encostar, já que a diferença que separavam ambas no marcador era de +20. Mesmo assim, era uma forma de evitar a goleada.

Só que o Brasil tinha um contra-ataque excelente e atletas no ataque inspiradas. Jéssica Quintino, Tamires Morena, Samira… A cada roubada de bola era um gol do Brasil. Quando não saia o motivo, na maioria das vezes, era porque o arremesso tinha saído muito alto. Nos últimos segundos, Mariana Costa, responsável pelos primeiros gols brasileiros, também fez o último que encerrou a terceira goleada brasileira no Pan de Buenos Aires. PLACAR FINAL: BRA 40 x 15 PUR.

Com a vitória desta quinta, a Seleção Brasileira confirmou a primeira colocação do Grupo A e já está nas semifinais. Jogará no sábado, às 16h. Como falta fechar os confrontos da Chave B, os adversários serão confirmados a noite.