Brasil é campeão pela 10ª vez do Pan-Americano!

Brasil comemora o título 2017! / Foto: print de tela

O Brasil é campeão pela 10ª vez do Pan-Americano! A grande final do Pan de Buenos Aires aconteceu no final desta tarde de domingo, 25 de junho, em jogo contra a Argentina. Vencer, apesar da grande diferença no placar a favor das brasileiras, deu trabalho. A vitória do título veio com o placar de 38 a 20.

O primeiro tempo começou com a bola e o ataque da Argentina, mas foi Samira que o placar abriu. Gol do Brasil, aos 37 segundos. A Seleção Brasileira dominou o confronto e levou quase dois minutos para abrir vantagem de três (3-0). Macarena marcou para a Argentina, sendo este único gol da equipe dona da casa por seis minutos (3-1).

Mesmo passados mais de 15 minutos de confronto, a seleção argentina não demostrava força de reação. Tentava sem sucesso se defender, atacava bem, mas os arremessos não eram efetivos. Já o Brasil tinha na defesa a sua grande força. Como já é conhecido, os contra-ataques foram essenciais para colocar a equipe a frente no número de gols (10-4). Ao decorrer dos minutos, o Brasil seguia marcando, enquanto a Argentina tentava chegar perto, mesmo assim aos 25 minutos a vantagem verde amarela era de 10 gols (26-6). Placar Parcial: BRA 18 x 8 ARG.

O segundo tempo a bola começou com o Brasil, gol de Deoníse. Foram necessários apenas dois minutos para a Seleção Brasileira aumentar a vantagem, e marcar três gols, na sequência, sendo dois de contra-ataque (23-10). A Argentina, no entanto, não ficou satisfeita com o resultado, foi atrás e marcou. Errava passes, tinha a defesa aberta pela força do ataque brasileiro, mesmo assim seguiam tentando encostar no marcador.

A seleção argentina ameaçava, era valente, mas a Seleção Brasileira, que sentiu a ameaça, reforçou o sistema defensivo e o ataque, para assim manter a diferença que separava as duas equipes, que aos 10 minutos, era de 15 gols (27 a 12).

O Brasil pode contar com o talento das goleiras, a bola não passava por Babi na primeira etapa, nem por Jéssica no tempo complementar, isso fez com que a equipe comandada por Sérgio Graciano tivesse a tranquilidade para marcar fosse com passes trabalhos, fosse com os contra-ataques, mesmo que o jogo estivesse rápido e corrido. Foi da Argentina o último gol do confronto, mas com o apito que marcava o fim do embate, a vitória já estava escrita, era brasileira. Placar Final: BRA 38 x 20 ARG.

O bronze

A disputa pelo bronze aconteceu no começo da tarde de domingo. O Paraguai encarou o Uruguai em uma partida bastante disputada. As paraguaias conseguiram abrir no primeiro tempo dois de vantagem (13-15), mantendo essa diferença no intenso segundo tempo. Vitória do Paraguai, por 22 a 24. Além do bronze, as paraguaias conquistaram também a última vaga para o Mundial.

Mundial

De azul Argentina, amarelo o Brasil, azul escuro Paraguai/ Foto: PHF

Representarão as Américas no Mundial as seleções de Brasil, Argentina e Paraguai. A edição 2017 do Mundial será disputada na Alemanha, de 1º a 17 de dezembro.

Goleadoras

As atletas que mais marcaram nesta edição do Pan-Americano são o Paraguai, Porto Rico e Brasil. A artilharia ficou com Sabrina Fiore Canata. A paraguaia marcou 34 vezes.

A porto-riquenha, Ciris M.García López, fez 31 gols. A mesma marca da brasileira Samira Rocha. Ambas na segunda colocação. O terceiro lugar ficou com a jogadora porto-riquenha, Zuleika Rerrer, que balançou as redes 30 vezes.

Anúncios

O maior clássico das Américas na final do Pan-Americano Buenos Aires 2017

Seleção da Argentina/ Foto: Santiago Russo- Federação Argentina de Handebol

O maior clássico das Américas decidirá o seleção campeão no Pan-Americano Buenos Aires 2017! Brasil e Argentina se enfrentarão mais uma vez na busca pelo título pan-americano neste domingo, 25 de junho, às 16h15.

O Brasil garantiu a classificação ao vencer nesta tarde de sábado, 24, o Uruguai, por 42 a 23 (Saiba como foi o jogo aqui).

Já nesta noite a Argentina triunfou frente o Paraguai, pelo placar de 29 a 19. Com isso, as donas da casa, assim como as brasileiras chegam a final invictas na competição.

O Brasil tenta conquistar o 10º título, enquanto a Argentina busca o bicampeonato.

As Seleções Brasileira e Argentina já estão classificadas para o Mundial da Alemanha. Já Uruguai e Paraguai disputam o bronze, às 14h, e também a última vaga para o Mundial.

Acontecerão outros jogos no domingo, em post da sexta-feira, falamos sobre algumas. Confira aqui.

Brasil bate o Uruguai e é finalista do Pan

Brasil e Uruguai fizeram uma semifinal disputada/ Foto: Federação Pan-Americana de Handebol

A Seleção Brasileira teve trabalho, mas venceu com larga vantagem a seleção do Uruguai, pelas semifinais do Pan-Americano, na tarde deste sábado, 24 de junho. Com a vitória, por 42 a 23, as brasileiras conquistaram a vaga para a final e uma das três vagas para o Mundial da Alemanha. O Brasil conhecerá o seu rival da final ainda neste sábado, da partida entre Argentina e Paraguai, às 18h.

O jogo começou com a Seleção Brasileira impondo o ritmo em quadra. Nos 10 primeiros minutos só deu Brasil, enquanto o Uruguai tentava se encontrar. Enquanto o ataque estava rápido e eficaz, a defesa brasileira se mantinha tão fechada quanto veloz nos contra-ataques.

Babi estava em inspiração, defendia boa parte dos arremessos uruguaios, sendo importante nos ataques brasileiros. Mesmo com a melhora no ataque, o Uruguai esbarrava nas defesas de Babi ou faltava a mira necessária para converter as jogadas em gol. Placar Parcial: BRA 25 x 8 URU.

O segundo tempo começou novamente com Brasil atacando forte, mas o Uruguai também estava disposto a brigar pela vaga na final. A equipe melhorou o posicionamento e arrumou, principalmente, os erros nos ataques. As brasileiras, apesar de terem sentido a pressão das uruguaias, não desistiram de continuar a frente com uma boa e larga vantagem.

Foram muitas bolas trabalhadas para ambas seleções, mas era a do Brasil a melhor na troca de passes. Já nos contra-ataques e nos rebotes as duas equipes nacionais chamavam a atenção, pois eram, na maioria das vezes, eficazes. Obviamente, a Seleção Brasileira por ter a vantagem de mais de 20 gols e por ter começado a etapa complementar com gols, era beneficiado com os que marcava, sendo que a partir dos últimos 10 minutos, não sentido o impacto dos gols uruguaios. Aliás, o último balançar das redes foi do Uruguai, seis segundos antes do ultimo apito. Placar Final: BRA 42 x 23 URU.

Com a vitória, a Seleção Brasileira se classificou para a grande final, que acontecerá no domingo, 25, às 16h15. Além disso, conquistou uma das vagas para o Mundial Feminino da Alemanha, que será disputado de 1º a 17 de dezembro deste ano.

Final de semana de decisões no Pan-Americano

Sarina Canata está com a artilharia do Pan/ Foto: Santiago Russo – Confederação Argentina de Handebol

O final de semana, 24 e 25 de junho, será de decisões no Pan-Americano Buenos Aires 2017. No sábado acontecerão jogos por posições, além das semifinais. Já no domingo as partidas são pelo pódio.

No sábado teremos as semifinais. Brasil e Uruguai jogarão, às 16h, Argentina e Paraguai, às 18h. (Veja como foi a quinta e última rodada da fase de grupos aqui).

Além destas duas partidas haverá os jogos por colocações no quadro geral. Pelas colocações de 5º a 8º lugares serão os seguintes jogos:

Porto Rico e República Dominicaa, às 12h. Já Chile e Estados Unidos se enfrentarão, às 14h. Os vencedores destes dois jogos entrarão em quadra no domingo, às 11h30, para decidir quem ficará com a quinta e sexta colocação. Os perdedores dos jogos de sábado, jogarão, também no domingo, às 9h30, para decidir a sétima e oitava posição.

Ainda no sábado, Colômbia e Guatemala farão o confronto pelo nono lugar, às 10h.

No domingo, acontecerá a grande final e a disputa pelo terceira colocação. A disputa pelo bronze será, às 14h. O embate pelo ouro Pan-Americano será a partir, das 16h15.

Artilharia do Campeonato

A artilharia do Pan-Americano Buenos Aires 2014 está apertada. Sabrina Canata, jogadora do Paraguai, é a artilheira, com 27 gols. O segundo lugar está empatado com três atletas, sendo duas da mesma seleção. Militza Lavarreda, da Guatemala, Jéssica Quintino e Mariana Costa, ambas do Brasil, marcaram até o momento 22 gols cada.

Ciris García López, do Porto Rico, está em terceiro, pois balançou as redes 21 vezes.

Seleção Brasileira enfrentará o Uruguai nas semifinais

Argentina e Uruguai fecharam o dia de jogos/ Foto: Santiago Russo – Confederação Argentina de Handebol

A Seleção Brasileira já sabe quem enfrentará nas semifinais do Pan-Americano Buenos Aires 2017. A equipe irá encarar o Uruguai, que se classificou em segundo na Chave B, na noite desta quinta-feira, 22 de junho. A outra semifinal será entre Argentina e Paraguai.

Brasil e Uruguai jogarão, às 16h, do sábado, 24. Já Argentina e Paraguai entrarão em quadra, às 18h, também do sábado. A final será no domingo, com horário ainda não divulgado.

A última rodada aconteceu nesta quinta-feira. Na sexta-feira todas as seleções terão um dia de folga. Confira os resultados das partidas disputadas hoje:

Paraguai e Estados Unidos

O Paraguai encarou Estados Unidos em um jogo bastante disputado. O primeiro tempo foi importante, pois mesmo com o ágil ataque norte-americano, a defesa paraguaia teve trabalho, mas ajudou o seu ataque a abrir uma pequena vantagem (15-11), que manteve na segunda etapa, tão disputada quanto primeiro, placar de 29 a 25, a favor do Paraguai. Essa partida foi válida pela Chave A.

Com o fim do jogo, a seleção do Paraguai se manteve na segunda colocação do grupo. Já Estados Unidos ficou com o quatro lugar.

Chile e Guatemala

Pelo Grupo B, Chile e Guatemala se enfrentaram na sequência. O jogo teve bons lances e boas defesas, mas quem impôs ritmo em quadra foi a seleção chilena, que conseguiu encontrar espaços na defesa da Guatemala, abrindo a vantagem (18-14). Essa diferença não apenas foi mantida como também aumentou na etapa complementar. Vitória do Chile pelo placar de 31 a 25.

Com o resultado, o Chile somou 4 pontos e ficou com a terceira colocação. A Guatemala não venceu nenhum jogo, não pontuou e encerrou a participação na primeira fase em último da chave.

Brasil e Porto Rico

O Brasil goleou Porto Rico no começo da noite desta quinta, por 40 a 15. A Seleção Brasileira teve nos contra-ataques as principais jogadas e na defesa que bloqueou a equipe nacional porto-riquenha, desde o começo do confronto (17-5).

O Brasil confirmou o favoritismo e encerrou a etapa como líder do Grupo A. Já Porto Rico, mesmo com a derrota, se manteve em terceiro no grupo.

Saiba como foi o jogo aqui: handebolminuto.wordpress.com/2017/06/22/brasil-e-superior-e-goleia-porto-rico/

Argentina e Uruguai

Invictas até se enfrentarem, Argentina e Uruguai fizeram a partida pela liderança do Grupo B. Foi um jogo de fortes emoções, com ataques ágeis das uruguaias e defesas rápidas e efetivas das argentinas, que também tinha nos contra-ataques um auxiliar no ataque. Mesmo com o Uruguai pressionando, a Argentina conseguiu abrir vantagem na primeira etapa (11-7), mantendo-a até o final do segundo tempo, placar final de 29 a 17.

Argentina fecha a primeira fase na liderança do Grupo B. O Uruguai ficou na vice-liderança.

Brasil é superior e goleia Porto Rico

Brasil e Porto Rico/ Foto: Santiago Russo – Confederação Argentina de Handebol

A Seleção Brasileira foi superior na quarta partida do Pan-Americano Buenos Aires 2017 e goleou o Porto Rico, por 40 a 15. O confronto aconteceu no começo desta noite de quinta-feira, 22 de junho, sendo que foi válido pela última rodada da fase de grupos.

O Brasil começou a partida com a bola, mas não por muito tempo, já que o Porto Rico conseguiu rouba-la e contra-atacar, sem sucesso. O placar levou cerca de 1min20seg para ser alterado, gol da Seleção Brasileira de contra-ataque. O segundo aconteceu também de contra-ataque, ambos de Mariana Costa, vinte segundos depois. A partir dali só seu as brasileiras em quadra, que impuseram ritmo de jogo.

As porto-riquenhas atacavam bem, mas não tinham sucesso nos arremessos, que quase sempre eram sufocados pelo bloqueio brasileiro. Já as brasileiras tinham a seu favor os contra-ataques, que conseguiam ser mais efetivos que os ataques, que eram quase sempre bloqueados pela forte defesa do Porto Rico. Mesmo com as disputas e jogadas muito rápidas de ambos os lados, a vitória parcial foi verde e amarela. Placar Parcial: BRA 17 x 5 PUR.

O segundo tempo começou com defesas da goleira porto-riquenha e da arqueira brasileira. A bola estava disputada, as duas seleções trabalhavam passes, contra-atacavam, mas foi Ana Paula que marcou para o Brasil e voltou a agitar o marcador. Bastou esse gol para colocar a Seleção Brasileira novamente no ritmo, e, a partir daí não deu mais para a seleção porto-riquenha. Era um gol, quase atrás do outro, por parte do Brasil, ampliando ainda mais a vantagem. Porto Rico tentava se defender e atacar. Correu atrás, mesmo sendo enredado nos lances brasileiros, principalmente durante os 20 minutos da etapa complementar.

As porto-riquenhas tentaram tanto que conseguiram não apenas fazer gol, mas marcar com facilidade. Perceberam uma bobeada na defesa brasileira e aproveitaram. Claro que as atletas sabiam que naquela etapa seria difícil encostar, já que a diferença que separavam ambas no marcador era de +20. Mesmo assim, era uma forma de evitar a goleada.

Só que o Brasil tinha um contra-ataque excelente e atletas no ataque inspiradas. Jéssica Quintino, Tamires Morena, Samira… A cada roubada de bola era um gol do Brasil. Quando não saia o motivo, na maioria das vezes, era porque o arremesso tinha saído muito alto. Nos últimos segundos, Mariana Costa, responsável pelos primeiros gols brasileiros, também fez o último que encerrou a terceira goleada brasileira no Pan de Buenos Aires. PLACAR FINAL: BRA 40 x 15 PUR.

Com a vitória desta quinta, a Seleção Brasileira confirmou a primeira colocação do Grupo A e já está nas semifinais. Jogará no sábado, às 16h. Como falta fechar os confrontos da Chave B, os adversários serão confirmados a noite.

Saiba como foi o quarto dia de Pan-Americano

Uruguai e Chile/ Foto: Santiago Russo – Federação Argentina de Handebol

Saiba como foi o quarto dia de Pan-Americano realizado na quarta-feira, 21 de junho. O Brasil estava de folga, mas os jogos continuaram. República Dominicana, Estados Unidos, Paraguai e Uruguai tiveram vitórias na rodada.

República Dominicana e Guatemala

Em jogo válido pelo Grupo B, abriu a rodada. Não demorou muito para que a República Dominicana dominar o jogo e impôr ritmo de quadra. Melhor em quadra e trabalhando nas falhas abriu vantagem e foi com tranquilidade para o intervalo (17-6). No segundo tempo, porém, a Guatemala corrigiu as falhas na defesa e foi para cima, diminuindo a vantagem. No começo, as dominicanas sentiram a pressão, mas na metade da etapa retomou a coordenar o jogo, voltando a ampliar o número de gols, assim, fechou com a vitória, por 31 a 17.

Estados Unidos e Colômbia

A segunda partida do jogo foi entre Estados Unidos e Colômbia. O inicio do primeiro tempo foi de muita intensidade. Os contra-ataques eram muito rápidos, as defesas bloqueavam bem e muitas faltas aconteceram. No entanto, com o desenrolar dos minutos, os Estados Unidos conseguiram ser mais efetivos nos ataques e nas trocas de passes, abriram uma pequena vantagem e foram para o descanso com uma vitória parcial (14-8). O segundo tempo começou tão frenético quanto o primeiro, contudo, a Colômbia, que corria atrás no marcador, cometeu mais faltas, entre elas, a expulsão de María Pérez Montes, por cometer uma falta muito grave. Mesmo com a forte pressão da defesa colombiana, as norte-americanas conseguiram manter a vantagem, vencendo a partida, por 31 a 17.

Paraguai e Porto Rico

Outra partida pela Chave A foi entre Paraguai e Porto Rico. Sem dúvidas essa foi uma das partidas mais disputadas do dia, já que a bola foi disputada minuto a minutos. O Paraguai no começo do confronto conseguiu abrir uma vantagem de três gols (5-2), mas o Porto Rico conseguiu se encontrar em quadra e foi para cima. Encostou no placar, ameaçou, mesmo assim, as paraguaias conseguiram ir para o intervalo com um gol a frente (12-11). No segundo tempo, o jogo voltou a ser disputado. Co as duas seleções correndo muito e atacando forte. A vantagem de apenas um gol seguiu por boa parte da etapa. Contudo, as paraguaias já no finalzinho do jogo conseguiu abrir +4 e assim encerrou com a vitória, por 28 a 24.

Uruguai e Chile

Uruguai e Chile encerram a quarta-feira de duelos. O confronto foi válido pela Chave B. O primeiro tempo teve o Uruguai como a equipe que melhor se saiu em quadra. Conseguiu ser efetivo no ataque e na defesa, com isso, não demorou para ter uma boa vantagem frente o Chile (14-8). Na etapa complementar, as chilenas voltaram decididas a diminuir a diferença que separava as duas equipes no marcador. O ataque era ágil, a defesa bem posicionada, mas o contra-ataque era frágil e perdeu importantes chances de decidir o jogo. Vitória da equipe uruguaia, por 26 a 17.

Brasil vence o Paraguai de virada!

Seleção Brasileira/ Foto: German Paez – Confederação Argentina de Handebol

A Seleção Brasileira não teve uma vida muito fácil nesta noite de terça-feira, 20 de junho, no Pan-Americano de Handebol Feminino. Superar o Paraguai foi difícil, principalmente porque a seleção paraguaia conseguiu abrir vantagem no primeiro tempo. Mas de virada, o Brasil venceu, por 29 a 15.

O primeiro tempo começou tendo o Paraguai com a bola e com o ataque. Foi a equipe nacional paraguaia que marcou o primeiro gol do confronto, de 7 metros, aos 30 segundos de bola rolando. Aliás, também foi de 7 metros o segundo gol do Paraguai, pouco depois do primeiro. O Brasil errava passes, não acertava os contra-ataques, sendo que na defesa cometia faltas. A seleção paraguaia dominou a partida. Abriu vantagem de três gols (3-0).

Entre erros e acertos, o Brasil conseguiu chegar ao gol, diminuindo a vantagem para um (4-3), aos 10 minutos de jogo. Sérgio Graciano parou o duelo, chamou a atenção das atletas, porém, parece que não deu resultado. O Paraguai voltou a marcar e retornou a ter vantagem, desta vez de quatro gols (8-4). O jogo já havia passado da metade e pouca reação brasileira, tanto que aos 18 minutos as paraguaias seguiam na frente, ok, desta vez por dois gols (9-7).

Se era a reação que os torcedores queriam, foi reação que tiveram.

O Brasil, finalmente, encontrou-se no jogo e foi para cima. Marcou forte, parou de errar os passes de ataque e no contra-ataque as coisas melhoraram. Aos 20 minutos as brasileiras encostaram (9-8). O Paraguai, contudo, voltou a marcar e ter novamente os +2. Durante os cinco minutos que se passaram, o domínio paraguaio se manteve, porém, a Seleção Brasileira pressionou e encostou. Aos 29 minutos, Samira fez o gol do empate e Jéssica Quintino marcou o gol da virada. Placar Parcial: PAR 12 x 13 BRA.

A etapa complementar começou com trabalho para as goleiras de ambos lados. Por dois minutos nada do marcador ser alterado, mas Deoníse fez o gol para o Brasil, e o Paraguai, na sequência, também fez. O jogo pegava fogo, com as duas seleções atacando e bloqueando bem. Todavia, a equipe brasileira ao decorrer dos minutos conseguiu impôr ritmo dentro de quadra.

Ana Paula era uma das atletas que mais se movimentava, mas era visada. Certamente era a jogadora do Brasil que mais sofria faltas.

Um fato chamou a atenção. Em arremesso de Jéssica Quintino, a goleira Aracelli, do Paraguai, levou uma bolada no rosto. Caiu na hora. Imediatamente, Jéssica foi ajudá-la, passou até uma toalhinha da arqueira. As brasileiras foram rápidas em ajudar. O jogo foi parado para atendimento da jogadora, que teve que deixar a partida. O Fairplay foi parabenizado e aplaudido pelos torcedores que estavam presentes no SAG Villa Ballester.

Passado o susto, a Seleção Brasileira voltou a atacar, tanto que aos 13 minutos já estava com seis gols a frente (13-19). Dois minutos depois, a vantagem do Brasil era de 11 gols (24-13). O Paraguai teve tanta dificuldade para marcar que o segundo gol saiu apenas aos 20 minutos. Depois desse saiu mais dois gols, mas nada que atrapalhasse o Brasil, que já estava com um confortável placar a seu favor.

A vitória foi do Brasil, mas tem que ser registrado o gol de Dani Jóia. A atleta marcou, por baixo, entre um buraquinho, pena que o gol não foi validado, pois o marcador estava zerado. PLACAR FINAL: PAR 15 x 29 BRA.

Na quarta-feira, 21, não terá Brasil em quadra. O escrete nacional terá um dia de folga. A Seleção Brasileira voltará a quadra na quinta-feira, 22, para enfrentar o Porto Rico, às 19h.

Jogos da quarta-feira

A quarta-feira não terá Brasil, mas a competição segue. Confira os jogos

13h: República Dominicana x Guatemala
15h: Estados Unidos x Colômbia
17h: Paraguai x Porto Rico
19h: Uruguai x Chile

Atualização do 3º dia de Pan #BuenosAires2017

Quando fechamos uma matéria anterior sobre os primeiros dias do Pan-Americano não foi postado o resultado da partida entre Argentina e Chile.

As argentinas venceram as chilenas, pelo placar de 19 a 26.

Leia os outros resultados aqui.