Técnico da Seleção Brasileira Masculina está em Santa Maria

Jordi Ribera em Santa Maria./ Foto: CBhb

Jordi Ribera em Santa Maria./ Foto: CBhb

O espanhol Jordi Ribera, técnico da Seleção Brasileira Adulta Masculina, está ministrando um curso em Santa Maria, Rio Grande do Sul. O curso, voltado para técnicos e professores, faz parte do projeto que Jordi desenvolve, no qual partilha seus conhecimentos em diversas localidades do País, além de observar jogadores em diferentes campeonatos.

Anúncios

Brasil estreia amanhã no Pan-Americano de Santo Domingo

Alê Nascimento e Deoníse no Desafio Internacional./Foto: Cinara Picollo-CBhb

Alê Nascimento e Deoníse no Desafio Internacional./Foto: Cinara Picollo-CBhb

Amanhã, 1º de junho, começa o Pan-Americano Feminino de Handebol, em Santo Domingo, na República Dominicana. O campeonato vai até o dia 8 do mesmo mês e conta com dez seleções americanas. A Seleção Brasileira, que está no grupo A, joga neste primeiro dia de Pan, contra a Seleção Norte-Americana, às 16h (pelo horário de Brasília). Os quatro primeiros colocados no Pan-Americano garantem vaga no Mundial Feminino de Handebol, que acontecerá em dezembro na Sérvia.

Como as adversárias de estreia e de grupo não têm muita tradição na modalidade, o técnico, Morten Soubak, acredita que “serão jogos de muita defesa e contra-ataques. Aí, teremos tempo de nos prepararmos bem e buscar uma vaga na semifinal e, depois para a final. Será um campeonato muito parecido com o Sul-Americano”.

Um desejo de Morten é reeditar a final do Sul-Americano, quando Brasil e Argentina se enfrentaram e as brasileiras garantiram o título (em março deste ano).”Esperamos fazer uma final contra a Argentina, que, certamente, será um jogo difícil. Nós fizemos uma ótima partida contra elas no Sul-Americano, mas tivemos muita vantagem no primeiro tempo e perdemos o segundo. Isso mostra que a Argentina está com um time completo, renovado e bem treinado. Tenho certeza que teremos um adversário forte, que não está se preparando apenas para um Pan-Americano e para o Mundial, mas que está fazendo um trabalho que prepara para a Olimpíada”, explica Soubak.

Os demais jogos do primeiro dia de campeonato são (todos em horário de Brasília):

Venezuela x Paraguai, às 14h;
México x Costa Rica, às 18h;
Argentina x Canadá, às 19h.

Grupos do Pan-Américano Feminino de Handebol 2013

Grupo A: Brasil, República Dominicana, México, Estados Unidos e Costa Rica.

Grupo B: Argentina, Uruguai, Venezuela, Canadá e Paraguai.

Não se esqueçam todos os detalhes do jogo serão transmitidos via o nosso Twitter, pela hastag #HandBrasil e #Pan2013

Atualizado 1 de junho.

Jogadoras da Seleção Brasileira participam de inauguração de Projeto Mini-Hand

Mini-hand Vitória./ Foto: Cinara Picollo - CBhb

Mini-hand Vitória./ Foto: Cinara Picollo – CBhb

Ontem, 29 de maio, a Confederação Brasileira de Handebol (CBhb) inaugurou em Vitória, no Espírito Santo, mais um núcleo do Projeto Mini-Hand. Estavam presentes os diretores da CBHb, além dos responsáveis pelo Núcleo Vitória e as jogadoras da Seleção Brasileira.

Alê Nascimento falou e levou as crianças a loucura. No evento as atleta distribuíram sorrisos e autógrafos. Os pequenos adoraram o festejo e prometem fazer bonito na modalidade.

As fotos podem ser conferidas no Facebook da Confederação.

O Projeto

O Projeto Mini Hand foi criado pela CBHb em 2000, com o objetivo de oferecer oportunidade de formação da prática esportiva às crianças de 8 a 12 anos. O principal objetivo é ensinar os pequenos a oportunidade de conviver e pensar em grupo e também apresentar o handebol para elas.

Os fundamentos e elementos são os mesmos do handebol, mas com adequações no número de participantes, no tamanho da quadra e da bola. Meninos e meninas jogam juntos. O Projeto Mini Hand funciona sempre em horários alternados com o das aulas escolares, pois um dos requisitos para participar do projeto é estar matriculado no colégio.

Mais informações podem ser adquiridas no link.

Drops handebol: Ale Nascimento recebe homenagem em Vitória

Colegas de equipe acompanharam a melhor jogadora do mundo, Alexandra Nascimento, no lançamento de seu selo comemorativo. Foto: Divulgação CBHb

Colegas de equipe acompanharam a melhor jogadora do mundo, Alexandra Nascimento, no lançamento de seu selo comemorativo. Foto: Divulgação CBHb

A melhor jogadora do Mundo, Alexandra Nascimento, recebeu no Espirito Santo o carimbo e o selo comemorativo, dos Correios, que estampa seu rosto. Além de toda a equipe da seleção feminina de handebol do Brasil o vice-presidente de administração dos Correios, Nelson de Freitas,o diretor regional da empresa, Rafael Fiorio e o presidente da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), Manoel Luiz Oliveira estiveram no lançamento, que ocorreu em Vitória no último dia 27.

Mesmo sendo paulista de Limeira Ale foi cresceu em Vitória, motivo da escolha da cidade para ser lançado o selo.  Após o uso o selo e o carimbo serão enviados ao acervo do Museu Postal e Telegráfico dos Correios, em Brasília (DF). Os selos personalizados serão utilizados pela Confederação de Handebol, que irá presentear atletas e outras pessoas envolvidas com a modalidade, usar nas correspondências e fazer sorteios para colecionadores e fãs da modalidade. O Selo Base é confeccionado pela Casa da Moeda.

*Com informações da CBHB

Nada Além

promo parceria Estação Web 3

Confere na integra o programa de hoje.

Drops especial: Brasil vence a Áustria no segundo jogo do Desafio Internacional

Partida de hoje/ Foto: Confederação Brasileira de Handebol

Partida de hoje/ Foto: Confederação Brasileira de Handebol

Post rapidinho sobre a partida entre Brasil e Áustria, pelo Desafio Internacional de Handebol Feminino. Assim como no primeiro jogo as brasileiras mostraram quem mandava em quadra. A partida foi equilibrada e o Brasil venceu por um placar de 29 a 22.

Estes dois jogos serviram de preparação para o Pan-Americano, que acontecerá em junho, na República Dominicana.

Soubak irá treinar o Hypo Nö

morten

O técnico da Seleção Brasileira Feminina de Handebol, Morten Soubak, vai treinar o clube austríaco Hypo Nö. Eleito o segundo melhor treinador do mundo, na modalidade, Soubak é norueguês. A informação foi divulgada no site Globo Esporte.com

Como a maioria das atletas da seleção atuam na Europa, o treinador poderá ter um contato maior com elas. “Estamos com uma base do Hypo, com jogadoras que disputaram Olimpíadas e Mundial, e, aos poucos, vamos dar espaço às mais novas e para as novas ideias dos treinos”, disse Morten a equipe de reportagem.

As nossas garotas entram em quadra nesta terça-feira, para o segundo amistoso contra a Áustria, às 19h30m. A partida terá transmissão ao vivo do SporTV 2. No primeiro encontro entre as duas equipes, a equipe canarinho levou a melhor, vencendo por 36 a 23. Os confrontos servem de preparação para o Campeonato Pan-Americano, que será disputado em junho, na República Dominicana.

O Hypo Nö

Desde 2011 a Confederação Brasileira de Handebol mantem parceira com o time austríaco Hypo Nö. Tanto que a equipe conta com oito brasileiras: a goleira Bárbara Arenhart, as centrais Ana Paula Rodrigues e Mayara Moura, as armadoras Deonise Cavaleiro e Karoline de Souza, a pivô Fabiana Diniz, a Dara, e as pontas Fernanda França e Alexandra Nascimento.

Brasil encara Áustria em Vitória

Amanhã a seleção feminina do Brasil encara novamente as austríacas pelo segundo amistoso do Desafio Internacional. As partidas que são um preparativo para as Olimpíadas, na primeira partida a equipe venceu por 36×23. Mesmo com a equipe modificada, permanecendo somente as jogadoras Dara, Deonise, Dani Piedade e Alexandra Nascimento o entrosamento em quadra fica retratado no placar.

391657_299052640229860_1245760822_n

Nada Além

575698_298467136955077_1200119657_n

Nossas meninas visitaram o projeto TAMAR e plantaram uma árvore nos momentos de folga. Foto: Facebook CBHb

Nada além de Dois Minutos de hoje falou sobre a final do CMH 2013, do amistoso de amanhã e da consciência ecológica das nossas atletas. Para quem não pode acompanhar pode ouvir o programa pela Rádio Estação Web.  Uma das pautas foi as visitas da nossa seleção ao projeto TAMAR e o plantio de uma araucária na região costeira do Espirito Santo, onde será realizada a partida.  Você confere o programa todas as segundas, quartas e sextas às 13h com reprise às 19h.

Feevale vence no feminino e HCT leva a taça no masculino

A manhã deste domingo, 26 de maio, foi agitada em Porto Alegre graças as finais do Municipal de handebol 2013. Equipes fortes tecnicamente mostraram em quadra o avanço do esporte na capital gaúcha. Venceu os que conseguiram superar os próprios limites. E as quatro equipes, duas femininas e duas masculinas, estão de parabéns pelo espetáculo proporcionados à nós.

Feevale venceu com calma a favorita Internacional

Feevale  x Internacional./ Foto: Bruna Santos de Souza

Feevale x Internacional./ Foto: Bruna Santos de Souza

As meninas do Feevale mantiveram a tranquilidade dentro de quadra e jogaram com muita vontade. Logo de cara já abriram uma ampla vantagem no placar, com cinco gols de diferença. Diferença essa que aumentou ao longo da partida. A equipe do Internacional, por sua vez, jogou apático e nem mesmo os berros do técnico João foram suficientes para animar as meninas.

O Feevale mostrou nesta final todo o bom desempenho que demonstrou ao longo do campeonato. Já o Inter, campeão em 2012, deixou a desejar, pois não colocou em quadra toda a sua força e qualidade técnica, não parecia a mesma equipe que vinha ganhando de goleada até então. Talvez a ansiedade de jogar uma final tenha assustado e deixado as garotas coloradas perdidas dentro de quadra. Já para as gurias do Feevale, que se mantiveram tranquilas durante os 50 minutos de jogo, veio a taça de campeãs de 2013.

Resultado da partida final: Feevale 25 x 15 Internacional

Na luta dos improváveis HCT leva a melhor

Handaction (verde) x HCT (laranja)./ Foto: Bruna Souza

Handaction (verde) x HCT (laranja)./ Foto: Bruna Souza

O jogo final do naipe masculino foi sem dúvida nenhuma uma luta. Quando falo que foi a luta dos improváveis é porquê ambas as equipes, HCT e Handaction, não eram as favoritas para chegarem a final. Mas contornaram as fortes equipes da UFRGS, Unissinos e Ulbra e hoje mostraram qualidade técnica e nós deram um show de handebol.

O placar foi dominado o tempo todo pelo time do HCT, mas a diferença no placar era bem pouca, no máximo três gols de vantagem.

Ambos os técnicos pediram para seus garotos marcarem forte, e esta marcação foi feita. Apesar de bem preparados tecnicamente, os times pegaram pesado no número de faltas. Tanto que na metade do segundo tempo o HCT ficou sem um jogador, já que o camisa 10 levou vermelho. O banco do Handaction também levou amarelo e o árbitro chegou a ameaçar a expulsão os reservas e o técnico, que estavam muito agitados.

Enquanto os meninos do HCT conseguiam infiltrar com facilidade a defesa do Handaction, o mesmo não pode se dizer da equipe verde, que apesar de realizar ótimos passes não conseguiam finalizar as jogadas e marcar gol.

Outro detalhe que chamou a atenção foi o número de bolas na trave. Foram tantas, para ambas as equipes, que acabei perdendo a conta.

Enfim, ao finalizar a partida apenas confirmou-se o campeão. Os garotos do HCT levam a taça do Municipal de 2013

O jogo terminou com: Hct 28 x 26 handaction

Curiosidade!!!

O treinador Roberto teve um título duplo. Ele é técnico da equipe feminina do Feevale e do time masculino HCT.

Mais fotos das partidas podem ser conferidas no nosso Facebook.