Retrospectiva 2017: o ano das Seleções Brasileiras

Finalizando a Retrospectiva 2017 neste domingo, 31 de dezembro, vamos relembrar como foi o ano para as Seleções Brasileiras. Na base com os Pan-Americanos e Sul-Americanos, já as Seleções Principais tiveram os Mundiais pela frente. Brasil em quadra não faltou neste ano.

Mundial Masculino França 2017

Seleção Brasileira/ Foto: France Handball 2017 – Todos os direitos reservados

A França deu ponta-pé inicial as competições internacionais de 2017 como sede do Mundial Masculino. A divulgação em massa, os ginásios sempre lotados. Foi uma bonita festa que acabou com a premiação e o hexacampeonato para a seleção dona da casa.

A seleção Brasileira perdeu nas oitavas de final para a Espanha (27-28) e se despediu da França com o 16º lugar.

Seleção Francesa/ Foto: Stéphane Pillaud – IHF

Veja como foi o Mundial: handebolminuto.wordpress.com/tag/fra2017/

Pan-Americano Juvenil de Handebol de Areia

A Seleção Masculina venceu o Pan/ Foto: Print

Fevereiro teve as disputas do Pan-Americano Juvenil de Handebol de Areia. Foi a primeira edição da competição que é classificatória para o Mundial da categoria e modalidade.

As Seleções Brasileiras foram muito bem na competição. As meninas conquistaram a prata, já os garotos foram os grandes campeões.

Leia mais: handebolminuto.wordpress.com/tag/pan-juvenil-de-handebol-de-areia/

ParaPan de Jovens 2017

As guerreiras comemoram o ouro/ Foto: ©Leandro Martins-MPIX-CPB

O ParaPan-Americano de Jovens 2017 aconteceu em São Paulo (SP) em março. As Seleções Brasileiras de Goalball estavam na lista das favoritas aos títulos. Fizeram bonito! Tanto as guerreirinhas tanto os guerreirinhos da seleção canarinho conquistaram os títulos e os topos do pódio. Brasil Masculino e Brasil Feminino são bicampeão parapan-americanos.

Leia mais: handebolminuto.wordpress.com/tag/parapan-de-jovens/

Torneio Quatro Nações Feminino

Brasil e Portugal no confronto pelo título do Torneio 4 Nações/ Foto: Print

Em junho aconteceu a terceira edição do Torneio Quatro Nações. Mas uma vez deu Brasil na competição, isso porque a Seleção Brasileira ao vencer Portugal (32-29) se tornou tricampeã.

Confira como foi o Torneio: handebolminuto.wordpress.com/tag/iii-torneio-quatro-nacoes/

Pan-Americano de Handebol Feminino 2017

Brasil comemora o título 2017! / Foto: print de tela

O sexto mês de 2017 foi de vitórias para as guerreiras da Seleção Brasileira Principal. Buenos Aires (ARG) recebeu a competição. Após conquistar o tricampeonato do Torneio Quatro Nações, a Seleção Brasileira disputou o Pan-Americano. Invicto se sagrou campeão, o maior do campeonato, pois é a única seleção a ter 10 títulos do Pan.

Confira: handebolminuto.wordpress.com/tag/pan-americano-2017/

Mundial Júnior 2017

Seleção Brasileira Júnior/ Foto: IHF

O sétimo mês do ano teve o Mundial Júnior Masculino 2017. A Seleção Brasileira encerrou a participação com goleada sobre a Arábia Saudita, pelo placar de 41 a 20, na Partilhe Cup.

Seleção Júnior da Espanha/ Foto: IHF

O título foi conquistado pela Espanha.

Saiba mais em: handebolminuto.wordpress.com/tag/mundial-junior-2017/

Deaflympics

Seleção Brasileira fez sua estreia na competição surdolímpica/ Foto: CBDS

Julho foi importante para o desenvolvimento do handebol de surdos brasileiro. O esporte ainda é pouco conhecido no Brasil e tem pouco apoio, mesmo assim, as equipes nacionais não param de se desenvolver. Pela primeira vez, a Seleção Brasileira disputou a Deaflympics, os Jogos Olímpicos voltados para atletas deficientes auditivos e surdos. Apenas o masculino foi para os Jogos, já que a baixa procura de seleções não possibilitou a formação de uma competição no feminino.

Na Deaflympics, a Seleção Brasileira encerrou a participação com a sétima colocação.

O ouro foi para a seleção da Turquia, a prata para a Rússia e o bronze foi conquistado pela Croácia.

Veja mais: handebolminuto.wordpress.com/tag/surdolimpiada-2017/

Word Games

As guerreiras do Brasil / Foto: Przemek Pozowski

Antes de tudo: BI!

Julho foi movimentado para o handebol, não apenas no indoor, mas também nas areias, já que no sétimo mês de 2017 aconteceu o Word Games, as Olimpíadas dos esportes não-olímpicos. As Seleções Brasileiras disputaram o handebol de areia, feminino e masculino, eram as favoritas por serem as campeãs da edição 2013. O favoritismo se confirmou.

Seleção Brasileira Masculina/ Foto: Instagram Camila Massari

Tanto no feminino tanto no masculino, as Seleções Brasileiras conquistaram os títulos e o bicampeonato.

Veja como foram as campanhas das Seleções do Brasil no Word Games: handebolminuto.wordpress.com/tag/word-games-wroclaw-2017/

Mundial Juvenil de Handebol de Areia

As seleções argentinas superaram a meta que era o 4º lugar/ Foto: CAH

Infelizmente, nem tudo foram flores para o handebol brasileiro em julho. Sem verba e patrocínio, as Seleções Brasileiras Juvenis não puderam disputar o Mundial e desta forma não poderão jogar as Olimpíadas da Juventude em 2018. As equipes nacionais foram avisadas em cima da hora de que não viajariam, aliás, a informação do cancelamento também foi avisada aos organizadores as vésperas do Mundial, algo que não agradou a Federação Internacional.

Essa foi a primeira edição do Mundial Juvenil de Handebol de Areia que teve como campões Espanha, no masculino, e Hungria, no feminino. As seleções da Argentina conquistaram o bronze em ambos naipes e as últimas vagas para os Jogos Olímpicos da Juventude.

Leia como foram os jogos do Mundial: handebolminuto.wordpress.com/tag/mundial-juvenil-de-handebol-de-areia/

Mundial Juvenil 2017

Seleção Brasileira Juvenil/ Foto: CBHb

O Mundial Juvenil 2017 foi disputado em agosto e a Seleção Brasileira entrou em quadra. Não ficou com a classificação que queria, 19º lugar, mesmo assim encerrou a competição com vitória sobre a Geórgia, pelo placar de 32 a 23.

Os meninos da França levantaram a taça de campeões! /Foto: IHF

O título Mundial ficou com a França, a prata com a Espanha e o bronze com a Dinamarca.

Confira como foram os jogos do Mundial: handebolminuto.wordpress.com/tag/mundial-juvenil-2017/

Jorge Dueñas começou os treinos com a Seleção Brasileira

Brasil e França sed preparam para o Mundial/ Foto: CBHb

Jorge Dueñas começou os treinos com a Seleção Brasileira no final de setembro, após passar por diferentes estados dando cursos de handebol. O treinador espanhol foi confirmado como comandante da equipe nacional feminina em agosto.

O segundo amistoso entre Brasil e França ocorreu no dia 1º de outubro e acabou em empate.

Confira aqui a escalação da Seleção Brasileira e veja aqui a crônica do Amistoso.

Torneio Quatro Nações – Masculino

O capitão com a taça do tetra! / Foto: print

O Torneio Quatro Nações, no masculino, chegou a quarta edição. A Seleção Brasileira chegou invicta a final do quadrangular e assim se manteve, confirmou o favoritismo e se sagrou tetracampeã.

Confira como foi a campanha do Brasil: handebolminuto.wordpress.com/tag/torneio-quatro-nacoes/

Sul-Americano Cadete

Pinheiros levantou a taça do continental/ Foto: CBHb

O Sul-Americano Cadete aconteceu em novembro. O Brasil não teve seleções em quadra, mas enviou duas equipes. No feminino o representante brasileiro foi o Pinheiros, no masculino o CAIC.

Entre as meninas, o Pinheiros conquistou o ouro! Já entre os meninos, o CAIC ficou com a prata.

Leia mais: handebolminuto.wordpress.com/tag/sul-americano-cadete/

Sul-Americano Infantil

Sorriso na partida com a Argentina/ Foto: CBHb

Assim como no Cadete, no Sul-Americano Infantil equipes representaram o Brasil. O continental também aconteceu em novembro, na semana seguinte da final do cadete. O Sorriso defendeu as cores verde, amarelo e azul, no masculino e no feminino.

As meninas conquistaram o bronze. Já os meninos conquistaram o título.

Confira como foi o Sul-Americano no link a seguir: handebolminuto.wordpress.com/tag/sul-americano-infantil/.

Mundial Feminino Alemanha 2017

Seleção Brasileira/ Foto: Divulgação

Dezembro é o mês que encerra no ano e que fecha as competições de handebol. O Mundial Feminino aconteceu na Alemanha e viu seleções renovadas, algumas mais que outras, e também serviu de despedidas para quem a partir dali já pensa em aposentadoria.

As disputas foram quentes e aos poucos equipes nacionais foram ficando pelo caminho. A Seleção Brasileira não fez uma boa campanha e não avançou para as oitavas de final, encerrando a participação na fase de grupos, com a 18ª posição, a pior desde 2003.

França colocou a torcida para cantar neste domingo/ Foto: Federação Francesa de Handebol

A Seleção da França, prata nas Olimpíadas, conquistou o título mundial pela segunda vez.

Confira como foi o Mundial Alemanha 2017: handebolminuto.wordpress.com/tag/alemanha-2017/

Anúncios

EHF Euro Croácia 2018 começa no dia 12 de janeiro

Suécia quer retornar ao pódio/ Foto: Ludvig Thunman-Federação Sueca de Handebol

Enquanto muitos curtem os festejos de final de ano e as merecidas férias de verão (no hemisfério sul) e de inverno (no hemisfério norte), os atletas das seleções europeias treinam forte, já que no dia 12 de janeiro começam os jogos da EHF Euro Croácia 2018. O campeonato classifica as melhores seleções para o Mundial.

Ao todo 16 seleções brigarão pelo título 2018, estão divididas em quatro grupos, sendo que cada chave jogará em uma cidade croata diferente, na primeira fase.

O Grupo A jogará em Split. É composto por Croácia, Islândia, Sérvia e Suécia.

A Chave B terá as disputas em Porec, sendo integrada pelas seleções de: Áustria, Bielorrússia, França e Noruega.

O Grupo C, com jogos em Zagreb, têm os times nacionais de Alemanha, Macedônia, Montenegro e Eslovênia.

A Chave D terá suas partidas sediadas em Varazdin, sendo composta por República Tcheca, Espanha, Dinamarca e Hungria.

A estreia da EHF Euro será no dia 12 de janeiro com quatro jogos, dois pelo Grupo A e dois pelo B.

Às 15h15* duas partidas darão o ponta-pé inicial ao campeonato. Bielorrússia enfrentará a Áustria. A Suécia encarará a Islândia.

Na sequência, às 17h30, mais dois confrontos. Croácia duelará com a Sérvia, enquanto a França fará o embate com a Noruega.

A EHF Euro Masculina, com a formação que conhecemos, foi disputada pela primeira vez em 1994, sendo disputada de dois em dois anos. A Suécia é a maior campeã, possui quatro títulos. A França é a segunda maior campeã, com três ouros. Dinamarca e Alemanha são bicampeã europeias, enquanto a Rússia é detentora de um título.

Essa será a segunda vez que a Euro passa pela Croácia. O país, sede em 2018, recebeu o campeonato em 2000, ano do tricampeonato sueco.

*Jogos no Horário Brasileiro de Verão.

Retrospectiva 2017 – as conquistas no handebol mundo a fora

A série sobre a Retrospectiva 2017 segue nessa sexta-feira, 29 de dezembro, para lembrar das conquistas no handebol mundo a fora!

EHF Cup 2016/2017

Rostov comemora o título inédito/ Foto: EHF

A EHF Cup 2016/2017 se encerrou nos meses de abril e maio, após quase um ano de competições. No quarto mês do ano foi a decisão masculina, o título conquistado pelo Göppigen (leia a crônica da final aqui). No mês seguinte foi a vez do feminino em quadra. O Rostov venceu e conquistou o bicampeonato (leia a crônica aqui).

Veja mais detalhes sobre a EHF Cup: handebolminuto.wordpress.com/tag/ehf-cup/

Champions League 2016/2017

O clube, do brasileiro Rogerio Moraes, é campeão pela primeira vez/ Foto: EHF – Richard Walch

A Champions League 2016/2017 também teve suas finais a partir de maio, sendo que novamente a Alemanha foi sede das decisões.

A primeira definição foi no feminino, sendo que o Györ conquistou o tricampeonato. Além do título, a equipe contou com a brasileira Eduarda Amorin, a Duda, que foi eleita, após o jogo, a Melhor Defensora de Handebol do Mundo.

Em junho aconteceu a final masculina, no qual o Vadar se sagrou o grande campeão. Além do primeiro título do time da Macedônia, essa foi a primeira vez que um jogador masculino brasileiro conquistou a Champions. Rogério Moraes defende o Vadar.

Saiba como foram as disputas da Champions League: handebolminuto.wordpress.com/tag/champions-league-201617/

Liga Asobal

O Barcelona conquistou mais um título/ Foto: Divulgação – Equipe

A definição do título 2016/2017 da Liga Asobal aconteceu com duas rodadas de antecedência, quando o Barcelona venceu o Bidasoa Irún, abrindo vantagem necessária na tabela de classificação, não podendo mais ser ultrapassado. Com a sétima conquista consecutiva, o Barcelona também garantiu vaga para disputar a Champions League.

Veja como foi aqui: handebolminuto.wordpress.com/2017/04/18/barcelona-conquista-a-liga-asobal-com-antecipacao/

Pan-Americano de Clubes 2017

A América é azul e preto / Foto: Santiago Russo – Asunción 2017

Com certeza 2017 será o ano que ficará na história do Pinheiros, que além de conquistar o Super Paulistão e Liga Nacional, nas diferentes categorias e naipes que disputa, também colocou na sala de troféus duas taças continentais. O clube azul e preto conquistou o Pan-Americano de Clubes no feminino e no masculino.

Em maio, entre os homens, o Pinheiros se sagrou bicampeão do continental e representou o Brasil no Super Globe.

Em outubro, entre as garotas, o Pinheiros levantou a taça do Pan de Clubes.

Confira como foram as partidas do Pan-Americano de Clubes 2017: handebolminuto.wordpress.com/tag/pan-de-clubes-2017/

Super Globe 2017

Barcelona é um dos maiores campeões da competição/ Foto: IHF

No final de agosto aconteceu no Qatar o Super Globe, em que as melhores equipes disputaram o título mundial de handebol. O Barcelona foi o grande campeão do torneio, e desta forma chegou ao terceiro título. Representando as Américas, o Pinheiros ficou com o quinto lugar.

Leia mais: handebolminuto.wordpress.com/tag/super-globe-2017/

Equipes de base pela Europa

Os jovens atletas do Herkules/ Foto: divulgação

Em julho nada de férias, equipes de base do Herkules, do HEBs, do Pinheiros, do BRH , do SCB, do BRG e da Hebraica foram para Europa e disputaram campeonatos.

Drodronninglund Cup teve a participação da maioria dos brasileiros. Não houve brasileirinhos no pódio, mas a diversão e o aprendizado valerão a pena.

Já na Partilhe Cup os clubes que participaram foram Herkules, Hebs e Hebraica. Nessa competição teve brasileiros no pódio: o HEBS conquistou a prata, no Sub-21, e o Herkules ficou com o bronze do Sub-12.

Confira aqui as noticias sobre a Drodronninglund Cup e aqui sobre a partilhe Cup.

Guilherme Valadão e Lígia Costa em novos clubes em 2018

Lígia será a terceira atleta brasileira no time espanhol/ Foto: divulgação

Mais duas contratações de atletas brasileiros agitaram o mercado de atletas. Guilherme Valadão deixa a Europa e voltará a jogar no Brasil. Lígia Costa deixa a Polônia, após um período de dificuldades, e atuará na Espanha em 2018.

Guilherme Valadão, 26 anos, estava no clube espanhol BM Granollers e foi confirmado como reforço para a próxima temporada no clube paulista Taubaté.

Lígia Costa, 21, deixa o polonês Pogón, após duas temporadas, e irá defender o BM Bera Bera, da Espanha. A contratação da pivô brasileira foi realizada pelo time nesta sexta-feira, 29 de dezembro, sendo que Lígia fará a sua estreia no dia 13 de janeiro. A pivô fará companhia a outras duas brasileiras que jogam pelo Bera Bera: Adriana Cardoso (Doce) e Giulia Guarieiro.

Chapecó/Falcões do Oeste é campeão da Copa Santa Catarina de handebol de cadeira de rodas

Falcões do Oeste têm 12 anos e já acumula vitórias/ Foto: página do clube

Chapecó/Falcões do Oeste se sagrou da Copa Santa Catarina ao vencer o Criciúma na final, por 2 sets a 0. O bronze foi conquistado pelo Clube Roda Solta que superou o Florianópolis, também por 2 a 0.

A equipe campeã teve o melhor ataque da Copa, marcou 66 gols e sofreu apenas 15.

Nesse ano o Falcões do Oeste conquistou o Tricampeonato Catarinense e a quarta colocação do Brasileiro. O time formado em 2005, já conquistou o título nacional, em 2015.

A final do Catariense e da Copa Santa Catarina foram na semana do dia 20 de dezembro.

Fernando Dutra e Yano Piovarczik jogarão 2018 em novas equipes

Piovarczik (na frente) teve a contratação confirmada nessa quarta-feira/ Foto: BM Villa de Arenda

Fernando Dutra e Yano Piovarczik jogarão em 2018 em times novos. Os atletas já assinaram com os clubes e aturam por eles no recomeço das competições nacionais em fevereiro.

Fernando, 25 anos, assinou o contrato de uma temporada no clube suíço BSV Stands. Essa não é a primeira vez que o atleta jogará na Europa, atuou em Sporting Club e no Eger. Na temporada 2017, Dutra atuou no Carajás, disputando a Conferência Norte da Liga Nacional.

Yano, de 23 anos, é o novo reforço do Villa de Aranda, clube espanhol. O jovem jogador já passou por equipes como Pinheiros, São Bernardo e São Caetano, sendo que o último time que defendeu foi o Taubaté. O jogador se apresentará oficialmente no Aranda em 5 de janeiro.

Retrospectiva 2017 – handebol brasileiro

A Retrospectiva 2017 segue nesta quinta-feira, 28 de dezembro, com a segunda parte, essa falando sobre o handebol brasileiro, para lembrar dos melhores momentos das principais competições nacionais.

Copa do Brasil

América conquista o título 2017! / Foto: CBHb

A temporada 2017 começou com as disputas da Copa do Brasil em maio, no masculino. No dia 20, o América venceu o Português/Aeso e se tornou o campeão.

Veja como foi a final aqui e aqui.

Liga Nacional 2017

Concórdia conquistou a Liga pela 2ª vez/ Foto: print

A Liga Nacional desse ano repetiu o formato de 2016, com a primeira fase dividida por regiões: Centro-Oeste, Sul/Sudeste, Norte e Nordeste. Os jogos começaram a ser disputados em agosto e ao longo do segundo semestre agitaram o handebol brasileiro.

A final feminina aconteceu no dia 19 de novembro entre Concórdia e São Bernardo. A equipe catarinense conquistou o bicampeonato.

Já a final masculina aconteceu no dia 17 de dezembro, entre Pinheiros e Taubaté. Foram necessárias duas prorrogações para que os torcedores conhecessem o campeão. O Pinheiros se sagrou hepta da Liga.

Saiba como foram os jogos da Liga Nacional: handebolminuto.wordpress.com/tag/liga-nacional-2017/

Campeonato Brasileiro

Português/Aeso é campeão 2017! / Foto: CBHb

O Campeonato Brasileiro foi disputado em dezembro, nos dois naipes, com duração de uma semana cada disputa.

No feminino a final foi realizada no dia 9 de dezembro, no qual o Português/Aeso se sagrou o grande campeão 2017!

Na competição masculina, foi em 15 do mesmo mês, sendo que o ADJF conquistou o título brasileiro.

Veja como foram as partidas do Brasileiro aqui.

Circuito Brasileiro de Handebol de Areia

Niterói Rugby conquista o título pela primeira vez/ Foto: WEm Marketing Esportivo & Administração de Campeonatos

Diferente das edições passadas, o Circuito Brasileiro de Handebol de Areia 2017 teve todas as suas fases disputadas em um único ano, em ambos naipes.

De julho a dezembro seis etapas agitaram as praias brasileiras. As finais ocorreram no dia 12 e tiveram como os grandes campeões Niterói Rugby, no masculino, e Grêmio Unipê, no feminino.

Confira como foram as fases do Circuito em: handebolminuto.wordpress.com/tag/circuito-brasileiro-de-handebol-de-areia-2017/

Retrospectiva 2017 – handebol nos estados e nas cidades

Na última semana no ano começamos a Retrospectiva 2017 para lembrar alguns momentos importantes no handebol. Nesta terça-feira, 26 de dezembro, vamos relembrar conquistas do esporte em alguns estaduais e competições citadinas.

Campeonato Gaúcho

As atletas da Apahand/ Foto: FGHb

O Campeonato Gaúcho 2017 começou a ser disputado em 21 de abril com a primeira rodada do Adulto Feminino. Ao decorrer do primeiro semestre, aos poucos, a base também teve seus jogos.

De acordo com o que divulgou a Federação Gaúcha de Handebol (FGHb) o Gaúcho, ao longo de oito meses foram realizados mais de 250 jogos e 1.100 atletas participaram.

No Adulto foram os grandes campeões de 2017, a UFRGS, no masculino, e a Apahand/UCS, no Feminino.

Na base os campeões foram os seguintes:

Infantil: SGNH, no feminino, ATHb Torres, masculino;

Mirim: ATHB, feminino, ATHb Torres, no masculino;

Cadete: LHH, feminino;

Juvenil: Recreio da Juventude, masculino, LHH, no feminino.

Relembre mais: handebolminuto.wordpress.com/tag/campeonato-gaucho-2017/

Campeonato Municipal de Handebol de Porto Alegre

UFRGS voltou a subir no pódio nesta edição/ Foto: Ben Hur Maurr da Silva – arquivo pessoal

De maio a junho aconteceu o Campeonato Municipal de Handebol de Porto Alegre (CMH Porto Alegre). O torneio voltou a ser disputado no Ginásio Tesourinha, em Porto Alegre (RS).

21 equipes divididas entre 12 no feminino e nove no masculino disputaram o título 2017! Os campeões foram conhecidos na manhã de domingo, dia 7 de junho. Entre os homens, a UFRGS levantou a taça pela terceira vez, no feminino a LHH se sagrou campeã.

Saiba mais sobre: handebolminuto.wordpress.com/tag/cmh-2017/

Super Paulistão

Pinheiros manteve o favoritismo/ Foto: CBHb

O Super Paulistão teve um ano intenso, com jogos no Adulto e na Base (mirim, infantil, juvenil e júnior), em ambos naipes, sendo que algumas categorias teve jogos pela série Ouro, Prata e Bronze.

O campeonato se encerrou entre os meses de outubro e novembro, com os jogos da fase final em diferentes categorias.

No dia 15 de outubro, os torcedores presentes no Ginásio Camilópolis, em Santo André (SP), puderam assistir o Pinheiros levantar a taça de campeão do Adulto Masculino pela 30ª vez.

No Adulto Feminino, a decisão foi em 5 de novembro, também no Camilópolis, o São Bernardo, após superar crises financeiras e o risco de fechar as portas, conquistou o título!

Veja mais: handebolminuto.wordpress.com/tag/super-paulistao-2017/

Lhesp 2017

ONG Sorocaba comemora o título/ Foto: Lhesp

A Liga de Handebol do Estado de São Paulo (Lhesp) também teve jogos no Adulto e na Base, nas Séries Ouro, Prata e Bronze.

Na Série Ouro Feminina, no adulto, o campeão dessa edição foi ONG Sorocaba. No Masculino, mesma série e categoria, o Itatiba foi campeão.

Confira os campeões da base: handebolminuto.wordpress.com/tag/lhesp-2017/

Jogos Universitários de Goiás 2017

Força Atlética/ Foto: divulgação

Os Jogos Universitários de Goiás 2017 (JUG’s) teve como tetracampeão no feminino o Força Atlética. No masculino, a PUC Goiás levantou o caneco.

A final ocorreu em maio. Leia sobre o jogo da decisão: handebolminuto.wordpress.com/2017/05/09/forca-atletica-e-puc-goias-sao-campeoes-do-jugs/

Jogos Universitários Gaúcho 2017

Feevale foi o campeão em 2016/ Foto: divulgação -equipe

Os Jogos Universitários Gaúcho 2017 em junho teve a definição dos campeões. No masculino, a UFRGS se sagrou bicampeã. No feminino, a Feevale foi campeão.

Veja como foi a final: handebolminuto.wordpress.com/2015/06/21/drops-handebol-noticias-sobre-o-handebol-gaucho/

Essa é uma pequena retrospectiva de algumas competições que ocorreram nesse ano. Na próxima quinta-feira, 28 de dezembro, a série 2017 será sobre as principais competições nacionais.