Brasil disputará o bronze no feminino e masculino no Mundial de Handebol de Surdos

Quatro semifinais, duas no feminino e duas no masculino, agitaram o Ginásio da UCS nessa tarde e noite de sexta-feira, 20 de julho, pelo Mundial de Handebol de Surdos, que acontece em Caxias do Sul (RS). A competição segue nesse sábado, dia 21, com os jogos pelo pódio. No Feminino Brasil e Rússia se enfrentarão pelo bronze, o título será disputado entre Turquia e Dinamarca. No Masculino, o bronze será entre Brasil e Turquia, o ouro entre Croácia e Rússia.

Feminino – Brasil x Turquia

Turquia e Brasil / Foto: reprodução

A Seleção Brasileira jogou mal na primeira etapa, não conseguia atacar bem, perdia arremessos o que acabava possibilitando os contra-ataques da Turquia. A defesa brasileira, que outrora se destacava, não conseguia atuar bem, era lenta, não acompanhava o ágil ataque turco. Aos 25′, a Turquia já havia conseguido abrir cinco gols de vantagem (6-11). Diferença foi mantida, mesmo com ma suave melhora do Brasil até a entrada no intervalo. Placar Parcial: TUR 13 x 8 BRA.

No segundo tempo, o Brasil voltou ainda mais ansioso, errava passes, perdia um gol atrás do outro e as roubadas de bolas davam errado. A Turquia não voltou melhor, mas seguia fazendo o chamado feijão com arroz, atacando bem e defendendo dentro do possível, assim, abriu oito gol de vantagem (18-8). Contudo, a Seleção Brasileira achou a tranquilidade necessária para reagir, aos 15′ passou a impor rimo em quadra. A defesa voltou a melhor, fechada e armada, bloqueava os avanços turcos e evitava os contra-ataques. As roubadas de bola voltaram a dar certo. A finalização, no entanto, seguia ruim, com as brasileiras mandando muitas bolas para fora da quadra. Por nove minutos as turcas não conseguiam chegar na área brasileira e por esse tempo não balançou a rede. A diferença que separava as seleções se manteve até o último apito. Placar Final: TUR 21 x 18 BRA.

Na primeira semifinal do dia, a Dinamarca goleou a Rússia, por 25 a 7.

Masculino – Brasil x Croácia

Croácia e Brasil / Foto: reprodução

A partida começou intensa, com as duas seleções atacando forte. Apesar dos croatas na frente, a diferença entre as duas seleções era pequena (1-3). As defesas estavam bem, mas a partir dos 5′, a seleção da Croácia começou a dominar o confronto e ao decorrer do tempo foi aumentando a diferença. Aos 21′, os croatas abriram 13 gols de vantagem (3-16). A Seleção Brasileira errava na troca de passes, não mantinha a bola e a defesa muito aberta facilitava os avanços do rápido ataque da Croácia. A defesa ágil conseguiu segurar o Brasil, que ficou sem balançar as redes por 25 minutos. Placar Parcial: CRO 19 x 3 BRA.

Na segunda etapa, o domínio croata seguiu, mas o Brasil conseguia manter melhor a bola, fazia roubadas, conseguiu desencantar e chegar ao gol. Após os 10′, a Seleção Brasileira reagiu de leve, conseguia atacar melhor, com trocas de passes e arremessos a gol. Não chegava a ameaçar a Croácia, mas passou a exigir mais da defesa rival. A defesa brasileira também estava um pouco melhor. A Croácia aumentava o placar, porém o Brasil também conseguia balançar as redes. Placar final: CRO 36 x 15 BRA.

Na outra semifinal masculina, a Rússia venceu a Turquia, por 24 a 28.

Sábado de decisões

Com as semifinais definidas, nesse sábado, acontecerão os jogos pelos bronzes e ouros.

A disputa pela terceira colocação Feminina entre Brasil e Rússia, será às 12h. No Masculino, o confronto entre Brasil e Turquia será, às 14h.

A disputa pelo título entre as mulheres será entre Turquia e Dinamarca, às 16h. Entre os homens, a final será entre Rússia e Croácia, às 18h.

Anúncios

Definidos os clubes que disputarão o Super Globe 2018

divulgação

Estão definidos os times que disputarão o Super Globe 2018. Além do brasileiro Taubaté, estão confirmados FC Barcelona (ESP), Montpellier HB (FRA),Al-Sadd (QAT), Al Najma (BRN), L’Association Sportive de Hammamet (ASH) e Sydney University Handball Club (AUS).

O Super Globe será realizado de 16 a 19 de outubro, em Doha, no Qatar.

Seleção Brasileira Universitária se prepara para o Mundial em Cascavel

Seleção Brasileira Universitária buscará o título./ Foto: Assessoria FAG

A Seleção Brasileira Universitária Feminina se prepara para o Mundial Universitário no Centro Universitário FAG, em Cascavel (PR). As 14 convocadas por Neudi Zenatti chegaram a cidade paranaense na última quinta-feira, 19 de julho, e farão a terceira e última fase de treinos até dia 25 desse mês, quando a Seleção e a comissão técnica embarcarão para a Croácia.

O Mundial Universitário 2018 será em Rijeka, de 30 de julho a 5 de agosto. A sede dos jogos será Sport Hall Zamet.

A Seleção Brasileira busca o bicampeonato, foi campeã em 2014, na final contra a seleção russa (lembre aqui). Na edição passada, as brasileiras não disputaram o Mundial de 2016, por falta de verba.

As convocadas, com idades entre 19 a 25 anos, são atletas universitárias dos estados de Paraná, São Paulo, Santa Catarina e Pernambuco. Ao Catve, Zenatti contou que chegar a lista das convocadas não foi uma tarefa fácil, por isso, contou com a ajuda de vários treinadores do Brasil. Além disso ele relatou:

“Acreditamos que estamos com o melhor grupo de atletas a nível de Brasil, que estão jogando handebol hoje”.

Confira a lista de convocadas pelo treinador Neudi Zenatti:

Seleção Brasileira Universitária Feminina

*Sem posição – Por Universidade

FAG

Isa;

Thais;

Francinete;

Mirelli;

Dayane;

Blumenau

Rafaella;

Evelyn;

Vaniele;

Pâmela;

Santa Catarina

Talita;

Nadyne;

Tauani;

Faculdade Barros Melo

Camila;

Pinheiros

Nicole

Brasil encarará a Turquia na semifinal feminina do Mundial de Handebol de Surdos

Dinamarca e Turquia entraram em quadra classificadas, mas sem saber quem enfrentariam nas semifinais./ Foto: reproduçao

Brasil e Turquia se enfrentarão pela vaga feminina na final nessa sexta-feira, 20 de julho, no Mundial de Handebol de Surdos. A definição da rival da Seleção Brasileira se deu nessa quinta-feira, 19, no jogo pela liderança do Grupo entre a equipe turca e dinamarquesa.

Na partida dessa quinta, Dinamarca e Turquia se enfrentaram pela primeira colocação, já que as duas equipes tinham o mesmo número de pontos. As dinamarquesas foram superiores do início ao fim e venceram, por 29 a 10.

Brasil e Turquia farão a semifinal, às 18h. Rússia e Dinamarca duelarão pela vaga na próxima fase, às 14h.

Na partida por colocações no quadro geral, entre os homens, Quênia venceu Camarões, pelo placar de 24 a 20.

No masculino, a Seleção Brasileira encarará na semifinal a Croácia, às 20h. Leia mais sobre a rodada dessa sexta-feira aqui.

Resultados dos confrontos de quarta-feira

Na última quarta-feira, dia 18, três jogos foram realizados. No feminino, a Seleção Brasileira venceu a Rússia, por 13 a 12 (leia a cronica). No masculino, a Rússia goleou o Equador, por 33 a 9. A Croácia venceu Camarões, por 16 a 47.

Definidos os dias dos jogos de handebol nas Olimpíadas #Tokyo2020

Mascotes Olímpicos serão apresentados oficialmente no próximo domingo./ Imagem: divulgação

Os Jogos Olímpicos #Tokyo2020 já estão com os dias de disputas definidos, incluindo do handebol. O campeonato desportivo terá início oficial no dia 24 de julho, mas as competições começaram no dia 22 com jogos de basebol e futebol.

No handebol as partidas no masculino começarão no dia 25 de julho, no feminino no dia 26. Na primeira fase, ao todo serão três embates por dia. As disputas pelas medalhas estão agendadas para o dia 8 de agosto entre os homens e dia 9 de agosto entre as mulheres. Vale ressaltar que nessa mesma data será realizada a Cerimonia de Encerramento.

Todos os confrontos do handebol olímpico serão no Yoyogi National Stadium, mesma sede que receberá as partidas do goalball, nas Paralimpíadas.

As seleções que disputarão o handebol ainda não são conhecidas, já que os campeonatos continentais classificatórios ainda estão a ser realizados. Nas Américas, por exemplo, o Pan-Americano de Desportos, ocorrerá em Lima (PER), de 26 de julho a 11 de agosto de 2019.

Dois anos para #Tokyo2020

Falta pouco mais de dois anos para as Olimpíadas de Tóquio, no Japão. Para marcar a data a organização dos Jogos organizou uma série de eventos. No próximo domingo, 22 de julho, as mascotes serão apresentadas oficialmente a população, bem como, seus nomes serão divulgados.

Na terça-feira, dia 24, quando faltarão dois anos exatos para os Jogos, serão colocados no Festival de Verão 731 lanternas, o mesmo número de dias que faltam até a Cerimonia de Abertura #Tokyo2020. A Tokyo Sky Tree também receberá uma iluminação especial para a celebração da data.

Outros eventos, como dança e competições na base, também serão realizados até o mês de agosto deste ano.

#CaxiasDoSul2018: Brasil enfrentará a Croácia na semifinal masculina. No feminino a Seleção espera o rival ser definido

As semifinais serão nessa sexta-feira. / Foto: divulgação

O Brasil enfrentará a Croácia na semifinal masculina do Mundial de Handebol de Surdos #CaxiasDoSul2018. Já no feminino, a Seleção Brasileira espera o rival das semifinal ser definido no confronto entre Dinamarca e Tunísia, na noite dessa quinta-feira, 19 de julho. As semifinais dos dois naipes será na sexta-feira, dia 20.

Entre os homens, a Seleção Brasileira fará a disputa pela vaga na final com a seleção croata, às 20h. A outra semifinal será entre Turquia e Rússia, às 16h. No mesmo dia haverá a partida entre Camarões e Equador, às 12h, por posições de quinto a sétimo.

Nessa quinta-feira, também por colocações no quadro geral, haverá o jogo entre Camarões e Quênia, às 20h.

A classificação da primeira fase ficou a seguinte:

Chave A

1 – Turquia
2 – Brasil
3 – Quênia

Chave B

1 – Croácia
2- Rússia
3- Camarões
4- Equador

Entre as mulheres, a Seleção Brasileira se classificou em terceiro, enquanto a Rússia avançou em quarto. Brasil e Rússia esperam as seleções que farão as semifinais. A decisão entre as dinamarquesas e as turcas será nessa quinta, às 18h. Essa jogo além de definir as partidas das semifinais feminina, irá também decidir a classificação da primeira fase. Dinamarca e Turquia estão empatadas na liderança, até o momento, em número de pontos, oito cada.

Quem vencer ficará em primeiro e encarará a Rússia na semifinal 1, às 14h. O segundo colocado do grupo enfrentará o Brasil na semifinal 2, às 18h.

Com gol nos últimos minutos, Brasil vence a Rússia no feminino de Caxias do Sul

Seleção Brasileira conquista a primeira vitória no Mundial./ Foto: reprodução

Com gol nos últimos minutos, a Seleção Brasileira Feminina venceu a Rússia, por 13 a 12, no feminino do Mundial de Handebol de Surdos #CaxiasDoSul2018. A partida aconteceu na tarde desta quara-feira, 18 de julho, no Ginásio da UCS, na Serra Gaúcha.

O confronto foi muito disputado e equilibrado. As duas seleções estavam com boas trocas de passes. Mas eram as defesas os grandes destaques. Poucas bolas balançavam as redes, o número de gols era baixo. Aos 20′ o marcador colocava a seleção russa a frente por apenas um gol (3-4). Os ataques, no entanto, não conseguiam ser efetivos, mesmo na frente as russas tinham dificuldade de ficar com a bola, além disso, boa parte dos arremessos eram defendidos pela goleira Ceres, que estava em um dia de inspiração. Já o Brasil conseguia manter a bola e nas roubadas contra-atacavam. Contudo, a pressa atrapalhava as finalizações e os arremessos a gol iam para fora ou batiam na trave. No final do primeiro tempo, a Rússia conseguiu encaixar as jogadas e abriu uma pequena diferença. Placar Parcial: BRA 4 x 6 RUS.

A etapa complementar demorou para ter o marcador mexido. As defesas novamente eram os destaques do embate. Somente aos 3’45” que o primeiro gol saiu, marcado por Isabele (5×6). A seleção russa conseguia ter mais sucesso nos ataques, já a Seleção Brasileira seguia com problemas para finalizar, porém, eram as brasileiras, mesmo atrás, que colocavam ritmo em quadra. Aos 12’23” Fernanda fez o gol que colocou o Brasil a apenas um gol atrás (7-8). Em menos de dois minutos, a Seleção Brasileira conseguiu o empate (9-9) e o placar se manteve em igualdade até os minutos finais, quando o Brasil fez o gol que garantiu a primeira vitória no Mundial. Placar Final: BRA 13 x 12 RUS.

Brasil joga bem, mas não consegue segurar a Turquia no feminino do Mundial de Caxias do Sul

Seleção Brasileira canta o hino em Libras./ Foto: reprodução

A Seleção Brasileira jogou bem, mas não conseguiu segurar a Turquia, 19 a 21, no feminino do Mundial de Handebol de Surdos, de Caxias do Sul. A partida foi realizada no Ginásio da UCS nessa noite de terça-feira, 17 de julho. Nessa quarta-feira as duas equipes do Brasil voltarão a disputar o Mundial.

O Brasil começou o jogo no ataque e em menos de 1′ abriu o marcador (1-0). Não demorou para as brasileiras abrirem a vantagem e dominarem o confronto. Tudo parecia estar a funcionar, o ataque era rápido e conseguia encontrar espaço na defesa rival. Já a defesa estava bem armada, fechada e fazia a marcação a 1 a 1. A Turquia tentava se defender, mas ao tentar fugir da marcação verde amarela deixava espaços. O Brasil chegou a abrir dois gols de vantagem e aos 17′ a diferença se mantinha (6-4). Contudo, as turcas conseguiram arrumar as falhas e passou a pressionar e conseguiu o empate e virou (8-9). Suzana marcou para a Seleção e deixou tudo igual novamente (9-9). O Brasil sentiu a pressão e passou a deixar os bloqueios mais abertos, com isso, a seleção turca aproveitou para desempatar e nos minutos finais abrir, pela primeira vez, a vantagem. Placar Parcial: BRA 9 x 11 TUR.

A etapa complementar começou com duas bolas balançando as redes por parte da Turquia, que não demorou para abrir cinco gols de vantagem (11-16). O ataque brasileiro errava muito na finalização a gol, perdia muitas bolas, e ainda perdia os passes, possibilitando os contra-ataques turcos. A defesa do Brasil estava bem e melhorou com o passar do tempo, evitando muitos gols do ágil ataque da seleção turca, assim, por longos minutos a rede brasileira não foi balançada. A Turquia chegou a ficar cinco minutos sem marcar um gol. O que mais atrapalhava a Seleção Brasileira era a ansiedade de empatar o confronto. Da segunda metade em diante, o Brasil estava melhor, interceptava bolas na troca de passes, defendia, contra-atacava, contudo, na hora de finalizar acontecia o erro. As brasileiras não conseguiam fazer gols e muitas jogadas foram desperdiçadas com a bola batendo na trave ou indo para fora. Nos cinco minutos finais, o Brasil não deixava mais a Turquia chegar ao gol e conseguia atacar com mais facilidade diminuindo a diferença de cinco para três. Mas infelizmente não houve mais tempo e com o apito final a vitória turca foi confirmada. Placar Final: BRA 19 x 22 TUR.

Nessa quarta-feira, 18, as Seleções Brasileiras Feminina e Masculina voltam a disputar o Mundial. Ambas equipes nacionais encararão as seleções de Gana. No Feminino a partida será, às 12h. No Masculino o jogo será, às 20h. Confira a tabela de jogos aqui.