Etapa de Caucaia do Circuito Brasileiro de Areia conhece seus campeões no domingo

Domingo será o dia de conhecer os vencedores da etapa cearense. Foto: Claudio Franco/CBHb

Domingo será o dia de conhecer os vencedores da etapa cearense. Foto: Claudio Franco/CBHb

A quarta etapa do Circuito Brasileiro de Handebol de Areia 2015/2016 continua amanhã, as partidas começam às 8h. Pelo masculino, nove equipes estão na disputa. Já entre as mulheres, seis times vão brigar pelo título.

A chave A masculina é composta por FHC (PB), HCP (PB), LMD Maracanaú (CE) e MHC (RJ). Já o grupo B é formado por Carcará Rio do Fogo (RN), Grêmio CIEF (PB), HCNN (RN), Novo Handebol Maracanaú (CE) e UHCCM. Pela chave A feminina, estão na disputa APCEF (PB), HCNN (RN) e UFPB/7 Handbeach (PB). Handebol Futuro (RN), HCP (PB) e MHC (RJ) formam o grupo B.
A décima edição do Circuito Brasileiro de Handebol de Areia contará com sete etapas classificatórias. A competição já passou por João Pessoa (PB) – o HCP (PB) venceu entre os homens e a APCEF (PB) entre as mulheres -, por Matinhos (PR) – AMHb/Net System Brasil (RJ), pelo masculino, e Rio Handbeach (RJ), pelo feminino, foram os campeões -, e por Niterói (RJ) – AMHB Macaé System Brasil (RJ), entre os homens, e Z5 Handebol de Areia (RJ), entre as mulheres, venceram a etapa. Depois dos duelos deste fim de semana, o evento passará ainda pelos Estados do Rio Grande do Norte (14 e 15 de novembro), Rio de Janeiro (30 e 31 de janeiro) e São Paulo (13 e 14 de fevereiro). A etapa final será realizada em Niterói (RJ), de 17 a 20 de março.
As partidas deste sábado ainda não tiveram o resultado divulgado, mas assim que tivermos acesso aos resultados atualizaremos a tabela.

Serviço*

Quarta etapa do Circuito Brasileiro de Handebol de Areia 2015/2016
Data: 31 de outubro e 1° de novembro
Local: SESC de Iparana, na Rua José Alencar, 150, Praia de Iparana, em Caucaia (CE)

*Com Informações da CBHb

 

Anúncios

IHF Trophy conhece seus campeões

Pela primeira vez o IHF Trophy teve dois vencedores não-europeus. Foto: Divulgação/IHF

Pela primeira vez o IHF Trophy teve dois vencedores não europeus. Foto: Divulgação/IHF

Mais um ciclo competição chega ao fim, e pela primeira vez na história desta competição temos um vencedor que não é da Europa. As Ilhas Faroé foram os vencedores na competição masculina. Desde o primeiro dia a equipe tem se mostrado favorita e seu desempenho ao longo do torneio cinco dias mostrou que as previsões estavam corretas.

Eles ganharam todas as partidas de forma convincente, com Cabo Verde seu adversário mais difícil, ainda sim demonstraram maturidade para encarar o torneio. Em um jogo que era uma final factual, a equipe do Oceano Atlântico , conseguiu bater os seus adversários do Atlântico Sul com um placar apertado de 27×24 e, assim, garantiram a IHF InterContinental Trophy pela primeira vez. Cabo Verde ficou em segundo lugar, após perder dois jogos. Além de perder a eventuais vencedores Ilhas Faroé, Cabo Verde surpreendentemente perdeu contra Tahiti em jogo dia 2, mas foi convincente contra a Colômbia e Uzbequistão.

A medalha de bronze vai para Colômbia, enquanto o Uzbequistão permanece em quarto lugar, assim como no México há dois anos. Tahiti foi passado, mas eles demonstraram grande espírito e gravou uma vitória contra Cabo Verde, o primeiro na história da competição para uma equipe da Oceania. O melhor marcador da competição masculina foi Sebastian Lamirault da Colômbia marcando 37 golos em quatro jogos.

Na competição feminina, tivemos um vencedor não europeu pela primeira vez também. Guadalupe foi convincente em todos os seus jogos e abriu o torneio com uma grande vitória contra 26×22 anfitrião e organizador a Bulgária, que abriu o caminho para que Guadalupe pudesse ganhar o evento. As outras três equipes não estavam no nível da equipe do Caribe e três vitórias fáceis foram registradas.

Bulgária, a atual campeão do México ficou em segundo lugar,mesmo trabalhando realmente duro contra o Uzbequistão, o duro teste decidiu que as vencedoras levariam somente a medalha de prata. Depois de perder um gol na metade do tempo Bulgária virou o jogo e venceu por pouco, 32×28, sagrando o Uzbequistão o terceiro colocado.

Já o Senegal ficou com a quarta posição com a sua única vitória contra a Nova Zelândia, que terminou em  último ao ser derrotado em todos os seus jogos. A melhor marcadora da competição feminina foi Lora Sarandeva da Bulgária com um total de 34 gols.

*Com informações da IHF

Seleção Brasileira embarca para a Alemanha e disputará a Supercopa

Seleção Brasileira é uma das convidadas para participar da Supercopa/ Foto: CBHb

Seleção Brasileira é uma das convidadas para participar da Supercopa/ Foto: CBHb

Neste sábado, 31 de outubro, a Seleção Brasileira Masculina embarcará para a Alemanha, país no qual disputará a Supercopa, de 6 a 8 de novembro.

A Supercopa é uma importante competição amistosa e que as principais seleções do mundo jogam como convidadas. O torneio é realizado anualmente no país germânico, desde 1979, nas cidades de Hamburgo, Kiel e Flensburg. Nesta edição jogarão as seleções da Alemanha, do Brasil, da Sérvia e da Eslovênia.

A delegação brasileira ficará hospedada em Kiel, cidade em que o pivô Rogério Moraes atua nesta temporada, pelo THW Kiel. O jogador ficou satisfeito em saber que a Seleção ficará na cidade em que está morando. “Gostei muito quando soube que a Seleção iria ficar em Kiel. Já me sinto em casa e gosto muito daqui. As pessoas são boas e tranquilas. Além disso, a cidade respira handebol”, ressaltou.

Os brasileiros estreiam na Supercopa na sexta-feira, 6 de novembro, contra os alemães, na Flens Arena, em Flensburg (ALE). Sem descanso, no sábado a Seleção Brasileira voltará as quadras para enfrentar a Eslovênia, também às 14h45, na Barclaycard Arena, em Hamburgo (ALE). No domingo, 8, o Brasil encerra a sua participação ao enfrentar a Sérvia, às 9h30, na Sparkassen Arena Kiel, em Kiel (ALE).

A Supercopa é por pontos corridos, sendo assim, ganhará a seleção com maior número de pontos. O saldo de gols será usado para definir o campeão em caso de empate em número de pontos.

Supercopa 2015 - jogos

Escalação da Seleção Brasileira Masculina

Goleiros: César Augusto de Almeida “Bombom” (BM Granollers, Espanha), Maik Santos (Taubaté, Brasil) e Rangel da Rosa (Vila de Aranda, Espanha).

Pontas: André Martins Soares “Alemão” (Taubaté, Brasil), Fábio Chiuffa (BM Guadalajara, Espanha), Felipe Borges (Montpellier Handball Aglomeration, França) e Lucas Candido (Taubaté, Brasil).

Armadores: Fernando Pacheco “Zeba” (Taubaté, Brasil), Haniel Langaro (EC Pinheiros, Brasil), José Guilherme de Toledo “Zé” (BM Granollers, Espanha), Leonardo Santos “Léo” (Ademar León, Espanha) e Thiagus Petrus Santos (MOL Pick Szeged, Hungria).

Centrais: Henrique Teixeira (BM Granollers, Espanha) e João Pedro da Silva (Chambery Savoier, França).

Pivôs: Alexandro Pozzer “Tchê” (Puerto Sagunto, Espanha), Rogério Moraes (THW Kiel, Alemanha) e Vinicius Teixeira “Vini” (Taubaté, Brasil).

Comissão técnica

Treinador: Jordi Ribera
Assistente técnico: Washington Nunes
Treinador de goleiros: Diogo Castro
Preparador físico: Luiz Antônio Luisi Turisco
Médico: Gustavo Rocha Santos
Fisioterapeuta: Gustavo Barbosa
Massoterapeuta: João Batista da Silva
Nutricionista: Larissa Aguiar
Psicóloga: Anahy Couto
Supervisor: Cássio Marques

Experiência nas quadras de areia a disposição do Vasco/FAB

Jerusa com a taça do Mundial 2014/ Foto: Arquivo pessoal da atleta

Jerusa com a taça do Mundial 2014/ Foto: Arquivo pessoal da atleta

Tricampeã Mundial pela Seleção Brasileira de Handebol de Areia, a goleira Jerusa Ferreira Dias defende a equipe mais nova da Liga Nacional, o Vasco/FAB. A equipe carioca é semifinalista da competição nacional e conta com a experiência da goleira Jerusa, que aos 35 anos, tem a tarefa de ajudar na orientação da defesa e passar sua experiência as jogadoras mais novas.

Jerusa Dias/ Foto: Claudio Franco - perfil da atleta

Jerusa Dias/ Foto: Claudio Franco – perfil da atleta

Jerusa falou que a integração entre as atletas de diferentes idades é muito boa, já que elas assim trocam histórias. “Temos mais experiência esportiva e isso ajuda bastante. Às vezes o nervosismo do jogo aumenta e temos que saber trabalhar com isso. Para mim é algo natural exercer esse papel de liderança dentro de quadra”, ressaltou a goleira que completou “Conversamos muito durante a partida. Somos um conjunto, se jogarmos sozinhas não teremos uma boa eficiência na defesa. Quando há movimentação adversária, a gente chama a atenção uma da outra. Busco alertar as meninas para elas não perderem a concentração, assim como dou a liberdade para elas fazerem isso comigo também. Só desta forma conseguimos ser mais eficientes dentro do jogo”.

Equipe feminina do Vasco/FAB / Foto: pagina do Vasco/FAB

Equipe feminina do Vasco/FAB / Foto: pagina do time

Jerusa joga handebol desde os 14 anos, passou por diferentes equipes e desde 2014 está no Vasco, ano no qual a equipe foi criada. Além das quadras indoor, a jogadora também atua nas areias, sendo que é um dos principais nomes da Seleção Brasileira e estava presente na conquista do Tricampeonato Mundial. Para a goleira a experiência nas duas modalidades traz uma vantagem como a acentuação do desempenho. “Sempre joguei quadra, mas quando o handebol de areia iniciou um processo de fortalecimento, comecei a me dedicar à modalidade também. Para a goleira, a transição é mais fácil. O gol é do mesmo tamanho, o que muda é o formato da área. Na quadra você também tem mais impulsão, enquanto a areia exige mais da parte muscular, além do jogo ser mais intenso. Isso me beneficia muito para estar fisicamente bem na quadra. Uma modalidade ajuda a melhorar o meu desempenho na outra”, concluiu.

O Vasco/FAB se classificou para as semifinais da Liga Nacional com a terceira colocação, e 11 pontos. O time carioca tem a segunda melhor defesa com 213 gols sofridos. Jerusa, assim como toda a equipe do Vasco/FAB, retornaram a Liga, pelo primeiro jogo da semifinal, na quarta-feira, 4 de outubro, contra o UnC/Concórdia (SC), às 19h, na Vila Olímpica de Duque de Caxias (RJ).

Este texto tem partes da entrevista realizada pela CBHb.

Semifinais do Brasileiro Juvenil acontece nesta tarde

Português/AESO Juvenil/ Foto: CBHb

Português/AESO Juvenil/ Foto: CBHb

As semifinais do Brasileiro Juvenil Feminino acontecem hoje, 30 de outubro. Na disputa pelas duas vagas nas finais estão Pinheiros (SP), Português/AESO (PE), Metodista/São Bernardo (SP) e Balcan/FMEBC (SC). Amanhã, 31, acontecerá a grande final.

O Metodista/São Bernardo (SP) venceu o ACVHb/Sicredi/C.Verde (MT), por 29 a 41. O Português/AESO (PE) ficou com a vitória por WO, já que o Matias Barbosa (MG) não está mais participando da competição. O Pinheiros (SP) superou o Itajaí (SC), pelo placar de 20 a 24. O Balcan/FMEBC (SC) goleou o CHBI/FHANC/CFMF (BA), por 30 a 13.

Hoje o ACVHb/Sicredi/C.Verde (MT) e CHBI/FHANC/CFMF (BA) disputam posições, a partida começou às 14h30. Não temos o resultado.

A primeira semifinal começou a ser disputada às 16h, no clássico paulista: Pinheiros e Metodista/São Bernardo. A segunda partida será às 17h30, entre Português/AESO e Balcan/FMEBC (SC).

No sábado, às 14h, haverá a disputa pelo sétimo lugar, o jogo pela quinta colocação será a partir das 15h30. O duelo pelo bronze será às 17h.

A grande final será disputada às 18h30.

Os jogos do Campeonato Brasileiro Juvenil Feminino são sediados no Ginásio Multieventos Hamilton Linhares Cruz, em Balneário Camboriú (SC).

Metodista/São Bernardo e São José jogam as semifinais com vantagem

Metodista/São Bernardo e Santo André / Foto: Natthan Thomé Ramos - Federação Paulista de Handebol

Metodista/São Bernardo e Santo André / Foto: Natthan Thomé Ramos – Federação Paulista de Handebol

As vantagens dos jogos de volta das semifinais do Super Paulistão Feminino 2015 são do Metodista/São Bernardo e do São José que venceram ontem as primeiras partidas. Os duelos de volta acontecerão neste sábado, a partir das 16h.

Ontem, 28 de outubro, o Santo André encarou o Metodista/São Bernardo. A partida foi bastante equilibrada, mas ainda no primeiro tempo o Metodista conseguiu ter um ataque mais efetivo, abriu vantagem e se manteve a frente em todo o jogo, venceu por 28 a 16.

O Santo André só conseguira a vaga na final se vencer o próximo jogo com a vantagem de mais de 12 gols.

O destaque da partida foi Mari, da Metodista/São Bernardo.

São José e Pinheiros/ Foto: Antonio Ingles - Federação Paulista de Handebol

São José e Pinheiros/ Foto: Antonio Ingles – Federação Paulista de Handebol

Também na quarta-feira o embate foi entre Pinheiros e São José. As equipes jogaram muito parecidas, em muitos momento saiu gol lá e o gol cá. Os ataques eram ágeis, e as defesas tinham poucos buracos. No entanto, o São José conseguiu abrir uma pequena diferença e encerrou a partida com a vitória, placar de 22 a 24.

Se quiser o seu espaço na disputa do título o São José precisará vencer, caso o contrário, a derrota por mais de dois gols dá a vaga para o Pinheiros.

Gabi Constantino, do Pinheiros, foi o nome do duelo.

Os jogos de volta das semifinais acontecerão neste sábado, 31, às 16h. O Metodista/São Bernardo e Santo André se enfrentarão no Ginásio Baetão, em São Bernardo do Campo (SP). São José e Pinheiros fazem o embate, no Altos de Santana, em São José dos Campos (SP).

Para quem não puder ir aos ginásios poderá assistir as partidas pelo canal online da Federação Paulista de Handebol: www.handtvfphb.tv

Liga Nacional Masculina e Brasileiro Juvenil Feminino

Hoje trazemos dois destaques de competições nacionais: A Liga Nacional Masculina que começa o segundo turno, e o Brasileiro Juvenil Feminino que jogará a fase semifinal na sexta-feira, 30 de outubro. Confira!

Liga Nacional abre o segundo turno do Grupo A

São José dos Campos/ Foto: divulgação

São José dos Campos/ Foto: divulgação

Hoje, dia 29, começa o segundo turno do Grupo A da Liga Nacional Masculina. A disputa que abrira a rodada será entre Itajaí e ADJF/Independência, a partir das 20h, no Ginásio Gabriel Collares, em Itajaí (SC).

Também às 20h, pela Chave B, o São José (SP) volta a enfrentar o São Caetano (SP), no Centro Esportivo Altos de Santana, em São José dos Campos (SP).

Brasileiro Juvenil tem as semifinais na sexta-feira

As jovens craques do Itajaí/ Foto: CBHb

As jovens craques do Itajaí/ Foto: CBHb

O Campeonato Brasileiro Juvenil Feminino terá os jogos das semifinais nesta sexta-feira, 30. Hoje aconteceram quatro jogos, mas os placares não foram divulgados. Por enquanto Pinheiros (SP) e Português/AESO (PE) são líderes.

Ontem, 28, o Metodista/São Bernardo (SP) venceu o PM Matias Barbosa (MG) por WO. O Português (PE) superou o ACVHb/Sicredi/C.Verde (MT), pelo placar de 29 a 19. O Itajaí (SC) bateu o CHBI/FHANC/CFMF (BA), por 28 a 17. Já o Pinheiros (SP) venceu o Balcan/FMEBC (SC), por 20 a 24.

Veja abaixo a relação dos próximos jogos:

Quinta-feira, 29 de outubro

14h30 – ACVHb/Sicredi/C.Verde (MT) x Metodista/São Bernardo/Besni (SP)
16h – Português/AESO (PE) x PM Matias Barbosa (MG)
17h30 – AHI/FMEL Itajaí (SC) x Pinheiros (SP)
19h – Balcan/FMEBC (SC) x CHBI/FHANC/CFMF (BA)

Sexta-feira, 30 de outubro

14h30 – 3º colocado da chave B x 4º colocado da chave A
16h – 3 º colocado da chave A x 4º colocado da chave B
17h30 – 1º colocado da cahve B x 2º colocado da chave A
19h – 1º colocado da chave A x 2º colocado da chave B

Sábado, 31 de outubro

14h – Disputa pelo sétimo lugar
15h30 – Disputa pelo quinto lugar
17h – Disputa pelo bronze
18h30 – Final

As partidas do Brasileiro Juvenil estão acontecendo no Ginásio Multieventos Hamilton Linhares Cruz, em Balneário Camboriú (SC).

Sábado tem seletiva para as garotas no HFSM

As meninas do HFSM são as primeiras campeãs dos Jogos Abertos de Cruz Alta/ Foto: page oficial da equipe

As meninas do HFSM são as primeiras campeãs dos Jogos Abertos de Cruz Alta/ Foto: page oficial da equipe

Sábado, 31 de outubro, tem seletiva para as garotas no time gaúcho HFSM. As atletas interessadas devem ter 15 anos ou mais.

Os testes ocorrerão no Centro Desportivo Municipal, Ginásio A, em Santa Maria (RS), às 16h. As atletas que participarem da peneira devem comparecer no local e horário indicados portando documento de identidade e roupa para treino. Não é necessário inscrição prévia.

A peneira tem como objetivo compor o HFSM que disputará diversas competições em 2016.

Mais informações na página oficial da equipe: www.facebook.com/HandebolFeminoSM

Veja no mapa o local da prova:

Atualizado às 17h50