0

O esporte na escola: benefícios no desenvolvimento de crianças e adolescentes

As atletas do Jovens Talentos em treino na C.E.M. Mariz e Barros. / Foto: Virgínia Wolffenbuttel

A iniciação esportiva, na maioria das vezes, acontece na escola, ainda no ensino fundamental, durante as aulas de educação física. É durante as aulas dessa disciplina que as crianças e adolescentes entram em contato e descobrem muitos desportos, como é o caso do handebol. Aliás, são nos colégios que a maioria dos atletas começam suas formações. O esporte nas escolas não apenas formam jogadores, auxiliam na manutenção da saúde dos alunos e desenvolvem cidadãos melhores.

De acordo com os dados divulgados pelo Censo Escolar 2017, o Brasil conta com 131,6 mil escolas que oferecem alguma etapa do ensino fundamental. Sendo que os municípios são responsáveis por 47,2% dessas escolas. Entre toda a estrutura física, os esportes e atividades físicas precisam de espaço para serem realizadas. Conforme mostra a pesquisa, a média de colégios brasileiros com pátio coberto ou descoberto é de 67,5%, enquanto as quadras desportivas abertas ou cobertas estão presentes em apenas 41,2% das instituições de ensino.

As redes federais e estaduais são as que possuem mais espaços para a prática esportiva. Enquanto as redes municipais são as que menos possuem esse tipo de estrutura.

Desde 2004, a professora de educação física, Virgínia Wolffenbuttel desenvolve no Colégio Estadual Mariz e Barros, em Porto Alegre (RS), os times de handebol Jovens Talentos, com treinos realizados das 12h às 13h. Tanto os treinos tantos as aulas de educação física são realizados na quadra aberta, único espaço voltado a prática física na instituição. Em dias de chuvas não é possível ter aulas e nos dias de calor é preciso manter os atletas/alunos sempre hidratados.

Apesar de o espaço não ser o melhor, Virgínia contou que:

“Nós possuímos uma quadra de dimensões suficientes para o trabalho. Não é oficial para o handebol, mas conseguimos desenvolver o trabalho adequadamente. Minha Direção é muito parceira e sempre nos forneceu material.”

A importância dos professores no desenvolvimento emocional dos alunos

A educação física é a segunda disciplina que mais tem professores formados na área e com licenciatura ou complementação pedagógica, nos anos finais do ensino fundamental (do 6º a 9º ano).

2,6% dos professores formados em educação física são apenas bacharéis.

Sedamar Marques, educadora e analista em inteligência emocional, explicou que a formação do profissional de educação física é importante, pois é ele que ajuda os alunos a fortalecer a autoestima e auxiliam no desenvolvimento emocional e psicomotor.

Virgínia completou:

“uma boa condução nas aulas de educação física pode ser determinante no futuro destes adultos, tornando-se ativos ou sedentários. O professor de Educação Física tem um importante papel no futuro dos adultos que estão formando. Cada vez mais nossos jovens estão parados dentro de casa, presos a uma tela de celular ou computador. Isto já está trazendo consequências para a saúde de diversas formas”.

A educação física: disciplina que amplia as habilidades motoras, psicológicas e cognitivas individuais

Colégio Amorim representou o Brasil no Mundial em Doha, em fevereiro desse ano. / Foto: CBDE

“O esporte aumenta e amplia as habilidades do indivíduo”, salientou Samadar. A educadora contou que a atividade física na infância não apenas desenvolve o físico e o motor, mas cria uma integração entre o social e o psicológico. Além disso, ela vai expandir essas habilidades para o resto da vida.

De acordo com Semadar, a prática esportiva auxilia, também, no fortalecimento da autoestima. Ela relatou que, por exemplo, um aluno que sofre bulling sofre demais, tem sua autoestima atingida. “O esporte faz com que ele se sinta forte, que é capaz e vê no esporte a possibilidade para se superar”.

A treinadora do Jovens Talentos concorda:

“Nosso mundo começa no próprio corpo. Nos relacionamos melhor com o mundo quando nosso corpo está saudável. Precisamos ter uma propriocepção adequada para que seja possível ter um bom relacionamento com o mundo que nos circunda”.

O cognitivo também sai ganhando com a prática desportiva na infância e na adolescência. Samadar explicou que o cérebro se desenvolve, fica mais forte e isso o deixa mais preparado para a vida.

Mersine Miaoulis Baroufis, vice-diretora do Colégio Amorim (quarto colocado no handebol feminino do Mundial Escolar), de São Paulo (SP), concordou e ressaltou:

“A prática esportiva contribui efetivamente no desenvolvimento cognitivo do aluno, visto que desenvolve habilidades e mantém o condicionamento físico em ordem” e completou “quanto mais cedo se incia a prática da atividade física, melhor o desenvolvimento das capacidades criativas, práticas de executar uma ação desafiadora, importantes para o pedagógico do aluno em qualquer fase escolar”.

Os desportos em geral trazem muitos benefícios e os coletivos auxiliam ainda mais na formação dos jovens. Mersine disse que esportes, como o handebol, trazem o senso de colaboração, de competitividade, de ganhar e perder, o respeito “Noções básicas para a formação integral de crianças”, enfatizou.

Atletas escolares relatam como o handebol mudou suas vidas

Os times masculinos do Jovens Talentos em treinos. / Foto:Virgínia Wolffenbuttel

Os atletas do Jovens Talentos, Patryck Menezes, de 18 anos, e João Luís, de 17 anos, comprovam os relatos dos especialistas.

Patryck contou que o esporte representa tudo em sua vida: “nem sei o que seria de mim se eu não tivesse conhecido o handebol”.

João Luís relatou: “o handebol é minha vida, pois foi ele quem me trouxe a vida, que me colocou dentro da sociedade. Foi ele que me ajudou na formação do meu caráter, da minha personalidade. Foi com suas regras e seus ensinamentos que me transformei na pessoa que sou. O handebol me ajudou a passar pela etapa mais difícil da minha vida e foi por ele que eu voltei a ter uma boa saúde e uma melhor expectativa de vida”.

Patryck falou que conheceu o handebol assim que foi aprovado para a 5ª série e “foi amor a primeira vista”. Ele ficou sabendo que a professora (Virgínia) estava montando uma equipe, pediu para treinar e está até hoje como atleta do time. Ele relatou que as aulas de educação física, no ensino fundamental, eram as suas preferidas, eram legais e ele amava participar dos campeonatos.

Perguntado sobre os benefícios do esporte em sua vida, Patryck, que já completou o ensino médio, relatou:

“bom não sei se isto é um beneficio, só que certamente me ajudou a não ser um drogado ou traficante, algo que aqui onde eu moro é bem comum. Me fez uma pessoa boa”.

João Luís contou que o handebol foi o esporte que mais o atraiu, em relação ao trabalho em equipe: “é um jogo que a todo momento nos testa emocionalmente e psicologicamente. Escolhi o handebol, pois foi o único esporte que foi capaz de tocar no meu íntimo, fazer me sentir feliz e realizado”, completou.

Ele relatou que conheceu o esporte na primeira aula. Dali em diante começou a fazer amigos e companheiros, começaram a treinar juntos e hoje o Jovens Talentos virou mais que uma grande equipe, virou uma grande família. Ao mesmo tempo, os familiares faziam parte e foram o incentivando a se desenvolver com a prática desportiva.

“Jamais eu vou esquecer essa família, e claro, a professora Virgínia que me fez virar esse jovem que eu sou hoje. Sou muito grato por ela me fazer perceber quem realmente sou”, enfatizou.

Entre os benefícios do esporte, o jovem, que cursa o primeiro ano do ensino médio, explicou a importância da manutenção da saúde: “uma vida só pode realmente ser realmente vivida na sua plenitude, quando se tem saúde. Condições de fazer tudo o que precisamos e desejamos em nossas vidas, com toda a disposição que nós é demandada”.

Anúncios
0

Final de semana com jogos pelas Taças Paulistana e Estado de São Paulo

Hebraica venceu na retomada do campeonato do Adulto. / Foto: FPHb

Os confrontos da Taça Paulistana e Taça Estado de São Paulo esquentou as torcidas paulistas nesse final de semana, 19 e 20 de maio. Os jogos ocorreram em diferentes categorias, sendo que a base ainda está a disputar a primeira fase do Super Paulistão, já o adulto os jogos são da segunda fase.

Adulto

No Adulto Feminino, Guarulhos venceu o Sorocaba, por 32 a 24. O Pinheiros superou o Franca, por 32 a 14.

Na próxima terça-feira, dia 22, será o embate entre Sorocaba e São Bernardo, às 19h, no Ginásio de Esportes Éden.

No Masculino, Pinheiros bateu o São Bernardo, por 40 a 26. A Hebraica venceu o São Carlos, por 21 a 22.

Júnior

O Pinheiros levantou das taças nesse final de semana. No Júnior… / Foto: FPHb

No Júnior Masculino, o São Bernardo venceu o Guarulhos, por 27 a 28, e conquistou a terceira colocação. O Pinheiros conquistou o título da primeira fase do Super Paulistão ao vencer o Taubaté, por 25 a 20.

Juvenil

Alegria pós jogo encerrou a Taça Paulistana no Juvenil. / Foto: FPHb

Pelo Juvenil Feminino, o Time Jundiaí venceu o Pinheiros, placar de 33 a 34, e conquistou a Taça Paulistana.

Cadete

… e também no Cadete. / Foto: FPHb

No Cadete Masculino, a Hebraica venceu o São Caetano, por 30 a 32, e garantiu a terceira colocação. O título da primeira fase foi conquistado pelo Pinheiros que venceu o Herkules/Guarulhos, por 33 a 27.

No Feminino, na semifinal 2, o Pinheiros venceu o Corinthians, por 19 a 17. Na partida por posições, Time Jundiaí goleou o Taubaté, por 22 a 6.

Infantil

Pelo Infantil Feminino, o São José venceu o Centro Olímpico, placar de 21 a 28.

No Masculino, na semifinal 1, o São Bernardo venceu o Pinheiros, por 30 a 31. Na semifinal 2, Barueri venceu o Herkules/Guarulhos, por 24 a 28.

O CPH venceu o São José, por 17 a 20.

0

Confira os resultados dos jogos da Lhesp realizados nesse final de semana

Limeira recebeu jogos do Cadete, Juvenil e Adulto./ Fot: Lhesp

O final de semana, 19 e 20 de maio, foi marcado por jogos na Lhesp. Quatro cidades receberam as partidas.

Mogi Guaçú

Em Mogi Guaçú os sete confrontos foram realizados no Centro Esportivo e Recreativo Pres. Juscelino K. de Oliveira, o CERESC, no sábado.

No Infantil Feminino, Mogi Guaçu goleou a Americana, por 34 a 1. No Masculino, Mogi Guaçu venceu o Vinhedo/Apahand, por 22 a 18.

Pelo Mirim Masculino, Vinhedo/Apahand derrotou o Mogi Guaçu, por 14 a 17. No Cadete Masculino, PDB/SELAM venceu o Mogi Guaçu, por 19 a 20.

No Sub-21 Masculino, Time Jundiaí venceu o Mogi Guaçú, por 22 a 27.

Pelo Adulto Masculino, Mogi Guaçú venceu o Vinhedo/Apahand, por 25 a 22. São João da Boa Vista superou o Porto Feliz, por 31 a 27.

Tietê

Em Tietê as partidas, no sábado, foram realizadas no Ginásio Municipal Oscar Luis Nicolau Camargo, o COHAB.

No Mirim Masculino, Handebol Tietê e Rio Claro empataram em 19 a 19. Handebol Tietê venceu Indaiatuba HC, por 28 a 12. No Feminino, Handebol Tietê venceu o Indaiatuba HC, por 22 a 5.

No Infantil Feminino, Indaiatuba HC superou o Handebol Tietê, por 15 a 22. No Juvenil Masculino, Handebol Tietê venceu o Rio Claro, por 30 a 22.

No Adulto Feminino, Handebol Tietê venceu Indaiatuba HC, por 33 a 22. No Masculino, Handebol Tietê venceu Indaiatuba HC, por 36 a 34.

Limeira

Em Limeira, no domingo, os confrontos aconteceram no Ginásio II, do Poliesportivo das Faculdades Eisntein.

No Infantil Feminino, 15 de Piracicaba derrotou o Limeira, por 7 a 31.

No Cadete Feminino, 15 de Piracicaba superou o Limeira, por 8 a 20. No Masculino, Rio Claro venceu Americana, por 47 a 16.

No Juvenil Masculino, Rio Claro venceu o Limeira, por 11 a 23. No Adulto Masculino, Limeira venceu Mogi Guaçu, por 27 a 26.

Votorantim

Em Votorantim os confrontos, no domingo, aconteceram no Ginásio Poliesportivo Willian de Souza Ferreira, o Mirante dos Ovnis.

No Cadete Masculino, Handebol Ituano venceu o Handebol Votorantim, por 15 a 17. No Juvenil Masculino, Salto venceu PM Botucatu/ABHB, por 23 a 19.

No Adulto Feminino, Associação Campineira de Handebol superou o Handebol Votorantim, por 16 a 23. Bauru bateu Salto, por 11 a 39. No Masculino, Liga Paulista de Handebol e Itatiba empataram em 20 a 20.

0

Füchse Berlin é bicampeão da EHF Cup!

Füchse Berlin conquista a Cup pela segunda vez. A primeira foi em 2015. / Foto: página do time

Füchse Berlin é bicampeão da EHF Cup! A equipe alemã conquistou o título no jogo final contra o St. Raphael na manhã desse domingo, 20 de maio. A partida foi bastante intensa, decidida nos detalhes e nos minutos finais, placar de 25 a 28.

Os alemães eram os donos da casa e sua torcida lotava a GETEC Arena, mas foram os franceses que começaram o confronto com a bola, o ataque, e, não demorou para serem eles imporem ritmo em quadra. O marcador nem havia ainda marcado 30” e o S. Raphael já havia colocado uma bola dentro da rede, mas o gol não foi válido. Em menos de 1′ o Füchse Berlin tinha um atleta a menos em quadra, em virtude de uma penalização de dois minutos. Foram 5′ em que o time francês dominava no ataque e o goleiro Mihai Popescu (premiado como melhor da posição no campeonato), naquele momento tinha realizado quatro importantes defesas. O clube alemão não conseguia se encontrar em quadra. Não errava os passes, porém tinha dificuldade para encontrar espaços na defesa rival. Além disso, cometia muitas faltas, tanto que ao 4’45” cometeu falta de empurrão e deu ao St. Raphael um 7 metros, convertido a gol.

Mesmo com os ataques franceses serem melhores, o marcador não se alterava. Aos 5’58” o St. Raphael marcou e abriu três gols de vantagem. Contudo, o Füchse Berlin reagiu e aos 6’53” balançou as redes pela primeira vez (3-1). Essa reação fez a partida ficar mais disputada, segundo a segundo. Ambos times conseguiram organizar os ataques e as defesas. Não demorou mais de seis minutos para os alemães conseguirem o empate e a virada (5-9). Todavia, os franceses não estavam dispostos a ficar atrás, e, após tempo técnico, voltaram a marcar. O empate não demorou a acontecer, apenas nos últimos segundos, o Berlin conseguiu marcar o gol do desempate. Placar Parcial: STR 13 x 14 BER.

No retorno do intervalo, o Berlim conseguiu encaixar as jogadas e em apenas sete minutos voltou a abrir vantagem, de cinco gols (14-19). Além disso, contavam com as defesas impressionantes do goleiro Heinevetter. A defesa estava bem armada, não permitindo os avanços do time rival.

O St. Raphael tentava de tudo para diminuir a vantagem e a decisão foi a troca dos goleiros. Os ataques eram muito rápidos, mas a defesa não conseguia se acertar. Mas com a entrada de Alexandre Demaille a situação mudou. Demaille fez importantes defesas, e dessa forma, não demorou para o time francês conseguir reduzir a diferença (20-22), mesmo com o cartão vermelho de Alexander Lynggaard.

Artsem Karalek marcou, faltando menos de dois minutos para o final, e a diferença se reduziu para apenas um (25-26). A torcida foi a loucura, parecida que a partida iria para a prorrogação, no entanto, os alemães conseguiram marcar e no último minuto o gol marcador por Drux deu ao clube alemão a vitória. Placar Final: STR 25 x 28 BER.

O Magdeburg venceu o Göppingen, por 35 a 25, e conquistou a terceira colocação da Cup.

Nas semifinais ocorridas no sábado, 19, o Füchse Berlin venceu o Göppingen, por 24 a 27. St. Raphael superou o Magdeburg, por 28 a 27.

0

Elaine Gomes é a nova contratação do Nantes

Elaine esteve presente nas principais conquistas do Brasil, nos últimos anos. / Foto: página da atleta

O Nantes Loire Atlantique Handball (NLA), da França, anunciou nessa sexta-feira, 18 de maio, que contratou a pivô brasileira Elaine Gomes para a próxima temporada, 2018/2019.

Nas redes sociais a equipe francesa comunicou: bem-vinda ao time rosa Elaine!

A jogadora, de 24 anos, estava no Kastamonu Belediyespor, clube da Turquia, e entre as competições que disputou estava a EHF Cup, o time chegou até as quartas de final.

Elaine já vestiu a camisa da Seleção Brasileira diversas vezes, e entre os inúmeros títulos conquistados, está o Mundial de 2013 e o Pan-Americano de 2015, com o Brasil. Ela ainda não se pronunciou oficialmente sobre a contratação.

0

Lhesp tem rodada de jogos nesse final de semana

Itatiba e Bauru na rodada passada. / Foto: Lhesp

A Lhesp tem rodada de jogos nesse final de semana, 19 e 20 de maio. Quatro cidades paulistas receberão as partidas, que ocorrerão em todas as categorias. No sábado a competição passará por Mogi Guaçu e Tietê. No domingo será a vez de Limeira e Votorantim receberem os confrontos.

Mogi Guaçu – Centro Esportivo e Recreativo Pres. Juscelino K. de Oliveira (CERESC)

O CERESC receberá sete partidas, entre elas duas no adulto.

Pelo Infantil Feminino, Mogi Guaçu jogará com Americana, às 9h. No Masculino, Mogi Guaçu encarará Vinhedo/Apahand, às 12h45.

No Mirim Masculino, Mogi Guaçu fará o confronto com Vinhedo/Apahand, às 11h. No Cadete Masculino, Mogi Guaçu fará a partida com PDB/SELAM, às 10h15.

Pelo Sub-21 Masculino, Mogi Guaçú jogará com Time Jundiaí, às 14h.

No Adulto Masculino, Mogi Guaçú fará o embate com Vinhedo/Apahand, às 15h15. São João da Boa Vista e Porto Feliz duelarão, às 16h30.

Tietê: Ginásio Municipal Oscar Luis Nicolau Camargo (COHAB)

No COHAB mais sete confrontos. O Mirim Masculino abre a rodada, às 9h, no jogo entre Handebol Tietê e Rio Claro. Mais tarde, às 14h, Handebol Tietê volta a quadra para encarar o Indaiatuba HC. No Feminino, a partida entre Handebol Tietê e Indaiatuba HC, será às 11h30.

No Infantil Feminino, Handebol Tietê receberá o Indaiatuba HC, às 15h15.

Ainda pela manhã, às 10h15, pelo Juvenil Masculino, Handebol Tietê encarará o Rio Claro.

No Adulto Feminino Handebol Tietê fará o confronto com Indaiatuba HC, às 12h45. No Masculino, o embate será entre Handebol Tietê e Indaiatuba HC, às 16h30.

Limeira: Poliesportivo das Faculdades Eisntein

No Ginásio II, do Poliesportivo das Faculdades Eisntein, serão realizados seis confrontos. No Infantil Feminino, Limeira e 15 Piracicaba abrirão o dia de partidas, às 9h.

No Cadete Feminino, Limeira e 15 Piracicaba jogarão, às 11h30. No Masculino, Rio Claro encarará o Americana, às 14h. Limeira e Rio Claro farão o embate, às 16h30.

Pelo Juvenil Masculino, Limeira encarará o Rio Claro, a partir das 15h15. No Adulto Masculino o duelo será entre Limeira e Mogi Guaçu, às 12h45.

Votorantim: Ginásio Poliesportivo Willian de Souza Ferreira “Mirante dos Ovnis”

No Mirante dos Ovnis serão mais sete embates. No Cadete Feminino, Handebol Votorantim e Handebol Ituano se enfrentarão, às 9h. No Feminino, Salto e Hortolândia se enfrentarão, às 15h15.

No Mirim Feminino, o jogo entre PDB/SELAM e Valinhos, será a partir das 16h30. No Juvenil Feminino, a partida entre Salto e PM Botucatu será um pouco antes, às 14h.

No Adulto Feminino, Handebol Votorantim e Associação Campineira de Handebol duelarão, às 10h15. Salto e Bauru farão o confronto, às 12h45. Pelo Masculino, LPH e Itatibaia se enfrentarão, às 11h30.

0

Começa nesse sábado a decisão da EHF Cup Masculina

Magdeburg é uma das equipes em busca do título. / Foto: EHF

Começa nesse sábado, 19 de maio, a decisão da EHF Cup Masculina, com as semifinais. Ambas partidas terão transmissão pela EHF TV.

St. Raphael encarará o Magdeburg, às 9h15*.

“Jogar no GETEC Arena é realmente especial. É uma grande arena e, para amanhã, espero ver ela com as cores do nosso clube, verde e vermelho”, relata Michael Damgaard, do Magdeburg.

Já Geoffroy Kranz, do St. Raphael, diz que a equipe está de olho no título, mas sabe que para isso será preciso vencer. “Nós realmente queremos ganhar este troféu. Embora eu saiba que é difícil vencer o Magdeburg em sua própria arena, estamos realmente motivados a vencer. Especialmente, depois de termos perdido contra este time após a dramática disputa de pênaltis no torneio no ano passado”, explica o jogador que se aposentará no final dessa temporada.

Na sequencia será a partida entre Göppingen e Fuchse Berlin, às 12h.

O Fuchse Berlin entrou em quadra nessa semana pela Budesliga, mas o cansaço não tira o foco da equipe. “Estamos cansados, mas você esquece que sua cabeça está vazia e que seu corpo está fraco quando você joga para chegar a uma final”, fala o atleta Paul Drux.

Já no lado do Göppingen a vontade de sair de quadra com a vitória. “Não somos os favoritos, já que não éramos favoritos no ano passado, apesar de nossa vantagem em casa. Em dois dias tudo pode acontecer, independentemente de você ser o favorito ou não”, conta o sérvio Zarko Sesum, vencedor de quatro troféus da Taça EHF.

* Jogos no Horário Oficial de Brasília.

0

Começa na próxima quarta-feira o Pan-Americano de Clubes

Serão cinco dias de competição. / Imagem: divulgação

Começa na próxima quarta-feira, 23 de maio, o Pan-Americano de Clubes. O palco dos jogos será no Ginásio Emecal, em Taubaté (SP). Ao todo sete times disputam o título 2018, destes três são brasileiros, dois são argentinos, um chileno e um canadense. O campeão garante vaga para o Super Globe.

Taubaté, dono da casa, está no Grupo A, ao lado de SAG Villa Balleste (ARG) e BM Ovalle (CHI). Na Chave B estão os brasileiros Pinheiros e Londrina, Club Ferro Carril Oeste (ARG) e Alberta Team (CAN).

O Pan-Americano de Clubes terá as disputas da fase de grupos até sexta-feira, dia 25. No sábado, 26, serão as semifinais. Já no domingo, 27, acontecerá a grande final. Confira abaixo a lista de confrontos.

Pan-Americano de Clubes 2018 – Jogos

Quarta-feira, 23 de maio

16h: Club Ferro Carril x Londrina – GB
18h: Pinheiros x Alberta Team – GB
20h: Taubaté x BM Ovalle – GA

Quinta-feira, 24 de maio

16h: Alberta Team x Club Ferro Carril – GB
18h: BM Ovalle x SAG Villa Ballester – GA
20h: Londrina x EC Pinheiros – GB

Sexta-feira, 25 de maio

16h: Alberta Team x Londrina – GB
18h: Pinheiros x Club Ferro Carril – GB
20h: Taubaté x SAG Villa Ballester – GA

Sábado, 26 de maio

14h: Classificação A3 x B3
16h: Semifinal 1 – 1A x 2B
20h: Semifinal 2 – 2A x 1B

Domingo, 27 de maio

13h: Classificação A3 x B4
15h: Bronze – Perdedor SF 1 x Perdedor SF 2
17h: Final – Vencedor SF 1 x Vencedor SF2

Pan-Americano de Clubes

O Pan-Americano de Clubes é realizado desde 2007. Apesar de ser um campeonato internacional, apenas equipes brasileiras conquistaram os títulos. São Bernardo é tricampeão, conquistou o primeiro Pan. Taubaté é o maior campeão, tem quatro títulos. O Pinheiros, campeão em 2017, conquistou o continental duas vezes. O Londrina levantou a taça em 2009.