0

Com gol nos últimos minutos, Brasil vence a Rússia no feminino de Caxias do Sul

Seleção Brasileira conquista a primeira vitória no Mundial./ Foto: reprodução

Com gol nos últimos minutos, a Seleção Brasileira Feminina venceu a Rússia, por 13 a 12, no feminino do Mundial de Handebol de Surdos #CaxiasDoSul2018. A partida aconteceu na tarde desta quara-feira, 18 de julho, no Ginásio da UCS, na Serra Gaúcha.

O confronto foi muito disputado e equilibrado. As duas seleções estavam com boas trocas de passes. Mas eram as defesas os grandes destaques. Poucas bolas balançavam as redes, o número de gols era baixo. Aos 20′ o marcador colocava a seleção russa a frente por apenas um gol (3-4). Os ataques, no entanto, não conseguiam ser efetivos, mesmo na frente as russas tinham dificuldade de ficar com a bola, além disso, boa parte dos arremessos eram defendidos pela goleira Ceres, que estava em um dia de inspiração. Já o Brasil conseguia manter a bola e nas roubadas contra-atacavam. Contudo, a pressa atrapalhava as finalizações e os arremessos a gol iam para fora ou batiam na trave. No final do primeiro tempo, a Rússia conseguiu encaixar as jogadas e abriu uma pequena diferença. Placar Parcial: BRA 4 x 6 RUS.

A etapa complementar demorou para ter o marcador mexido. As defesas novamente eram os destaques do embate. Somente aos 3’45” que o primeiro gol saiu, marcado por Isabele (5×6). A seleção russa conseguia ter mais sucesso nos ataques, já a Seleção Brasileira seguia com problemas para finalizar, porém, eram as brasileiras, mesmo atrás, que colocavam ritmo em quadra. Aos 12’23” Fernanda fez o gol que colocou o Brasil a apenas um gol atrás (7-8). Em menos de dois minutos, a Seleção Brasileira conseguiu o empate (9-9) e o placar se manteve em igualdade até os minutos finais, quando o Brasil fez o gol que garantiu a primeira vitória no Mundial. Placar Final: BRA 13 x 12 RUS.

Anúncios
0

Brasil joga bem, mas não consegue segurar a Turquia no feminino do Mundial de Caxias do Sul

Seleção Brasileira canta o hino em Libras./ Foto: reprodução

A Seleção Brasileira jogou bem, mas não conseguiu segurar a Turquia, 19 a 21, no feminino do Mundial de Handebol de Surdos, de Caxias do Sul. A partida foi realizada no Ginásio da UCS nessa noite de terça-feira, 17 de julho. Nessa quarta-feira as duas equipes do Brasil voltarão a disputar o Mundial.

O Brasil começou o jogo no ataque e em menos de 1′ abriu o marcador (1-0). Não demorou para as brasileiras abrirem a vantagem e dominarem o confronto. Tudo parecia estar a funcionar, o ataque era rápido e conseguia encontrar espaço na defesa rival. Já a defesa estava bem armada, fechada e fazia a marcação a 1 a 1. A Turquia tentava se defender, mas ao tentar fugir da marcação verde amarela deixava espaços. O Brasil chegou a abrir dois gols de vantagem e aos 17′ a diferença se mantinha (6-4). Contudo, as turcas conseguiram arrumar as falhas e passou a pressionar e conseguiu o empate e virou (8-9). Suzana marcou para a Seleção e deixou tudo igual novamente (9-9). O Brasil sentiu a pressão e passou a deixar os bloqueios mais abertos, com isso, a seleção turca aproveitou para desempatar e nos minutos finais abrir, pela primeira vez, a vantagem. Placar Parcial: BRA 9 x 11 TUR.

A etapa complementar começou com duas bolas balançando as redes por parte da Turquia, que não demorou para abrir cinco gols de vantagem (11-16). O ataque brasileiro errava muito na finalização a gol, perdia muitas bolas, e ainda perdia os passes, possibilitando os contra-ataques turcos. A defesa do Brasil estava bem e melhorou com o passar do tempo, evitando muitos gols do ágil ataque da seleção turca, assim, por longos minutos a rede brasileira não foi balançada. A Turquia chegou a ficar cinco minutos sem marcar um gol. O que mais atrapalhava a Seleção Brasileira era a ansiedade de empatar o confronto. Da segunda metade em diante, o Brasil estava melhor, interceptava bolas na troca de passes, defendia, contra-atacava, contudo, na hora de finalizar acontecia o erro. As brasileiras não conseguiam fazer gols e muitas jogadas foram desperdiçadas com a bola batendo na trave ou indo para fora. Nos cinco minutos finais, o Brasil não deixava mais a Turquia chegar ao gol e conseguia atacar com mais facilidade diminuindo a diferença de cinco para três. Mas infelizmente não houve mais tempo e com o apito final a vitória turca foi confirmada. Placar Final: BRA 19 x 22 TUR.

Nessa quarta-feira, 18, as Seleções Brasileiras Feminina e Masculina voltam a disputar o Mundial. Ambas equipes nacionais encararão as seleções de Gana. No Feminino a partida será, às 12h. No Masculino o jogo será, às 20h. Confira a tabela de jogos aqui.

0

Veja os resultados do Mundial de Handebol de Surdos Caxias do Sul

Russia e Camarões. / Foto: Reprodução

Na segunda-feira, 16 de julho, três jogos deram sequencia ao Mundial de Handebol de Surdos de Caxias do Sul. Os confrontos foram realizados no masculino e tiveram como vitoriosos as seleções de Rússia, Turquia e Croácia. Nessa terça-feira, dia 17, mais um jogo foi realizado no feminino durante a tarde e a seleção da Dinamarca saiu de quadra com a vitória.

Entre os homens, a Rússia goleou Camarões, por 54 a 6. A Turquia superou o Quenia, por 31 a 15. Já a Seleção da Croácia derrotou o Equador, por 36 a 14.

Entre as mulheres, a Dinamarca venceu a Rússia, por 11 a 27.

Nessa noite ainda terá Brasil e Turquia. O jogo poderá ser assistido aqui.

0

Confira os resultados do final de semana do Campeonato Gaúcho

A cidade litorânea recebeu a rodada./ Foto: FGHb

O final de semana, 14 e 15 de julho, foi de partidas no Campeonato Gaúcho. Ao todo foram seis jogos no Mirim e um no Adulto, em ambas categorias foi no feminino. Confira os resultados dos confrontos que foram realizados na sede do CHCC, em Capão da Canoa (RS).

Pelo Mirim no sábado, CHCC A venceu CHCC B, por 25 a 0. ATHB superou Ipiranga, placar de 7 a 5. ATHB também venceu CHCC B, por 22 a 0. CHCC A venceu Ipiranga, por 13 a 4. No domingo, o Ipiranga venceu o CHCC B, por 17 a 0. CHCC superou ATHB, por 18 a 9.

No Adulto a única partida ocorreu no sábado. AECB venceu CHCC, por 25 a 29.

0

Brasil bate o Quenia na segunda rodada do Mundial de Handebol de Surdos

Após os confrontos, as Seleções Brasileira e Keniana se juntaram para a foto e celebração do confronto. / Foto: Reprodução

A Seleção Brasileira bateu o Quenia, 24 a 13, na segunda rodada do Masculino no Mundial de Handebol de Surdos #CaxiasDoSul2018. A partida aconteceu na noite desse domingo, 15 de julho. No feminino também teve partida, com direito a goleada.

O Brasil abriu o placar e uma pequena vantagem, mas os quenianos estavam atentos e encostaram no marcador. Naquele começo de confronto, a defesa brasileira se destacava, por se armar rapidamente e evitar gols. O problema estava no ataque, os brasileiros estavam visivelmente ansiosos e isso atrapalhava a troca de passes. O Quenia tinha uma boa defesa, um pouco mais aberta que a brasileira, e o ataque não conseguia ser enfático e por isso, apesar de ameaçar o Brasil, não conseguia virar o marcador. No entanto, aos 14′ as seleções empataram (5-5). Todavia, os brasileiros não se satisfizeram com o empate e foram para cima. Desempataram e com as defesas do goleiro Thiago se mantiveram a frente. Dos 20 minutos em diante, após pausa técnica, a Seleção Brasileira passou a dominar, em virtude da velocidade queniana, a defesa se fechou em 6-0 e organizou os ataques. Aos 23′ a diferença que colocava o Brasil a frente era de 5 gols (5-10) e mostrava que eram os brasileiros que dominavam o ritmo em quadra. Placar Parcial: KEN 6 x 11 BRA.

Na etapa complementar, o Brasil dominou do início ao fim. Os brasileiros estavam mais calmos e seguros. A defesa estava fechada, o ataque era rápido e acertava boa parte dos arremessos a gol. A defesa queniana era muito rápida e conseguia se armar e fechar em cada contra-ataque brasileiro. Porém, a Seleção Brasileira conseguia ter a paciência necessária para trocar os passes, até chegar ao espaço necessário para arremessar a bola e sacudir a rede. Aos 11′ a vantagem era de 9 gols (7-16), mas aos 14′ a diferença diminuiu para 7, mostrava que a seleção queniana, mesmo atrás no placar, ainda estava viva em quadra. O Brasil sentiu a pressão, contudo ao invés de ficarem ansiosos, os jogadores brasileiros tiveram a concentração necessária para não apenas se segurarem a vitória, mas aumentar o número de gols que separavam as seleções. Placar Final: KEN 13 x 24 BRA.

Na primeira partida do dia, pelo feminino, a Rússia goleou o Equador pelo placar de 34 a 1.

O Mundial segue nessa segunda-feira, dia 16. Rússia e Camarões se enfrentarão, às 16h. Turquia e Kenia entrarão em quadra na sequencia, às 18h. Encerra a rodada, Croácia (campeã da última edição) e Equador, às 20h. Todas as partidas são no naipe masculino.

Resultados do sábado

No sábado três confrontos foram realizados, todos no masculino. Camarões venceu Equador, por 19 a 30. A Turquia venceu o Brasil, por 13 a 23 (leia a cronica aqui). A Croácia superou a Rússia, por 36 a 22.

0

Ouro de dobradinha para o Herkules na Paris Word Games

Os meninos do Herkules levantaram as taças de campeão sem perder nenhum jogo. / Foto: Divulgação

Ouro de dobradinha para o Herkules na Paris Word Games. Os brasileiros conquistaram os títulos no Sub-11 e no Sub-13 Masculino. A competição acontece na capital francesa e e um dos torneios desportivos (além do handebol há jogos no futebol, basquete, hugby e badminton) da Europa.

No Sub-11, o Herkules venceu os três embates que disputou, contra o PSG, Taichung e Saint Mandé.

Pelo Sub-13, o Herkules chegou a final invicto. Venceu os quatro jogos da primeira fase e se classificou em primeiro. Nas semifinais venceu o PSG 1, por 20 a 10. Na final, os brasileiros encararam o Zhonghe. Foi um confronto difícil, decidido nos sete metros, mas no fim a vitória foi do Herkules, pelo placar final de 16 a 14.

0

Hungria é campeão do Mundial Júnior 2018!

A Hungria conquista o título pela primeira vez. / Foto: IHF

Após uma campanha sem muitos erros e equilibrada, a seleção dona da casa, a Hungria conquistou o Mundial Júnior 2018! Essa é a primeira vez que a seleção húngara levanta a taça nessa categoria, disputou as finais de 2001, 2003 e 2012, mas ficou com a prata. Porém dessa vez, a equipe que há dois anos conquistou o ouro do Mundial Juvenil, mudou a história ao vencer na final a seleção da Noruega, por 22 a 28, no sábado, 14 de julho.

A Hungria abriu uma pequena vantagem no começo do confronto, contudo, ao esbarrar na defesa fechada das norueguesas, apoiada pela goleira Sofie Ege Gronlund, não conseguiu aumentar essa diferença e passou a perder arremessos a gol. Além da defesa, a Noruega estava bem no ataque, não tinha dificuldade na troca de passes, mas era mais lenta nos contra-ataques. Já a defesa da Hungria era rápida, por vezes aberta, o que facilitava os avanços da Noruega, todavia, não chegava a preocupar, principalmente por causa das defesas importantes feitas pela arqueira Sara Suba. Essas defesas foram necessárias para manter as húngaras a frente no marcador até a entrada no intervalo. Placar Parcial: NOR 10 x 12 HUN.

No retorno do confronto, a disputa ficou mais equilibrada, com as duas seleções atacando forte. A Noruega voltou mais atenta, corrigiu os erros e foi para cima. Precisou apenas de oito minutos para empatar (15-15). A Hungria sentiu a pressão e na ansiedade de marcar, acabou abrindo a defesa. Aos 18′, com gols de Hafra, as norueguesas viraram o jogo e abriram vantagem de três gols (21-18). Foi necessário uma pausa técnica, que o treinador buscava trazer o animo das atletas dona da casa. A conversa deu certo. As húngaras voltaram a fazer jogadas mais calmas, pararam de errar passes, eram rápidas quando necessário, fecharam a defesa. Buscaram o empate, conseguiram e voltaram a ficar a frente. Nos últimos dez minutos, a Hungria marcou 10 gols contra apenas 1 da Noruega. A vantagem se encerrou com o gol de Csenge Fodor, aos 25′, e depois deste as goleiras se destacaram não deixando mais a bola bater nas redes. Placar Final: NOR 22 x 28 HUN.

No final do confronto, a ponta-direita da Hungria, Dorottya Faluvegi, comemorou:

“Acho que acabei de adormecer em algum lugar e estou sonhando! É fantástico. Eu não posso acreditar!”

1

Atenção: tabela de jogos do Mundial de Handebol de Surdos foi alterada

O incentivo da torcida será bem-vindo nos jogos do Brasil. / Imagem: logo do campeonato

Atenção: a tabela de jogos do Mundial de Handebol de Surdos Feminino e Masculino, que acontecem em Caxias do Sul (RS), foi alterada. Confira as alterações a partir desse domingo, 15 de julho:

Campeonato Mundial de Handebol de Surdos Caxias do Sul

Domingo – 15 de julho

18h: RUS x ECU – Feminino
20h: KEN x BRA – Masculino

Segunda-feira – 16 de julho

16h: RUS x CAM – Masculino
18h: TUR x KEN – Masculino
20h: CRO x ECU – Masculino

Terça-feira – 17 de julho

16h: GAN x KEN – Masculino
18h: DEN x GAN – Feminino
**20h: BRA x TUR – Feminino

Quarta-feira – 18 de julho

12h: BRA x GAN – Feminino
14h: TUR x GAN – Masculino
16h: RUS x ECU – Masculino
18h: CAM x CRO – Masculino
20h: BRA x GAN – Masculino

Quinta-feira – 19 de julho

Masculino e Feminino

Jogos por colocações de sexto a oitavo lugares

Sexta-feira – 20 de julho

Feminino e Masculino

Semifinais

Sábado – 21 de julho

12h: Bronze Feminino
14h: Bronze Masculino
16h: Final Feminina
18h: Final Masculina

** A partida entre Equador e Turquia foi alterada. Com isso a seleção turca enfrentará a Seleção Brasileira, no mesmo horário, das 20h.
*Tabela atualizada em 17 de julho.